Roteiro Roma: Quarto dia – Basílicas, Igrejas e a Villa Borghese

A ideia do quarto dia de roteiro é aproveitar a facilidade do metro para conhecer algumas das Basílicas e Igrejas mais importantes de Roma e também o parque mais famoso da cidade. Se você comprou o RomaPass (conforme mencionado  no post sobre o terceiro dia do roteiro) seu acesso ao metro será livre, caso contrário recomendo a compra de um ticket diário. Para saber como se locomover em Roma, acesse esse post aqui!

Comece indo até a estação de San Giovanni, linha A do metro. A estação fica praticamente em frente à Basílica di San Giovanni in Laterano uma dentre as principais basílicas de Roma.

Basilica San Giovanni

Ao lado de San Giovanni você encontra a Scala Santa.  Na Scala Santa é possível visitar “os degraus que levavam até o alto do pretório de Pôncio Pilatos em Jerusalém e que foram galgados por Jesus durante seu julgamento durante a Paixão“.

Em frente à Basílica de San Giovanni existe um parque e no final dele está a Basílica de Santa Cruz de Jerusalém. A Basílica é famosa por conter as relíquias da paixão de Cristo.

Após visitar algumas ou todas as sugestões acima pegue o metro novamente e vá até a estação Termini. Próximo a ela fica a Basílica Santa Maria Maggiore, mais uma dentre as quatro maiores basílicas de Roma. Você também pode optar por fazer esse trajeto caminhando, para isso siga pela Via Merulana (aprox. 20 min).

Basilica Santa Maria Maggiore

Se quiser conhecer um pequeno tesouro vá depois até a Basilica di Santa Prassede. Os mosaicos bizantinos, raramente encontrados em igrejas romanas, valem a visita. Ela fica escondidinha a poucos passos da Santa Maria Maggiore.

Santa Prassede

Depois, caminhe até a Piazza della Repubblica (na minha opinião umas das “piazzas” mais bonitas de Roma) e aproveite para conhecer a Basílica Santa Maria degli Angeli que foi construída por Michelangelo utilizando a metade de uma área que antigamente pertencia às Thermas de Diocleciano. O interessante é imaginar o tamanho que essas thermas costumavam ter.

Roma – Piazza Repubblica

A título de curiosidade, a outra metade das antigas termas ainda existe e dá lugar a um museu chamado Museo Nacional Terme de Diocleziono. Eu já o visitei e confesso que gosto mais de um que fica em frente, chamado Museo Nacional Palazzo Massimo alle Terme, falei sobre ele rapidamente neste post aqui.

Pegue o metro novamente e vá até a estação Barberini, suba a Via Veneto com uma parada na Igreja Santa Maria della Concezione dei Cappucini para conhecer a cripta decorada com os ossos dos frades Cappuccinos. Fique atento aos horários para conhecer a Cripta, de quarta a sexta das 09 às 12 e das 15 às 18. Caso não queria fazer esse passeio, ao invés de descer na estação Barberini vá até a Spagna e acesse a Villa Borhese de lá.

Hotel na Via Veneto

Se você seguiu pela Via Veneto pegue a Via San Paolo del Brasile em direção a Villa/Galeria Borghese.

Villa Borghese

A Villa Borghese é um parque bastante extenso e tem muitas atrações. Inclusive um zoológico que pode ser um passeio interessante para quem viaja com crianças. Já a Galeria Borghese é um pequeno museu que fica dentro do parque. É uma jóia e merece muito uma visita. Em uma hora e meia você admirará os incríveis trabalhos de Bernini e algumas pinturas de artistas muito importantes como Raffaello e Caravaggio. Além conhecer as pinturas e esculturas você terá a oportunidade de conhecer um dos inúmeros “palácios” de Roma por dentro.

GalleriaBorghese (foto galeriaborghese.it)

A Galeria Borghese pertencia a família Borghese, ligada ao Cardeal Scipioni Borghese e sua arquitetura e decoração são magníficas. Assim como esse palácio existem vários outros na cidade e quem vai com pouco tempo acaba não conhecendo, só para citar alguns: o Palácio Farnese, sede da embaixada Francesa no Campo de Fiori, o Palazzo Barberini, museu de obras antigas e sacras, a Villa Farnesina, uma autêntica villa italiana da época renascentista e o  Palazzo Pamphilli, sede da embaixada do Brasil. Visitei todos esses locais, são todos muito bonitas mas considero a Galleria Borghese o ponto alto deste tipo de passeio.

PLANEJE-SE (com ou sem O ROMA PASS):

As visitas à galeria devem ser agendadas. Na alta temporada deve-se agendar com antecedência pois a galeria é concorrida. Você deverá marcar a hora de entrada e prever em torno de duas horas para conhecê-la. Os próprios funcionários do museu fazem um controle do fluxo de pessoas para que a visita seja agradável para todos. Eu gosto muito do esquema deles.

Para quem pretende comprar o RomaPass 72 horas fica aqui uma segunda sugestão de uso. O agendamento pode ser feito pelo próprio site da Galeria no ato da compra no entanto, o site da galeria só permite a reserva feita no momento da compra, isto é, se você quiser fazer a reserva com o RomaPass terá que ligar para o 06-32810 (de segunda à sexta das 9 às 18 e sábado das 9 às 13). Na minha última pesquisa o ingresso comprado no site custava 13 euros.

Uma outra opção para compra do ingresso é com a Tiqets, parceira do blog. Comprando com eles você paga um pouco mais porém tem a conveniência do serviço oferecido.

 

No final do passeio vá em direção ao Pincio, um ótimo lugar para observar a cidade,  e a Piazza del Popolo. Detalhes sobre ele nesse post aqui.

Roma – Pincio e vista Pincio

De frente para o Pincio siga pela sua esquerda até a  Igreja Trinità dei Monti, por volta das seis da tarde tem início uma missa cantata em Francês. Na saída você estará exatamente no alto da escadaria da Piazza Spagna, se sobrar energia desça os degraus e aproveita as famosas Via dei Condotti, Del Babuino e Via de Corso, ruas famosas de compras da cidade.

Vista do Centro de Roma a partir da Scallinata Trinita dei Monti

sugestões para almoço, café, gelato, aperitivo e jantar:

Próximo da piazza Spagna, na via della Croce se encontra a sorveteria Venchi, conhecida na Itália inteira pelos seus chocolates. Ela inclusive se intitula uma CioccoGelateria. Recentemente ela abriu uma filial no Rio de Janeiro(Leblon) e em São Paulo (no Eataly). Outra ótima opção por perto é o rei do tiramisu em Roma – o Pompi – já falei dele aqui (via della Croce,82).

Como sugestão de almoço cito alguns lugares que gosto e que são próximos a Piazza Repubblica, como o  La Locanda di Bacco, Pinsere e Er Buchetto. Imagino que se você seguir esse itinerário deverá estar próximo a ela e a Termini na hora do almoço.

A Via Veneto é uma ótima opção para um jantar mais charmoso.  Existem inúmeros restaurantes dos hotéis na da região o que a torna provavelmente a região com mais restaurantes estrelados da cidade. No entanto, se você quiser não quiser pagar em torno de 100 euros por cabeça nesses lugares podes optar pelo menu do Moma (50 euros) ou por restaurantes mais simples como o Sapori ou Il Piccolo Mondo.

Para opções mais simples indico o Osteria Barberini, o Colline Emiliane e, um pouco mais afastado, o Da Armando al Pantheon.

considerações sobre esse dia de roteiro: 

  • Caso não tenhas quatro dias na cidade e seu primeiro dia comece cedinho, você poderá incluir  Vila, Galeria Borghese e Pincio no seu primeiro dia;

  • Para isso, ao chegar na Pizza Spagna, suba as escadas em direção a Igreja Trinita dei Monti e de lá pegue a sua mão esquerda em direção ao parque. Termine o tour no Pincio, desça em diração a Piazza del Popolo e vá até a Piazza Barberini para retomar o roteiro do primeiro dia.

mapa com os pontos de interesse deste dia de roteiro: 

Anúncios

16 comentários sobre “Roteiro Roma: Quarto dia – Basílicas, Igrejas e a Villa Borghese

  1. Rodrigo Castelucio disse:

    Olá Ligia!
    Parabéns pelo incrível blog!!! Eu não falo inglês e nem italiano, como reservar para entrar na Galerie com o Roma Pass? Obrigado

    Curtir

    • planejandoaviagem disse:

      Olá Rodrigo, muito obrigada. Infelizmente a reserva tem que ser por telefone e está disponível somente nessas línguas. Se você não fala nada de inglês peça a alguém de sua confiança. Abraços,

      Curtir

  2. Marlise Brandao disse:

    Ol Michelle ,
    Estou em Roma e gostaria de comprar temperos italianos e azeites , pois adoro cozinhar . Vc tem alguma dica ? Obrigada, Marlise.

    Curtir

    • planejandoaviagem disse:

      Olá Marlise, tenho sim. Os supermercados são muito bons, existem também os “alimentari” que são espécies de mercadinhos de bairro. Além disso tem a Castroni onde você encontra de tudo, não só da Italia mas do mundo. Tem uma Castroni bem grande próximo ao Vaticano e uma menor no Centro, na Via Fattina. Outra opção é o Eataly, tem um em Testacccio. Tanto a Castroni quanto o Eataly por si por já são um passeio. Adorei sua pergunta, estou com um post sobre isso quase pronto. Abraços!

      Curtir

  3. SOL disse:

    Olá….penso em passar 3 dias em Roma com meu marido por volta de agosto/setembro, ainda estamos decidindo o mês….., será que vc poderia me dar umas dicas de por onde começar para poder aproveitar bastante? Qual o meio de locomoção mais adequado? Hotéis ou hostels mais em conta? grata…

    Curtir

    • planejandoaviagem disse:

      Olá Sol, recomendo a leitura do post sobre roteiros em Roma. O Roteiro citado para os 3 primeiros dias é exatamente aquilo que recomendo para quem nunca esteve em Roma e quer ter uma visão da cidade, incluíndo o Vaticano e o Coliseu.
      Para o transporte e atrações recomendo o RomaPass que permitirá o uso do transporte público ilimitado pelos 3 dias.
      Para acomodações mais em conta, procure nos bairros nos arredores do centro, porém próximos e com acesso por metro, por acomodações tipo B&B que costumam ter quase o mesmo preço dos albergues para um casal porém com mais privacidade.
      Outra opção de hospedagem em conta é o aluguel de quartos em casas de pessoas, nesse caso o site AirBnB é uma boa fonte de pesquisa.
      Entre agosto e setembro eu preferia setembro, o clima é mais agradável, e a cidade não estará tão cheia.

      Curtir

    • planejandoaviagem disse:

      Oi Ligia! Vc precisa entrar em contato pelo telefone com eles, informar a data e hora desejadas, o nome e que entrarás com o RomaPass. Assim, no dia, basta chegar um pouco antes do horário marcado e apresentar o RomaPass na bilheteria.

      Curtir

      • LIGIA J FORMIGA disse:

        Oi boa tarde.Como vou comprar aqui o Romapass pela internet então convém ligar daqui para reservar o horario(viajo em dez)ou faco isto qdo. chegar? Grata .Ligia

        Curtir

      • planejandoaviagem disse:

        Oi Ligia, vc pode reservar mesmo antes de comprar basta informar que usará o RomaPass. Meu conselho e que reserves assim o quanto antes pois a Borghese costuma sempre estar lotada. É claro que dezembro é baixa estação mas mesmo assim é melhor garantir. Abraços

        Curtir

      • Ligia Jácome Formiga disse:

        Obrigada pela ajuda.
        Esta será minha primeira ida a Itália e estou organizando sozinha.Posso contar com sua ajuda ?(prometo não abusar!)Um abraço.Ligia

        Curtir

      • Ligia Jácome Formiga disse:

        Obrigada.Saiba que de todos com os quais fiz contato neste período de preparativos você foi a mais prestativa..Faremos contato em breve.Ligia

        Curtir

Deixe aqui seu comentário ou dúvida

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s