A Estação de Esqui de Stubai Glacier – O Topo do Tyrol (Esqui em Innsbruck)

Esse post faz parte da série de posts sobre atraçõespasseios e esqui em Innsbruck e arredores. Nesse post específico irei escrever sobre a estação de esqui de Stubaier Gletscher, Stubai Glacier em inglês.

Stubai Glacier é uma das nove regiões esquiáveis que podem ser acessadas através da cidade de Innsbruck. Ela está entre as mais altas e leva o apelido de topo do Tirol. Stubai Glacier me pareceu a estação mais inóspita da região, dos quatro dias em que estivemos lá, em somente dois ela esteve aberta.

Pistas e refúgio em Stubaier Gletscher

Ela foi a estação de esqui escolhida para nosso terceiro dia de viagem justamente devido ao clima. Se não fôssemos nesse dia não iríamos mais porque no nosso último e quarto dia a previsão era de que a mesma estivesse fechada devido ao mau tempo.

Stubai Glacier é a maior estação de esqui nos arredores de Innsbruck. Devido ao fato de estar em uma área de glaciares, oferece possibilidade de esqui de outubro até junho.

Continuar lendo

A Estação de Esqui de Axamer Lizum (Esqui em Innsbruck)

Esse post faz parte da série de posts sobre atraçõespasseios e esqui em Innsbruck e arredores. Nesse post específico irei escrever sobre a estação de esqui de Axamer Lizum; uma das nove estações de esqui nos arredores de Innsbruck.

Montanhas em Axamer Lizum

Axamer além de ser uma das estações de esqui mais próximas de Innsbruck é também a mais histórica. Foi lá que foram sediadas as disputas de quase todas as modalidades Olimpíadas dos jogos de Inverno nos anos de 1964 e 1976.

Axamer Lizum foi a estação de esqui escolhida no nosso último e quarto dia de viagem/esqui. Naquele dia a previsão meteorológica não estava das melhores e a previsão era de que as estações fechassem na parte da tarde. Escolhemos então visitar Axamer em função da facilidade de acesso e também pelo fato de que a mesma era pequena.

Continuar lendo

A Estação de Esqui de Kuhtai (Esqui em Innsbruck)

Esse post faz parte da série de posts sobre atraçõespasseios e esqui em Innsbruck e arredores. Nesse post específico irei escrever sobre a estação de esqui de Kuhtai que, conforme já mencionei em posts anteriores, é uma das nove regiões esquiáveis que podem ser acessadas através de Innsbruck.

Kuhtai

Kuhtai foi a estação de esqui escolhida para o nosso segundo dia de esqui. A escolha foi em função do clima. Segundo o funcionário do no hotel onde nos hospedamos, quando o clima em Innsbruck está encoberto, em Kuhtai nunca está. E não é que ele acertou na mosca?

COMO CHEGAR EM kuhtai

Fomos até Kuhtai com o ônibus para esquiadores que é oferecido gratuitamente pela prefeitura. Ele pega você na frente do seu hotel. Um conforto só. Só cuidado porque ele não passa em todos os hotéis da cidade.

Continuar lendo

O que fazer em Bergen e o passeio pelo Fiordes Noruegueses

Depois de escrever sobre o roteiro e o planejamento da viagem pela Noruega e sobre os 3 dias em Oslo, chegou a hora de escrever sobre Bergen, porta de entrada para os passeios pelos fiordes Noruegueses. Chegamos um dia antes e no outro dia cedinho fizemos o passeiom que durou um dia inteiro; voltando para Oslo no final da tarde.

Bergen – Bryggen

nosso roteiro na cidade de Bergen

A cidade de Bergen é muito pitoresca. Assim como Oslo, fica localizada em meio a uma paisagem natural linda.  No dia que voamos de Oslo até lá estava muito nublado mas o pouco que vi do avião deu uma ideia do que é ver a Noruega do alto. A cidade tem um mirante com uma vista que parece ser deslumbrante. Não vistamos por questões climáticas.

Continuar lendo

O que fazer em Oslo – Roteiro de três dias na Capital da Noruega

Dando continuidade aos posts sobre a viagem pela Noruega, nesse post irei escrever sobre os três dias que passamos em Oslo; irei detalhar os passeios que fizemos e os restaurantes que conhecemos. Oslo é relativamente pequena, no entanto, oferece muitas opções de entretenimento espalhadas pelos seus bairros. A cidade é cheia de lugares de charme onde você pode curtir a paisagem (que é linda) e ver a vida passar. Se você chegou no blog diretamente neste post sobre Oslo, não deixe de conferir o primeiro post da seria sobre a Noruega, nele comento sobre os voos, traslados e hotéis que utilizamos nessa viagem.

PRIMEIRO DIA EM OSLO

Conforme escrevi no primeiro post, o primeiro hotel onde nos hospedamos em Oslo era distante do centro e por isso quando chegamos optamos por deixar nossas malas nos lockers da estação central e ir para o hotel somente no final do dia.

A estação central de trens de Oslo é um excelente ponto de apoio ao turista; wi-fi gratuito, área de informações, lockers automáticos, lojas, supermercados e até um shopping adjacente. Além dos trens para acesso aos aeroporto, próximos a ela estão os acessos ao tram, metro e shuttle para aeroportos. Tudo coberto em função do frio, o que foi bom porque chegamos junto com a chuva.

Estação Central de Oslo

A estação tem uma parte nova é uma parte antiga que foi restaurada. É nela que fica o Visit Oslo. Se você quiser comprar o Oslo Pass, diretamente em Oslo, falei sobre ele no primeiro post, pode fazê-lo ali. Usamos muito o serviço de informações do Visit Oslo e, para nossa surpresa, uma das atendentes era brazuca filha de norueguês.

Continuar lendo