Carcassone e sua Cidade Medieval – uma das mais conservadas de toda a Europa

Já tinha passado algumas vezes próximo a Carcassone e ainda não tinha tido a oportunidade de visitá-la. Foi somente esse ano, com a praticidade de voos diretos a partir de Dublin, que tirei a cidade da minha lista de desejos de viagem. A parte antiga da cidade, chamada Cité (cidadela) de Carcassone, é uma das cidades medievais mais bem preservadas da Europa. Ela foi restaurada em 1857 e desde 1997 esta na lista dos Patrimônios Mundiais da Unesco, dito isso, acredito que não precise falar muito mais não é mesmo?

Carcassone – foto By Chensiyuan – Own work, CC BY-SA 4.0.

Continuar lendo

Anúncios

Trattoria Da Cesare em Roma

Mais uma dica de restaurante típico em Roma, a Trattoria Da Cesare ficou famosinha alguns anos atrás devido ao boca a boca dos moradores do bairro.

A comida é considerada muito boa e o preço muito correto; o que leva muitos foodies romanos a visitá-la. Em função disso espere um lugar um pouco barulhento e reserve com antecedência.

Como dica de entrada indico o “polpette di bollitto al pesto” e de prato principal, que neste caso são pratos “primi” (pratos de massa), o Tornnarelli alla Gricia ou o Gnocchetti Fritti al Caccio e Pepe.

Restaurante Roma Da Cesare Polpette al Pesto – foto: Da Cesare

Continuar lendo

Biarritz – Praias, Surfe e Gastronomia

Biarritz entrou no mapa do turismo quando o Imperador Napoleão Terceiro e sua esposa construíram uma propriedade de verão na cidade. A propriedade é até hoje um dos pontos altos de Biarritz e foi convertida em um hotel de luxo, o Hotel Du Palais (imagem abaixo).

Biarritz – Hotel Du Palais (foto: Hotel Du Palais)

No início do século 20 chegaram os cassinos e em 1957, quando um californiano decidiu pegar onde em Biarritz, a cidade ficou conhecida como o primeiro destino de surfe da Europa, atividade que hoje em dia um dos maiores atrativos da cidade.

Continuar lendo

O que fazer em Oslo – Roteiro de três dias na Capital da Noruega

Dando continuidade aos posts sobre a viagem pela Noruega, nesse post irei escrever sobre os três dias que passamos em Oslo; irei detalhar os passeios que fizemos e os restaurantes que conhecemos. Oslo é relativamente pequena, no entanto, oferece muitas opções de entretenimento espalhadas pelos seus bairros. A cidade é cheia de lugares de charme onde você pode curtir a paisagem (que é linda) e ver a vida passar. Se você chegou no blog diretamente neste post sobre Oslo, não deixe de conferir o primeiro post da seria sobre a Noruega, nele comento sobre os voos, traslados e hotéis que utilizamos nessa viagem.

PRIMEIRO DIA EM OSLO

Conforme escrevi no primeiro post, o primeiro hotel onde nos hospedamos em Oslo era distante do centro e por isso quando chegamos optamos por deixar nossas malas nos lockers da estação central e ir para o hotel somente no final do dia.

A estação central de trens de Oslo é um excelente ponto de apoio ao turista; wi-fi gratuito, área de informações, lockers automáticos, lojas, supermercados e até um shopping adjacente. Além dos trens para acesso aos aeroporto, próximos a ela estão os acessos ao tram, metro e shuttle para aeroportos. Tudo coberto em função do frio, o que foi bom porque chegamos junto com a chuva.

Estação Central de Oslo

A estação tem uma parte nova é uma parte antiga que foi restaurada. É nela que fica o Visit Oslo. Se você quiser comprar o Oslo Pass, diretamente em Oslo, falei sobre ele no primeiro post, pode fazê-lo ali. Usamos muito o serviço de informações do Visit Oslo e, para nossa surpresa, uma das atendentes era brazuca filha de norueguês.

Continuar lendo

Noruega – Roteiro de cinco dias entre Oslo e Bergen

Esse será o segundo destino Escandinavo aqui no blog. O primeiro país foi a Dinamarca e agora escrevo sobre a Noruega. Esse post é um relato da nossa viagem de quatro dias pela Noruega. Nesses cinco dias visitamos Oslo e Bergen e passamos por inúmeros vilarejos graças o ao passeio pelos fiordes e ao trajeto em trem realizado entrem Oslo e Bergen. Espero que esse post sobre a Noruega possa ser útil para aqueles que estão pensando em viajar pela Noruega na primavera/verão de 2017.

Oslo Opera House

Amei a Dinamarca e com a Noruega não foi diferente. Oslo, assim como Copenhagen, é um soco no estômago da brasileira aqui; tudo é tão organizado, bonito e bem curado que dói. A sensação que se tem é que pensar na organização das cidades, dos parques e dos programas culturais deve ser meta dos governantes.

Enquanto planejava esse roteiro ouvi de alguns amigos que uma viagem a Noruega não deveria necessariamente passar por Oslo; que a Noruega é natureza pura e em Oslo você não vê muito isso. É verdade que alguns locais como a Pulpit Rock no Lysefjord proximo a Stavanger, a cidade e os fiordes de Allesund, Tromso com sua aurora boreal e as inúmeras oportunidades de kiking, clibing,  esqui de verão e exploração de glaciares (ess não é minha praia) são certamente experiências incríveis, no entanto, eu tinha um limite de dias e o deslocamento na Noruega demanda tempo. Como cheguei e saí por Oslo achei que não conhecê-la seria um pecado. Além disso achei a natureza da cidade muito bonita!

No geral achei que 3 dias em Oslo, 1 em Bergen e um para o passeio pelos fiordes (a partir de Bergen) foi de bom tamanho. Vi uma natureza exuberante e fiquei pensando em como não são os outros lugares. Gostei de ter optado por conhecer os highlights primeiro porém, se você tiver mais tempo, não deixe de explorar outras localidades.

Bryggen em Bergen

O planejamento da viagem pela Noruega – Aéreo (voo), Traslados e Trechos Internos

Voamos de Dublin para Oslo Rygge com a Ryanair. A Ryanair voa somente para o aeroporto de Rygge, um pequeno aeroporto militar que fica afastado de Oslo (66 km). As conexões do aeroporto com a cidade são boas, porém o tempo de deslocamento é longo. O traslado, em ônibus e trem nos custou em média 328 NOK (aprox. 18 EUR por pessoa), quase o mesmo preço do voo (17 EUR). Na chegada fizemos o traslado em ônibus+trem, o ônibus faz um pequeno trajeto até a estação de trem, na volta utilizamos o serviço de shuttle da Rygge Eksoressen (360 NOK, aprox. 20 EUR por pessoa).

Continuar lendo