Gastronomia “sotto zero” – 10 Gelaterias/Sorveterias em Roma

Um post super guloso com a cara do verão que tá chegando mas ainda não deu as caras! Impossível ir à Itália e não se esbaldar com tantos sorvetes maravilhosos. Porém embora as gelaterias(sorveterias) estejam por toda a parte e “quase” todas sejam boas, algumas são sem dúvida muito superiores. Portanto, aqui vai uma listinha com dicas das minhas gelaterias preferidas em Roma. Algumas estão incluídas no roteiro sugerido pela cidade porém não todas assim, identifiquei o bairro entre parêntesis para faciliar a identificação.

01. San Crispino

Gosto bastante da San Crispino. Considero o atendimento bom, os sabores diferentes, tem de canela :), e considero que o fato de cada sorvete ter sua temperatura adequada dá um plus não só no serviço mas na experiência em sí. Isso foi uma coisa que aprendi na Itália: sorvete gelato demais não é sorvete bom. Existe uma temperatura adequada sim, melhor ainda se cada tipo tiver o seu.

É uma gelateria dita natural, algo mais que a artesanal que é mil vezes melhor que a industrial. Tem apenas algumas filiais em Roma. É uma das mais salgadinhas, para dar idéia em torno de 25€/kg. De qq forma o bom é que o gelato mesmo quando salgado não é nada  impeditivo.

Endereços no centro: Piazza della Maddalena, 3 (Centro-Pantheon) e Via della Panetteria, 42 (Centro-Fontana di Trevi)

Continuar lendo

Anúncios

A Estação de Esqui de Pila – Ski in the Sky

Como comentei no post anterior, sobre Aosta, resolvi escrever sobre meu destino na páscoa do ano passado, o Valle d’Aosta. Eu e meu namorado aproveitamos o feriado prolongado para dar a última esquiada da temporada 2012 e o destino escolhido foi Pila, uma localidade/estação de esqui localizada a 18 minutos, em cabinovia, da capital da região do Valle d’Aosta, Aosta.

As pistas, a estação e Aosta ao Fundo

As pistas, a estação e Aosta ao Fundo

Enquanto no Brasil a Páscoa encerra a temporada de verão, na Europa acontece justamente o contrário, ela encerra a temporada de inverno. É praticamente a data limite de fechamento de quase todas as estações de esqui. E para nosso deleite, Pila, diferentemente de outras estações próximas, ainda estava com um número razoável de pistas abertas e com muitos lifts e refúgios em funcionamento.

Continuar lendo

Aosta – Onde a Itália tem cara de França

Com a páscoa chegando resolvi escrever sobre meu destino na páscoa do ano passado, o Valle d’Aosta. Meu destino final era a Estação de Esqui de Pila e no caminho passei pela cidade de Aosta, capital da região Valle d’Aosta. Como Aosta é um ponto de parada para quem vai à Pila acabei passando algumas horas na cidade.

A Região do Valle d’Aosta é a menor região da Itália e fica literalmente encravada entre os maiores Alpes Europeus.

Mapa Valle d'Aosta (wikipedia)

Mapa Valle d’Aosta (wikipedia)

Aosta não tem um aeroporto comercial, assim a forma mais fácil e econômica de chegar, é voando até Turim e de lá ir até Aosta de ônibus ou trem. Uma outra opção, melhor para quem parte do Brasil, é voar até Milão. Tanto de Turim quanto de Milão o acesso à Aosta pode ser feito por trens ou ônibus.

Continuar lendo

Bologna – Cidade das Torres, dos Tortellinis, da Piadina e muito mais

Distante apenas duas horas e quinze minutos de Roma, em trem de alta velocidade, está Bologna/Bolonhaa cidade de origem medieval com o maior e mais bem preservado centro histórico da Itália. Eu não resisti em conhecê-la e amei o final de semana que passei em Bolonha. Bologna é muito bem cuidada e tem um tamanho ótimo, “a misura d’uomo” como costumam dizer os italianos; expressão usada quando uma cidade tem um tamanho bom e oferece muita qualidade de vida.

Segundo o wikipedia, Bolonha é a 2° cidade mais rica da Itália perdendo apenas para Milão.Assim, apesar de pequena para nossos padrões, aprox. 300 mil habitantes, Bologna tem muita coisa a oferecer ao turismo e vale um day-trip ou mesmo um final de semana.

Bolonha - A Cidade das Torres

Bolonha – A Cidade das Torres

Continuar lendo