Rota Romântica Alemã – Bate e volta a Rothenburg ob der Tauber

Post pequenino para contar um pouquinho sobre o bate e volta, que fizemos a partir de Munique, até Rotenburg ob der Tauber.

Como ir até rothenburg ob der tauber a partir de munique

Como contei no post sobre Munique, não estávamos com vontade de fazer o clássico passeio de carro pela Rota Romântica Alemã então optamos por fazer dois bate e voltas a partir de Munique. Rothenburg ob der Tauber foi um deles. Sem carro alugado optamos por ir de trem e para isso compramos o Bayern Ticket.

Uma das entradas da cidade medieval murada

Uma das entradas da cidade medieval murada

  Continuar lendo

Bate e volta a Óbidos (de ônibus)

Post para contar do bate e volta que fiz até Óbidos, uma cidade murada Portuguesa que é  uma gracinha. Foi um passeio rapidiiinho, como dizem nossos amigos portugueses, entretando mesmo sendo rápido valeu muito a pena e acho que minha experiência pode ajudar quem está planejando um day-trip até Óbidos a se organizar e a se emplogar.

Óbidos - vista de Cima do Muro com outra parte da muralha ao fundo

Óbidos – vista de Cima do Muro com outra parte da muralha ao fundo

Em função de estar trabalhando em Lisboa (muita correria, somente um final de semana livre, viagem em cima da hora, etc…) surgiu a ideia de fazer um bate e volta até Óbidos no domingo. Já tinha lido sobre Óbidos no blog do meu amigo Alessandro Ayres e estava morrendo de vontade de conhecer a cidadela; porém tinha passado o sábado inteirinho em Évora com os colegas de projeto e sem tempo para planejar (eu sei, “casa de ferreiro espeto de pau” – mas “raramente “acontece).

Continuar lendo

Primosten

Queria ter visitado Primosten desde a primeira vez em que fui à Croácia. Na ocasião tinha visto uma foto aérea da cidadela que me marcou muito. Porém, como as vezes querer não é poder, a cidade ficou para uma segunda oportunidade. E da segunda oportunidade Primosten não passou!

Croacia - Primosten

Croacia – Primosten

Quando planejamos essa segunda viagem para a Croácia (comecei o relato em um post anterior, para acessá-lo clique aqui), a  idéia era de nos hospedarmos nas 3 primeiras noites em Primosten e não em Trogir porém, como Trogir se mostrou uma cidade maior e consequentemente com mais ofertas de hotéis, acabamos optando por ela.

Continuar lendo

Trogir – A “Piccola Venezia”

Esse será o segundo post com dicas e roteiros de viagem pela Croácia. O primeiro, sobre o Sul da Dalmácia, foi também o primeiro post do blog. De lá para cá, muitos outros, esse já é o 112°! Gostei tanto da Croácia e da Dalmácia que voltei, porém dessa vez para visistar o norte da Dalmácia. E, como tudo na vida é prática, não vou fazer um post único com toda a viagem e sim pequenos posts mais detalhados. Começo com Trogir, escrevendo também de Seget e Ciovo (Okrug Gornji) e arredores, e depois escreverei sobre Primosten e por último de Zadar e suas ilhas.

Dicas Sobre Trogir

Trogir é conhecida como Piccola Venezia devido à influência do estilo na sua arquitetura. Além disso a cidade fica em uma ilha, sendo conectada por duas pontes ao continente e por outra à ilha de Ciovo.

Croacia - Trogir - A Picola Venezia

Croacia – Trogir – A Picola Venezia

Não por acaso que a cidade é patrimônio da UNESCO. Ela ainda conserva suas muralhas, portas, o castelo, igrejas, a Catedral e a Loggia. Tudo dentro dos seus muros onde ficam também suas ruas estreitas.

Continuar lendo

Verona – A cidade mais romântica da Itália

Com o dia dos namorados se aproximando no Brasil, na Itália se comemora no San Valentino em 14 de fevereiro, pensei: Por que não escrever sobre aquela que deve ser a cidade mais romântica da Itália? Assim, esse post vai contar nossa passagem “de algumas horas” por Verona, a cidade que vive do mito de Romeu e Julieta.

A cidade é uma graça, embora para os parâmetros italianos seja uma cidade mediana, entre as 15 maiores da Itália e com aprox. 250 mil habitantes, o centro histórico é pequeno. Como citei acima, passamos algumas horas por lá e conseguimos conhecer bastante. O motivo de ter passado pouco tempo foi porque aproveitamos o tempo entre uma conexão de trem e outra para fazer esse passeio. Não tínhamos planejado essa parada em Verona, na verdade era a volta de uma semana de esqui em Val Gardena e ao olhar as passagens de volta vi que tinha esse intervalo de tempo e pensei: será que posso fazer um pit-stop/tour por Verona?

Chegamos na estação ferroviária, deixamos as malas no lef luggage bag/deposito bagaglio e, em frente à estação, pegamos o ônibus para o centro. Naquele dia era domingo e os horários dos ônibus eram mais espaçados. Demorou um pouquinho para chegar, uns 10 minutos, e o trajeto até o centro demorou mais  ou menos a mesma coisa. A estação dista aprox. 15km do centro, então recomendo o ônibus. É rapidinho.

Descemos do ônibus em frente ao principal cartão postal da cidade, a famosa Arena de Verona, na Piazza BRA, o coração da cidade. A Arena é um dos redutos mais importantes da música lírica no mundo.

A Arena e a Piazza Bra

A Arena e a Piazza Bra

Pegamos o ônibus nesse mesmo local, porém no sentido oposto, para voltar à estação.  No total acho que ficamos umas 4 horas rodando por Verona. Para conferir a programação da Arena, clique aqui!

Continuar lendo