Esqui desempacotado no Chile (Nevados de Chillan e Valle Las Trancas)

Finalmente estreando o primeiro post do blog com dicas e roteiro sobre esqui na América do Sul. Post especial sobre esqui no Chile mais precisamente sobre a estação de esqui de Nevados de Chillan e sobre a cidadezinha localizada no vale próxima a estação chamada Valle Las Trancas. Destinos que, na minha opinião, oferecem um dos melhores esquis desempacotados do Chile.

Já esquiei outras vezes na América do Sul mas depois disso toda a experiência que tive foi na Itália. Era justamente pela experiência de esqui na Itália que estava louca para ir esquiar no Chile porém fazendo como na Europa: o mais desempacotado possível. Queria alugar uma casa/apartamento com infra-estrutura, ficar em uma cidade com neve e não em um resort cheio de serviços, enfim ter uma experiência mais local.

Na Itália era sempre muito fácil, comprava-se o aéreo e/ou trem, alugava-se uma das inúmeras opções de hospedagem disponíveis e se fazia a mala. Chegando ao local as cidades sempre tinham uma excelente infra-estrutura então não era necessário estar muito atento a detalhes como transporte público para as pistas, supermercados, etc. No Chile não foi tão simples assim e nos próximos parágrafos explico os porquês mas a melhor notícia é que dá para fazer algo do tipo 🙂

Para onde fomos?

A estação de esqui escolhida foi Nevados de Chillan. Optamos por ela porque meu namorado já conhecia e queria não só revisitá-la mas também que eu a conhecesse. Além disso tínhamos certeza que ali o esqui era desempacotado, isto é, poderíamos utilizar a cidade de Valle Las Trancas como base. Uma outro local na América do Sul que oferece um bom esqui desempacotado é Bariloche porém como já tinha ido em outras duas oportunidades estava buscando algo diferente.

 Como fomos para nevados de chillan/valle las trancas (voo e aluguel do carro)

Fomos de São Paulo à Santiago com a LATAM, e de Santiago à Chillan/Valle Las Trancas/Nevados de Chillan em carro alugado.

De São Paulo à Santiago fomos com milhas, pagamos 7 mil o trecho. Emitimos com antecedência, fomos na alta temporada e voltamos na baixa e escolhemos um voo que tinha o inconveniente de ter uma conexão no Paraguai. Acho que explica a quantidade reduzida de milhas 🙂

Uma opção mais conveniente seria voar de SP à Concepcion e alugar o carro a partir desta cidade. Porém não conseguimos encaixar essa opção no orçamento/milhas disponíveis nem nos horários. Em relação às 1,5 horas a mais de duração do voo estávamos tranquilos porém o que mais preocupava era o possível extravio da bagagem durante a conexão em Assunção.  Como gato escaldado tem medo de água fria fizemos malas pequenas e levamos como bagagem de mão. Analisando melhor a situação acho que esse procedimento foi desnecessário. O aeroporto de Assunção é muito pequeno. As malas mal saíram de um avião e foram colocadas no outro que estava ao lado. Se tivéssemos despachado nossas malas elas estariam no avião muito antes de gente…risos.

Chegada no Aeoroporto de Santiago - Arturo Benitez

Chegada no Aeoroporto de Santiago – Arturo Benitez

Chegamos em Santiago 30 minutos antes do horário previsto e fomos direto para providenciar o carro alugado através do Rentalcars.com.

Tentamos evitar o aluguel do carro. Avaliamos opções de trem e ônibus  até Chillan e de ônibus de Chillan a Valle Las Trancas. No entanto de Valle Las Trancas até a estação de esqui de Nevados de Chillan a única opção seriam os transfers. Também tentamos alugar um carro a partir de Chillan – para fugir de ter que dirigir até lá – porém os horários de fechamento das locadoras de carro inviabilizaram essa estratégia. Sem falar que os aluguéis por ali custavam bem mais.

Continuar lendo