A Cidade de Puerto Iguazu – nossa base nas Cataratas – onde ficar, comer e outras dicas.

Esse post com dicas sobre a cidade de Puerto Iguazu na Argentina é o sexto post da série sobre minha viagem à região das Cataratas do Iguaçu. Aqui pretendo contar um pouquinho sobre a cidade de Puerto Iguazu – cidade que utilizei como base para conhecer a região. Escreverei sobre como chegar, como se locomover para as principais atrações, sobre onde ficar e onde fiquei, sobre o que achei da cidade e também darei algumas dicas de opções de restaurantes.

Imagens de Puerto Iguazu (fonte: taringa.net/posts/imagenes/6029884/Fotos-de-Mi-Ciudad-Puerto-Iguazu.html)

Imagens de Puerto Iguazu (fonte: taringa.net/posts/imagenes/6029884/Fotos-de-Mi-Ciudad-Puerto-Iguazu.html)

Como Chegar e se locomover?

De Foz do Iguaçu à Puerto Iguazu

Quem vem acompanhando a série de posts sobre a viagem à região das Cataratas sabe que a minha chegada em Puerto Iguazu, indo de Foz do Iguaçu com ônibus de linha, não foi tarefa fácil devido ao trânsito super pesado na noite em que escolhi fazer esse deslocamento.

No entanto, acredito que fora dos grandes feriados a coisa seja bem diferente. Para ir de Foz até Puerto Iguazu bastou ir até o terminal de transporte urbano de Foz, chamado TTU. Nas proximidades existe um ponto onde passa esse ônibus argentino que leva à Puerto. Você paga no próprio ônibus e a viagem leva em média 25 minutos.

É necessário passar pela imigração. No meu caso o motorista do ônibus sabia todos os procedimentos e orientou muito bem os passageiros a realizá-los. Se você estiver com malas terá que retirar-las e passar-las no raio-x. O ônibus pára em um ponto para que os passageiros desçam e pega você um pouco mais adiante depois de finalizada a imigração.

Por fim, o motorista perguntou quais eram os hotéis e foi deixando as pessoas nos locais mais próximos a eles porém sem sair da sua rota.

De Puerto Iguazu à Usina de Itaipu

Nesse caso você terá que fazer o inverso do que fiz para ir de Foz à Puerto Iguazu. Terás que pegar o ônibus de Puerto até o TTU e de lá o ônibus para a Usina. Na volta você deve fazer o contrário.

Todos os detalhes desse passeio você encontra nesse post aqui.

De Puerto Iguazu às Cataratas do Iguaçu (lado Brasileiro)

Bastou ir até a rodoviária de Puerto Iguazu, verificar os horários e comprar os tickets. Você tem que comprar o de ida e o de volta pois a volta não é vendida no ônibus.

Todos os detalhes desse passeio você encontra nesse post aqui.

De Puerto Iguazu às Cataratas do Iguazu (lado Agentino)

Existe um ônibus de linha que faz o trajeto. Se informe no seu hotel o ponto mais próximo. Nós fomos de taxi porque um taxista nos abordou enquanto esperávamos pelo ônibus porém voltamos com esse ônibus. Existe uma parada dele em frente à saída do Parque Nacional do Iguazu. Nesse caso é possível comprar apenas um trecho.

Todos os detalhes desse passeio você encontra nesse post aqui.

De Puerto Iguazu para o Aeroporto de Foz do Iguaçu

A nossa chegada foi pelo aeroporto de Ciudad Del Este pois antes de ir para Foz e Puerto Iguazu aproveitamos para conhecer Cuidad Del Este e dormimos uma noite por lá. Maiores detalhes nesse post aqui.

A nossa volta porém foi por Foz do Iguaçu. De Puerto Iguazu até o Aeroporto de Foz, como nosso voo era muito cedo, contratamos um taxi. Fechamos o preço em torno de 60 reais. O taxista nos pegou no hotel no horário marcado e o trajeto foi feito em 15 minutos. Foi necessário passar pela imigração porém o procedimento foi super simples.

Se deslocando em Puerto Iguazu

Como nosso hotel, na minha opinião, estava localizado em uma das melhores partes da cidadezinha fizemos praticamente tudo à pé. Estávamos ao lado da rodoviária e portanto da Avenida Córdoba onde se localizam a maior parte dos restaurantes. Estávamos também muito próximos da Av. Victoria Aguirre, onde tinha um bom supermercado, e da Brasil onde tinha, a feirinha local, os bares mais animadinhos e a gelateria Freddo. Andar por essa região era tranquilo.

Pegamos taxi em duas situações: para irmos até o restaurante El Quincho del Tio Querido e ao Restaurante La Bocamora. Do Quincho del Tio Querido acabamos desistindo porque tinham ônibus de brasileiros em frente e, vamos e venhamos, ninguém decide se hospedar na Argentina para ficar esbarrando em tanto Brasileiros não é mesmo? Ao menos eu não. Com certeza!

Onde ficar e onde fiquei?

Ficamos hospedados no Hotel Yretá. Foi difícil escolher o hotel porque quando comecei a pesquisar fiquei com a nítida impressão que tudo que tinha um padrão médio já estava reservado. Tínhamos à nossa disposição apenas resort e hotéis mais luxuosos ou pousadas mais simples. Como a ideia era ficar praticamente o tempo todo fora do hotel e fazer tudo desempacotado um resort com muita infra-estrutura e afastado da cidade não estava nos nossos planos. Também não queria albergues porque tinha lido que as festas podiam entrar noite à dentro e estava querendo descançar até porque sabia que os dias seriam cheios.

Assim, inicialmente fiquei em dúvida entre 4 opções: o Yretá Hotel e o Yretá Apart Hotel, o Puerto Canoas e a Posada Colibri. Logo de início o Yretá Apart hotel foi descartado porque estava lotado porém a possibilidade de poder utilizar a sua infra-estrutura se ficasse no Yretá Hotel me pareceu positiva e acabamos optando por ficar nele. Além disso, olhando as fotos dos demais hotéis achei que eles pareciam mais simples que o Yretá e que ofereciam o mesmo.

O Yretá Hotel é um hotel econômico mas também muuuito simples. Ouso dizer que um pouco caro para que me ofereceu.

Hotel Yretá II - Puerto Iguazu

Hotel Yretá II – Puerto Iguazu

Tem uma estrutura de pousada, logo ao entrar você avista a recepção onde também é servido o café da manhã e um corredor ao longo do qual estão os quartos. Logo de cara dá para concluir que o barulho deveria incomodar pois todos os quartos estavam virados para esse corredor e as portas eram antigas e muito finas. Mas confesso que isso não foi um grande problema.

O quarto que nos foi dado era pequeno, um pouco úmido – imagino ser característica da região – e carente de uma melhor mobília. A estrutura da cabeceira e os criados mudos eram meio enjambrados, feitos de uma madeira muito fininha. As portas do quarto e principalmente do banheiro careciam de uma revitalização urgente. O banheiro apesar de bem antigo, era funcional, o banho foi bom apesar da cortinha de plástico No entanto o mais difícil foi a questão do colchão: precisava ser trocado urgente.

Como todo local simples nada de amenidades como secador de cabelo, frigobar, TV de tela plana ou canais a cabo. No Booking ele não tem estrelas mas na minha opinião fica seria uma estrela.

A vantagem é que o pessoal foi bastante prestativo. O café da manhã era simples mas bom e a localização excelente.

Acho que não me hospedaria novamente aqui a menos que passasse por uma revitalização. No entanto daria uma segunda chance a eles e ficaria no Yretá Apart Hotel com certeza.

Yretá Apart Hotel  - Puerto Iguazu

Yretá Apart Hotel – Puerto Iguazu

Como a localização de ambos os hotéis é muito boa recomendo bastante os hotéis ao redor. Passeando pela região conheci a Posada La Sorgente, que me parece uma alternativa de excelente custo x benefício.  Além disso, tanto o Puerto Canoas quanto a Colibri, anteiormente citados parecem ter estruturas mais simples nas fotos mas no fundo acho que as fotos deles são mais fidedignas.

Como é a cidade de puerto iguazu?

Achei a cidade muito aprazível. Tinha lido que ela tinha um perfil mochileiro mas não concordo tanto. Acho que tem espaço para todos.

Tem resorts mais afastados que recebem famílias e as pessoas que querem mais conforto. Além de hotéis de médio custo, econômicos e inúmeros albergues.

Têm restaurantes muito bons que recebem muitos brasileiros que se hospedam em Foz e à noite vão até Puerto Iguazu para o jantar. Assim como os hotéis, tem restaurante para tudo que é bolso e público.

Encontrei em Puerto Iguazu aquele clima de cidade charmosinha e pequena onde os turistas conseguem se deslocar de maneira fácil pelas atrações durante o dia e à noite tem um centrinho com todo o tipo de serviço. Já falei desse tipo de cidade aqui no blog, como por exemplo Goreme na Capadócia ou mesmo Siam Reap no Cambodja.

Dicas de Restaurantes e Comidinhas

Por último vem a melhor parte. Mais um ponto forte da cidade e que nos fez ter certeza de que Puerto Iguazu era nosso destino: a comida, os vinhos e os helados!

Começo pela sobremesa. Tanto a Cremolatti quando a Freddo recomendo fortemente para os helados artesanales.

Agora vamos aos restaurantes: ficamos três noites e conhecemos 3 restaurantes com características bem distintas.

O primeiro foi um que sem dúvida é um dos mais conhecidos, o La Rueda. Tinha lido sobre ele e como no primeiro dia chegamos muito tarde na cidade e precisávamos decidir onde ir rápido demos preferência a um local perto do hotel. Ah, estávamos loucos por uma carne na parrilla Argentina e um bom vinho.

Restaurante La Rueda - Puerto Iguazu

Restaurante La Rueda – Puerto Iguazu

Adorei o restaurante. Ambiente agradável, serviço ótimo, excelente carta de vinhos e comida.

Gastamos em torno de 140 reais o casal. Com vinho, entrada, um prato de carne e acompanhamento que compartilhamos.

Na segunda noite optamos por um programa mais local e o restaurante escolhido foi o La Bocamora. Ele fica um pouco mais afastado do centrinho mas ainda perto afinal de contas a cidade é pequena.

Diferente do La Rueda o ponto forte eram os peixes. No entanto eu diria que o ponto forte mesmo era a vista. Adorei! Uma grata surpresa!

Restaurante La Bocamora - Puerto Iguazu

Restaurante La Bocamora – Puerto Iguazu

Conhecemos uma parte da cidade que não teríamos conhecido caso não tivéssemos ido até o restaurante. Foi legal também a caminhada na volta – do La Bocamora até o nosso hotel, com uma parada estratégica na feirinha e em uma baladinha.

Do La Bocamora ao centro foram aproximadamente 25 mintos. Gastamos em torno de 122 reais o casal em dois pratos de peixe e uma garrafa de vinho.

O último restaurante escolhido foi a Parrilla Pizza Color. Nesse dia fomos de taxi até o El Quincho del Tio Querido porém acabamos desistindo devido à enorme quantidade de brasileiros. Além disso era nosso último dia e como nosso voo era muito cedo queríamos algo rápido.

A Parrilla Pizza Color tem um ambiente descontraído. Como chovia aos cântaros a aérea externa não estava sendo utilizada. Peninha! É um lugar com um ótimo custo x benefício. A carne era boa e gostei do fato de eles terem muitas opções de vinho meia-garrafa. Gastamos menos que no La Rueda mas acho que levamos menos também. Foram em torno de 80 reais o casal em uma entrada, uma prato de carne compartilho e um vinho meia garrafa.

Parrilla Pizza Color - Puerto Iguazu

Parrilla Pizza Color – Puerto Iguazu

compras

Em função do tempo que tinha disponível optei por não conhecer o duty free do lado Argentino então infelizmente não tenho como deixar nenhuma informação a respeito. Além disso para quem está acompanhando essa série de post, o primeiro dia passei em Cuidad del Este então não é que estava na “vibe” para compras.

A dica deixo é de dar uma passadinha no supermercado e aproveitar os vinhos, doces de leite e alfajores argentinos.

Puerto Iguazu ou Foz do Iguaçu?

Sem dúvida Puerto Iguazu tem características que acho que Foz fica devendo como a facilidade das coisas para o turista, as carnes e vinhos melhores e a preços bem mais acessíveis e a cidade mais charmosinha. Mas o que mais me encantou foi o lado cosmopolita. Conhecemos uma alemão casado com uma argentina, uma americana que viajava com um australiano, um casal francês e outro de irmãos alemães que depois de estudar no Chile viajavam pela Argentina e por aí vai.

Era véspera da Copa do Mundo e todos queriam saber como estava o Brasil e a seleção Brasileira. Puerto Iguazu foi uma oportunidade de nos sentirmos em uma viagem internacional mesmo estando tão perto do Brasil. Recomendo muito a experiência!

E você, já ficou ou planeja ficar hospedado por lá? Tem dica de algum hotel? Deixa um comentário contanto sua experiência ou expectativa.

5 comentários sobre “A Cidade de Puerto Iguazu – nossa base nas Cataratas – onde ficar, comer e outras dicas.

  1. Sergio disse:

    Como estão as coisas na Argentina atualmente? A situação política se reflete na estadia do turista? Um amigo meu recentemente foi a Buenos Aires e lamentou muitas coisas, sobretudo o aumento da população de rua, as pessoas implorando por dólares… Triste, não? Ainda assim, vale o passeio?

    Curtir

    • planejandoaviagem disse:

      Olá Sergio, tudo bem? Realmente as questões políticas estão aumentando a pobreza e causando as situações citadas por você. Tive a mesma percepção em Buenos Aires porém essas questões são pouco perceptíveis em cidades pequenas como Puerto Iguazu.
      Eu não deixaria de ir! Abraços!

      Curtir

  2. Bruna Samuara disse:

    Estou indo terça-feira para Foz do Iguaçu e de lá irei a Puerto.
    Os hotéis que você ficou em dúvida, são os que estou kkkkkkkk
    Tenho uma dúvida, espero que possa me ajudar: no nosso último dia em Puerto Iguazu, iremos às Cataratas do lado Argentino.Mas temos um problema, as malas.Sabe de algum guarda-volumes ou se o hotel faz esse tipo de serviço?

    Obrigada, muito bom o seu post.

    Curtir

    • planejandoaviagem disse:

      Olá Bruna, que coincidência! Já decidiste? O ideal é deixar as malas na pousada pois assim não tem que ficar carregando de um lado para o outro. Uma outra opção pode ser a rodoviária, se não me engano eles tinham lockers por lá. Fico feliz que tenhas gostado do post, quando voltares passa por aqui se puderes para falar do hotel que escolheste e de suas impressões sobre a cidade. Abraços e boa viagem!

      Curtido por 1 pessoa

      • Bruna Samuara disse:

        Olá 😃
        Coincidência mesmo, pq acabei de receber um e-mail da pousada que ficaremos. Ainda bem que ela possui locker, logo deixarei a mala lá.
        Não desisti não, estou terminando de arrumar as coisas para ir. Estou super animada.
        Pode deixar que passo por aqui.
        Obrigada pela ajuda.
        Abraços 😃

        Curtir

Deixe aqui seu comentário ou dúvida

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s