Esqui desempacotado no Chile (Nevados de Chillan e Valle Las Trancas)

Finalmente estreando o primeiro post do blog com dicas e roteiro sobre esqui na América do Sul. Post especial sobre esqui no Chile mais precisamente sobre a estação de esqui de Nevados de Chillan e sobre a cidadezinha localizada no vale próxima a estação chamada Valle Las Trancas. Destinos que, na minha opinião, oferecem um dos melhores esquis desempacotados do Chile.

Já esquiei outras vezes na América do Sul mas depois disso toda a experiência que tive foi na Itália. Era justamente pela experiência de esqui na Itália que estava louca para ir esquiar no Chile porém fazendo como na Europa: o mais desempacotado possível. Queria alugar uma casa/apartamento com infra-estrutura, ficar em uma cidade com neve e não em um resort cheio de serviços, enfim ter uma experiência mais local.

Na Itália era sempre muito fácil, comprava-se o aéreo e/ou trem, alugava-se uma das inúmeras opções de hospedagem disponíveis e se fazia a mala. Chegando ao local as cidades sempre tinham uma excelente infra-estrutura então não era necessário estar muito atento a detalhes como transporte público para as pistas, supermercados, etc. No Chile não foi tão simples assim e nos próximos parágrafos explico os porquês mas a melhor notícia é que dá para fazer algo do tipo🙂

Para onde fomos?

A estação de esqui escolhida foi Nevados de Chillan. Optamos por ela porque meu namorado já conhecia e queria não só revisitá-la mas também que eu a conhecesse. Além disso tínhamos certeza que ali o esqui era desempacotado, isto é, poderíamos utilizar a cidade de Valle Las Trancas como base. Uma outro local na América do Sul que oferece um bom esqui desempacotado é Bariloche porém como já tinha ido em outras duas oportunidades estava buscando algo diferente.

 Como fomos para nevados de chillan/valle las trancas (voo e aluguel do carro)

Fomos de São Paulo à Santiago com a TAM, e de Santiago à Chillan/Valle Las Trancas/Nevados de Chillan em carro alugado.

De São Paulo à Santiago fomos com milhas, pagamos 7 mil o trecho. Emitimos com antecedência, fomos na alta temporada e voltamos na baixa e escolhemos um voo que tinha o inconveniente de ter uma conexão no Paraguai. Acho que explica a quantidade reduzida de milhas🙂

Uma opção mais conveniente seria voar de SP à Concepcion e alugar o carro a partir desta cidade. Porém não conseguimos encaixar essa opção no orçamento/milhas disponíveis nem nos horários. Em relação às 1,5 horas a mais de duração do voo estávamos tranquilos porém o que mais preocupava era o possível extravio da bagagem durante a conexão em Assunção.  Como gato escaldado tem medo de água fria fizemos malas pequenas e levamos como bagagem de mão. Analisando melhor a situação acho que esse procedimento foi desnecessário. O aeroporto de Assunção é muito pequeno. As malas mal saíram de um avião e foram colocadas no outro que estava ao lado. Se tivéssemos despachado nossas malas elas estariam no avião muito antes de gente…risos.

Chegada no Aeoroporto de Santiago - Arturo Benitez

Chegada no Aeoroporto de Santiago – Arturo Benitez

Chegamos em Santiago 30 minutos antes do horário previsto e fomos direto para providenciar o carro alugado através do Rentalcars.com.

Tentamos evitar o aluguel do carro. Avaliamos opções de trem e ônibus  até Chillan e de ônibus de Chillan a Valle Las Trancas. No entanto de Valle Las Trancas até a estação de esqui de Nevados de Chillan a única opção seriam os transfers. Também tentamos alugar um carro a partir de Chillan – para fugir de ter que dirigir até lá – porém os horários de fechamento das locadoras de carro inviabilizaram essa estratégia. Sem falar que os aluguéis por ali custavam bem mais.

Foi a primeira vez que alugamos um carro com esse tipo de parceria. Éramos céticos em relação ao fato de não se saber de que companhia se está alugando e aos asteriscos desse tipo de contrato. O que nos convenceu foi que depois de fazermos uma cotação pela internet, mais para fins informativos, recebemos uma ligação de um funcionário brasileiro da Rentalcars.com Chile.

Ele nos informou que a locadora seria a Alamo, o que nos deu mais confiança. Além disso a Rentalscars.com faz parte do grupo Priceline, mesmo dono do Booking.com e de outros sites importantes como o Kayak e isso corroborou para que criássemos coragem de usar o produto deles. Já era mais que ora!

Dessa forma, mesmo depois de ter avaliado alugar carro em Santiago com a Chilean – dica do MeusRoteirosdeViagem – e com a Good optamos pela Rentalcars para testar o serviço.

Tivemos pequenos problemas que somados nos geraram um grande transtono. Para resumir: o processo de aluguel do carro demorou 4 horas! É difícil explicar o porquê de tanta demora, mas vou tentar porque não quero que aconteça com mais ninguém. Para ter acesso a todos os detalhes leia esse post aqui! Nele além de contar o que houve falo de cuidados importantes para quem quer alugar um carro por lá.

Passadas as quatro estávamos bastante preocupados com o longo caminho que nos esperava (aprox. 7 horas). Tínhamos acordado às 5 da manhã, feito um voo um pouquinho cansativo e passado por uma situação de stress com o aluguel do carro que parecia que não seria resolvida. Saímos do aeroporto em direção à Ruta 5 Sur passando por Santiago em plenas 18 horas de uma sexta-feira e ficamos impressionados com a tranquilidade do trânsito. Nada como expectativa baixa.

Santiago é bastante planejada e existe um anel rodoviário em torno da cidade que faz com que saindo do aeroporto para acessar a Ruta 5 Sur você mal passe por ela. Pegamos lentidão em apenas um ponto e depois dele tudo transcorreu na mais perfeita paz.

De Santiago à Chillan a Ruta 5 Sur é uma reta só. Foram 414 kms que fizemos em 5 horas contando duas paradas. A Ruta 5 Sur é tranquila e os chilenos na direção também. A estrada até Chillan é duplicada, bem sinalizada e os pontos de parada “paradores” muito bons. Paramos por duas vezes: logo que saímos para  um lanche no Upa e umas 3 horas depois para jantar e abastecer no Copec. A qualidade dos paradores é impressionante!

Upa - Paradouro Ruta 5 Sur Chile

Upa – Paradouro Ruta 5 Sur Chile

Ao chegarmos na cidade de Chillan, para nossa felicidade, observamos que o supermercado Jumbo ainda estava aberto e decidimos parar para fazer compras. Sabíamos da existência desse supermercado e estávamos contando com ele porém não esperávamos que aquela hora ainda estivesse aberto.

Tínhamos alugado uma cabaña, a ideia era de fazer a maioria das refeições na cabaña mesmo e para isso precisaríamos fazer compras. Como no Valle Las Trancas existem apenas supermercadinhos o planejamento era comprar tudo aquilo necessário antes de subir.

Compramos tudo em 15 minutos pois o supermercado apesar de ainda aberto estava por fechar. O que nos ajudou foi que antes de viajar fiz uma lista de tudo que precisaríamos para evitar que esquecêssemos de algo importante. Com a lista em mãos saímos correndo pelo supermercado, cada um para um lado, parecia aquele programa de televisão.

Feitas às compras recorremos ao pessoal de informações do supermercado que nos ajudaram à ligar para a cabaña para avisarmos do atraso.

De Chillan a Valle Las Trancas são 83 km que foram percorridos em aproximadamente 1 hora. A estrada é de mão única, bem sinalizada e com bastante vida se levarmos em conta o horário e o frio. Casas, barzinhos e pessoas ao longo da estrada. Neve só vimos mesmo ao chegarmos no Valle Las Trancas. A estrada toda pode ser percorrida tranquilamente sem o uso obrigatório de correntes de neve. A estrada é plana, você vai subindo tão devagar que nem percebe e também não sobe muito. A subida mesmo está de Valle Las Trancas à Nevados de Chillan.

Chegamos em Valle Las Trancas quase a uma de manhã do dia seguinte, no geral foi tudo muuuito tranquilo quando comparado à epopeia do aluguel do carro.

Do Valle Las Trancas até Nevados de Chillan pode ser que seja obrigatório o uso de correntes de neve nos pneus. Você não precisa se preocupar em saber com antecedência porque caso seja haverá um policial no posto dos “carabineros” – no limite entre o vilarejo de Las Trancas e a subida para a estação – fiscalizando a nessecidade das correntes para prosseguir.

Posto Carabinero em Las Trancas

Posto Carabinero em Las Trancas

É justamente ali que ficam os “cadeneros”, os senhores que alugam as correntes (cadenas). Quando fomos as correntes custavam 15 mil pesos por dia mas fechamos um pacote para 4 dias e pagamos 10 mil pesos chilenos por dia. As correntes não são muito fáceis de colocar e retirar. Sem dúvida o serviço prestado pelos cadeneros que as colocam e tiram todos os dias é um diferencial à parte.

Início da subida de Las Trancas à Nevados de Chillan

Início da subida de Las Trancas à Nevados de Chillan

Eles as colocaram e retiraram no final primeiro dia, as colocaram novamente no segundo e pedimos para não fossem retiradas porque naquele dia tinha nevado muito. As mantivemos no terceiro e as retiramos definitivamente no quarto quando vimos que não seria mais necessário. Tiramos por nossa conta porque eles não estavam lá (eles somem quando a obrigatoriedade não existe..rs). No quinto e sexto dia subimos sem problemas e sem correntes e no final desse dia ligamos para que eles fossem busca-las na pousada. Ficamos com as correntes por 6 dias e pagamos só os 4 que as utilizamos. Tudo informal mas funcionou sem problemas.

Dirigir na neve, com as correntes e com prudência foi tranquilo. Não tivemos problema com o carro que alugamos, um Nissan Sentra 1.6 (foto abaixo). As correntes só serão indispensáveis se o carro tiver tração 4×4.

Uma dica importante: abastecer o carro ao chegar em Chillan. Em Valle Las Trancas não existe posto de combustível.

hospedagem em valle las trancas

Como disse anteriormente ficamos hospedados na Cabaña Antue. Não foi fácil achar uma hospedagem nos moldes que queríamos. A informação não estava tão disponível na internet. O Booking.com, uma referência em disponibilidade de hospedagens tinha pouca oferta quando fizemos essa viagem. Quase dois anos depois a coisa mudou bastante. Que bom! Isso facilita muito!

O negócio foi literalmente “fuçar na web”. As opções começaram a aparecer quando utilizei o termo de busca “cabañas”. Dois sites foram importantes durantes as pesquisas: o Cabanas de Chile e o Termas de Chillan. Optamos pela Antue, porém ao chegar visualizei inúmeras opções e por isso resolvi fazer uma listinha. Você encontra ela aqui!

Exterior da Cabanã para 2 pessoas na Antue

Exterior da Cabaña para 2 pessoas na Antue

Adoramos a cabaña, super fofa, toda em madeira com aquele clima de montanha que procurávamos. Cama super confortável, banheiro pequeno mas com um água muito quente; algo imprescindível depois de um dia de esqui. Cozinha muito bem equipada. TV à cabo, ótimo porque em locais de esqui o povo dorme cedo e as vezes você tem que matar o tempo. Segue um vídeo abaixo:

O  serviço de limpeza diário também foi bom, eles sempre deixavam a lareira já abastecida e com o fogo acesso para que a cabaña estivesse quente quando chegássemos. Além disso sempre organizavam o estoque de lenha dentro da cabaña pois diariamente era necesssário repor a lenha utilizada na noite anterior. Tínhamos um estoque grande do lado de fora, na varanda.

Essa questão do aquecimento acho que é a principal decisão que se deve ter em consideração ao alugar um cabaña. Existem basicamente dois tipos: a calefação central, que basta ligar e aquece todo o local e o aquecimento através de combustão lenta. Que foi o nosso caso! Dá uma olhada na foto abaixo.

Sistema de queima de lenha em combustão lenta

Sistema de queima de lenha em combustão lenta

Esse sistema, diferentemente de uma lareira, possui uma porta que é praticamente um pirex, que dificulta a entrada de ar e faz com que a lenha queime mais devagar. No entanto, uma coisa é certa, mesmo devagar a lenha toda será queimada. Dessa forma, se você não quiser que o fogo se apague, terá que repor a lenha durante a madrugada. No nosso caso, como não tínhamos experiência, ficamos de babá e repunhamos a lenha a cada 2,5 horas. Melhor repor antes de terminar do que correr o risco de ter que fazer um fogo às 3 da manhã. Não foi a coisa mais confortável do mundo mas também não tirou pedaço.

A pousada como um todo era uma graça, no meio da pousada um lago congelado e a neve que cercava todo o lugar davam um charme especial.

Cabanã Antue em Las Trancas

Cabaña Antue em Las Trancas

Fizemos a reserva por email. Pagamos no cartão no chek-out. O Sr. Juan, proprietário, foi bastante atencioso e disponível durante toda nossa estadia. Ao todo as 8 noites (de sexta à sábado) nos custaram 1.125 reais para o casal.

Aluguel de Equipamentos de Esqui em Valle Las Trancas

Passada a chegada, o primeiro dia era o momento de alugarmos os equipamentos, de definir a questão das correntes para o carro (falei acima) e de rumar para a montanha.

Existem muitas lojas de aluguel de equipamentos em Valle Las Trancas. Optamos pela El Frances. Eles eram próximos da pousada e tinham uma parceira com a Antue.

Loja El Frances em Las Trancas

Loja El Frances em Las Trancas

O antedimento na loja naquela manhã de sábado foi um pouco complicado em função do grande número de pessoas mas nada que nos fizesse perder muito tempo. Gostamos muito dos equipamentos. Fizemos inclusive uma troca da minha bota sem problemas.

Equipamento alugado no El Frances

Equipamento alugado no El Frances

Ao invés de alugarmos por dia fizemos um pacote bastante conveniente. Recomedo o pacote nesses caso como o nosso pois além da economia tem o conforto de não pecisar levar e buscar o equipamento diariamente. O risco é você pagar por dias em que o tempo não permite que você utilize mas com a economia do pacote acaba ficando elas por elas. Alugamos por 6 dias e pagamos por 5. Gastamos 228 reais por pessoa para aluguel de botas, esquis e bastões.

Você já deixa o equipamento no carro pronto para o próximo dia. Aliás, isso é a coisa boa do carro quando comparamos com a Itália, local em que utilizamos o transporte público: você não precisa carregar tanto os esquis. Coisa boa! A coluna agradece🙂

Como esse post já está muito grande vou parar por aqui. A intenção é dividi-lo em dois e no próximo falar sobre a estação de Nevados de Chillan e as opções de entretenimento que a estação e a cidadezinha de Valle Las Trancas oferecem. Até breve!

49 comentários sobre “Esqui desempacotado no Chile (Nevados de Chillan e Valle Las Trancas)

  1. Tadeu disse:

    Olá, parabéns pelas postagens, estão ajudando muito no planejamento. Porém estou com uma duvida qto às correntes nos pneus. Eu já reservei um carro 4X4, mesmo é obrigatório o uso das correntes?

    Curtir

      • Tadeu Andrade disse:

        Obrigado pela resposta sobre o carro.
        Tenho mais uma dúvida, quais operadoras de celular tem cobertura no Valle de Las Trancas e na estação de esqui? Alguma tem cobertura 3G?

        Curtido por 1 pessoa

      • planejandoaviagem disse:

        Olá Tadeu, tudo bem?
        Infelizmente não consigo responder à sua dúvida. Quando fui meu telefone não estava com roaming internacional habilitado e não me atentei a esse fato. Uma das maiores operadores do país, senão a maior, é a Claro. Imagino que no site deles consigas alguma informação.
        Desculpa não conseguir ajudar muito.
        Abraços!

        Curtir

  2. Carol Seixas disse:

    Boa tarde,

    Gostaria de tirar algumas dúvidas, estou indo para Nevados de Chillan em duas semanas e ainda estou com dúvida em relação qual é o calçado mais adequado para a minha viagem, eu sei que para a esquiar existe uma bota própria que alugamos junto com o restante do material,mas estou olhando modelos de bota para comprar para usar no dia-a-dia e gostaria de saber se você acha que é essencial que a bota seja impermeável, você indica alguma marca? Já olhei algumas ( timberland, vento, bull terrier, macboot) e estou na dúvida ainda.

    A outra pergunta é em relação a voltagem nas cabanas, também irei me hospedar nas cabanas antue, você lembra qual é a voltagem?

    Desde de já agradeço =)

    Curtir

    • planejandoaviagem disse:

      Olá Carol, tudo bem?
      Eu tenho uma bota da timberland e ela é minha companheira de neve..hehe; dentre as marcas que você citou só posso recomendar essa marca porque as outras não conheço. Acho importante ser impermeável para que seu pé não fique molhado. No entanto uso só irá acontecer se você caminhar muito na neve. Se por acaso você pretende esquiar mais daqui para a frente acho que vale o investimento. Nesse caso é importante que tenha um solado anti-derrapante, gelo pode ser ainda pior que neve, e que seja botinha pois proteje seu tornozelo se por acaso você cair. Eu tenho também uma de cano baixo, com gore-tex da Columbia. Marcas que acho boas são HH, Merrel, North Face e Sorel.
      Eu comprei as minhas fora do Brasil, se por acaso você for passar por Santiago antes podes tentar comprar lá, como eles usam bastante você vai ter acesso a mais modelos e talvez o preço seja um pouco menor.
      Nessa viagem específica o que acontece, se vocês forem alugar carro, é que irão estacionar e já colocar as botas de esqui/snow. Acaba que na própria estação você passa o dia inteiro com a bota de esqui/snow e como em Valle Las Trancas talvez não tenha tanta neve você pode ser que a bota não seja tão necessária assim.
      A voltagem em todo o Chile é de 220. Não escrevi post sobre roupas e afins ainda (to devendo) mas tem algo muito importante: não esqueça do protetor solar para o rosto. O sol reflete na neve branca e castiga muito a pele.
      Se precisar de algo mais me avise. Abraços.

      Curtir

  3. Thiago disse:

    Parabéns Michele! muuito top!
    Daqui exatamente 1 ano estou me casando e adoraria ir passar minha lua de mel no valle das trancas, consegue me ajudar na questão de valores? Pretendo esquiar no maximo 2 dias e nos demais (4 dias) gostaria de fazer passeios mais tranquilos.
    Sobre a alimentação, como você fez?
    Me aconselharia pegar um onibus de Santiago até Chillan e depois outro até o valle?
    Obrigado

    Curtir

    • planejandoaviagem disse:

      Olá Thiago, tudo bem??
      Que bom que gostastes! Lua de mel em Valle Las Trancas? Isso? Que legal! Eu acho que montanha, neve e lua de mel tem tudo a ver.
      Posso ajudar sim mas acho que minha viagem foi muito simples, não serve como parametro para uma lua de mel. Nesse caso eu recomendaria um hotel mais top como Rocanera no Valle ou mesmo os hoteis do complexo Nevados de Chillan.
      Em relação a comida, nós cozinhamos quase todo o tempo porque alugamos uma cabana com cozinha.
      Em relação ao transporte não recomendo o ônibus não. Os horários não são bons e depois para locomoção entre o Valle e a estação de esqui você irá ficar dependente dos transfers que são muito caros.
      Se precisares de alguma outra informação entre em contato. Abraços!!!

      Curtir

  4. Ana carolina seixas disse:

    Bom dia,

    Parabéns pelo post! Está muito bom e muito bem detalhado, gostei bastante! Eu e meu namorado vamos a Valle de las Trancas e resolvemos ficar hospedados nas cabanas antue também, entramos em contato com eles e eles responderam falando que tem disponibilidade para o periodo que queremos e informaram que para confirmar a reserva é necessário a transferência de metade do valor da hospedagem. Minha pergunta é: quando vcs reservaram também tiveram que realizar esse depósito antecipado de metade do valor? conseguiram negociar alguma outra forma de pagamento ( cartao de crédito por exemplo).
    Desde de já agradeço a atenção!

    Curtir

    • planejandoaviagem disse:

      Olá Ana Carolina, tudo bem? Fico feliz que tenhas gostados do post. Obrigadíssima!
      Fui olhar meu histórico de emails e vi que enviei para eles os dados do meu cartão de crédito por email para que o mesmo servisse de garantia de reserva. É algo que não gosto muito de fazer mas um mal por vezes necessário. Não tinha como fazer essa transferência pois meu banco me cobraria uma taxa muito alta na época.
      Espero ter ajudado, acho que se properes algo do tipo eles aceitaram.
      Abraços!!!

      Curtir

      • Ana carolina disse:

        Muito obrigada pela resposta, ajudou bastante! Vou ver se consigo resolver da mesma forma, fui no banco fazer a transferência e o valor que teria que pagar de taxa era quase o mesmo valor da reserva! Aí não vale a pena! Vamos negociar com eles! Obrigada demais pela ajuda!

        Curtido por 1 pessoa

  5. Elias disse:

    boa noite. primeiramente parabéns pelo seu blog, ajudou bastante as minhas pesquisas.
    estou planejando uma viagem em julho para las trancas e gostaria de tirar algumas duvidas.
    tenho dificuldade em separar os valores para as atrações turisticas do lugar como, equipamentos de ski, passeios, restaurantes etc. poderia me ajudar?
    como são os restaurantes da vila? teria alguma dica para meu passeio?
    desde já, agradeço

    Curtir

    • planejandoaviagem disse:

      Olá Elias, tudo bem?

      É claro que posso ajudar!! Esse é justamente o intuito deste blog🙂
      Eu separo o planejamento dos gastos com alimentação e dos gastos com atrações/passeios/diversões. Faço isso somente para facilitar porque no final é tudo entretenimento não é mesmo?

      Em alimentação calculo uma média dos gastos por pessoa com café da manhã, almoço, lanches e jantares. Para calcular uma media para Las Trancas leve em consideração que se fores esquiar a tendência é que o almoço e o lanche/café seja em um dos restaurantes em Nevados de Chillan enquanto o jantar em Las Trancas. Imagino que sua acomodação tenha café da manhã então pode ser o caso de desconsiderar esse item.
      Como fiquei quase uma semana, aluguei uma cabaña com cozinha e gastei bem menos com alimentaçao porque fiz apenas os almoços e um jantar fora. Se você por acaso for fazer nesse formato o cálculo também será outro.
      Para te dares uma ideia, meus gastos na época, já convertidos no cambio atual pois pelo que vi a relação peso/real continua bem parecida, foram:
      – media de 35 reais por almoço por pessoa na estação de esqui (lanches rápidos e bebidas quentes, nada de alcólico…hehe);
      – 80 reais por pessoa em um janar (um prato e um drink) em um restaurante mais arrumadinho.

      Em entretenimento calcule o aluguel dos equipamentos (botas, esquis e bastões), as roupas, caso não tenhas (calça, jaqueta e luvas) e os passes.
      O valor dos passes pode ser por dia ou por grupos de dia, além disso depende também da temporada. Aqui inclua também gastos com passeios que pretende fazer como andar de trenó, SPA’s e coisas do tipo.
      Para te dares uma ideia dos meus gastos:
      – 60 por dia por pessoa com aluguel de equipamento (não aluguei capacete na época mas hoje consideraria essa opção por questões de segurança);
      – 60 reais o casal no SPA do Hotel Nevados.
      – 150 por dia por pessoa em passes (acesse aqui o tarifário 2016 de Nevados).

      Bom, acho que era isso.
      Precisando de algo mais é só escrever.
      Abraços,

      Curtir

  6. Gustavo Chagas disse:

    Olá,
    Adoramos sua resenha sobre Chillan e Valle Las Trancas. Eu e minha namorada estamos indo pra lá agora em julho e optamos por fazer um roteiro semelhante (praticamente igual ao de vcs). Nossa plano é passar 4 noites em Las trancas (cabana) e curti Nevados de Chillan. Entretanto, nunca esquiamos e tão pouco dirigimos no gelo.
    Nossas duvidas são:
    1- qualquer carro (econômico, pequeno tipo corsa) acomoda dois pares de ski e demais apetrechos para esquiar?
    2- Carros econômicos 1.0 e cambio manual são a melhor opção, ou devemos optar por carros tipo 1.6?
    3- Vale mais a pena ficar la no fim de semana, ou optar por dias de semana? pergunto isso por acreditar que seja mais cheio de sexta a domingo.
    3- De todos aquelas cabanas que vc sugeriu, alguma vc indica (tipo uma que vc gostou muito)?

    mais uma vez parabéns pelo texto!

    Curtir

    • planejandoaviagem disse:

      Olá Gustavo, tudo bem?

      Coisa boa esquiar em Nevados, vocês vão curtir. A neve de lá é muito famosa pela qualidade. Em julho deverá estar bem agradável já que é alta temporada e o local deve ficar animadinho e “nevadinho”. Já que nunca esquiaram eu recomendo fortemente que façam aulas, saber como se movimentar com os esquis ajuda muito no início, torna a curva de aprendizado bem mais rápida e deixa a brincadeira mais agradável. Sem saber o que fazer você acaba cansando demais. Depois me conta como estava, eu como fui no final de temporada peguei as coisas mais calmas.

      Antes de responder as tuas dúvidas queria agradecer a visita e as perguntas. Foi ótimo porque acabei dando uma atualizada naquele post sobre as cabanas/hoteis. Valeu! Bom, vamos as suas perguntas:

      1 e 2 – vou respondê-las juntas porque na verdade se complementam. O carro 1.0 aguenta bem porque com as correntes você tem que dirigir devagar então ter mais ou menos torque não faz muita diferença. Acho que a questão crucial pode ser o espaço no porta malas. Calcule que o esqui para inciantes é normalmente da altura do seu pé até seu nariz. Se vocês forem altos pode ser que seja difícil de acomodá-los no porta malas.
      3- Final de semana é mais cheio porque as pessoas das cidades ao redor fazem bate e volte. É legal ver a montanha e a cidade mais animadinha no entato isso pode significar preços um pouco mais altos nos hoteis e filas no meios de elevação. Para vocês que são iniciantes pode ser mais chatinho ainda porque as áreas de iniciantes costumam ser concorridas porque são menores.
      4- Antes de ir gostei bastante EcoBox Andino, no entanto elas são enormes, para nossa felicidade eles fizeram o Refugio EcoBox que parece bem legal.
      Já tive alguns leitores que reservaram! Não são cabanas, são quartos. Acho uma boa opção para quem não vai ficar quase uma semana como eu. Em termos de cabanas propriamente ditas o dificil é encontrar uma para duas pessoas. Gosto bastante da Los Hualles e da Basecamp. Se quiser algo mais top pode verificar o Lodge Rocanera.

      Bom, acho que era isso.

      Curtir

  7. Emerson Franciscon disse:

    Muito boa as dicas, estava com medo de fecha um pacote, porem agora não estou mais.
    Gostaria de saber qual a media de valor tenho que levar para gastar em 6 a 7 dias em Las Trancas? e a onde faço a troca de reais para pesos? ou não é necessário?

    Curtir

    • planejandoaviagem disse:

      Ola Emerson, fico feliz que tenhas gostado do post. O que levar em dinheiro é bastante relativo, vai depender dos seus gastos, do que pretendes pagar em dinheiro e do numero de pessoas. Meu conselho pe que você faça um cálculo e avalie a quantidade. Com a incidência do IPF no cartão e na função debito talvez seja mais conveninente comprar pessos chilenos. Na época não levei reais então não sei te dizer ao certo, mas não arriscaria levar porque o vilarejo é pequeno e nossa moeda está cada vez mais fraca. Abraços!

      Curtir

  8. Karen disse:

    Tem restaurantes em Valle las Trancas? Vou me hospedar no PIRIMAHUIDA LODGE & SPA, mas estou vendo uns comentários não muito bons sobre as comidas.

    Curtir

  9. Maurício disse:

    Michele! Quanta informação preciosa. Que belo site encontrei. Está de parabéns! Já me ajudou muito. Queria pedir um conselho, talvez até ajude alguém também: eu vou com minha esposa e tenho um pouco de receio de alugar carro (confesso que perdi um pouco depois que li seus post), então como já estarei em Santiago, pensei em ir de onibus, nos hospedarmos no Riding Chile e tomarmos o RemBus ($3.000) que passa na RN55 umas 9h e vai até a estação de esqui e depois retorna de lá umas 16h30. Entrei em contato com a empresa que me disse que é super tranquilo tomar este onibus. Pela escassez de horário fui ver transfer privado porém me parece que está em torno de $ 30.000 por pessoa ida e volta (mesmo que seja apenas 7km). Até mandei email pra Sernatur porém eles me disseram que não há outra opção além destas. VC chegou a ver algum outro transferência que valesse mais a pena? 30.000 por pessoa é muito caro, o preço de alugar um carro, porém este exige outras preocupações como combustível, estacionamento, ‘cadenas’. Sabe me dizer os preços de transfers ou alguma outra ideia? Agradeço. Abraços!!!

    Curtir

    • planejandoaviagem disse:

      Olá Maurício, muito obrigada! Infelizmente tive exatamente a mesma experiência de planejamento que vc.

      Como achei o valor do transfer muito alto e os horários da RemBus restritos não quis arriscar. O aluguel do carro compensava muito para os sete dias de viagem.
      Hoje analisando a viagem como um todo, acho que sem o carro teríamos ficado muito limitados em relação ao horários x passeios que queríamos fazer e também em relação a necessidade de supermercado devido a estadia de 7 dias em cabana.
      Além disso, imagina no meu caso, que tive problemas com o cartão e precisei voltar a Chillan para sacar. Teria sido o barato que sai caro com certeza.

      No entanto, acho que a solução que econtraste funciona. O Riding fica na boca da subida para Nevados e possui restaurante e, se não me engano, lojas de aluguel de equipamentos próximas.
      Acredito que conseguirás esquiar e imagino que também aproveitar o Hotel Nevados caso queira pois ele fica muito próximo de um dos estacionamentos e você pode chegar lá esquiando.

      Recomendo que Você verifique se os ônibus da RemBus passam todos os dias? Na época os horários do final de semana eram bons porém os do meio da semana não consegui encontrar.
      Além disso não esqueça do seu descolamento de Santiago a Chillan, verifique se o horário em que vais chegar bate com o horário de saída do Bus. No meu caso teria que dormir uma noite em Chillan.
      Também recomendo levar uma boa quantidade em cash em caso de problemas com cartão.
      Se você se cercar de tudo isso acredito que consiga fazer da forma como colocaste.

      Desculpa não conseguir te dar uma outra sugestão, infelizmente na minha opinião é uma escolha entre carro alugaro ou RemBus já que nem taxi me lembro de ter visto por lá.

      Abraços e bom planejamento!

      Curtir

  10. Henrique disse:

    Parabéns pelo post! Muito bem escrito e detalhado. Está me encorajando até a ir sem mt planejamento. Estou em Concepción e pretendo sair amanhã bem cedo (umas 7h) para chegar às 9h. Minha ideia é fazer uma aula coletiva de 3 horas, nas poucas pistas que estão abertas agora (nao esta nevando esses dias e a neve está em 75 cm). Estou com mais dois amigos que não querem esquiar, mas querem conhecer as termas ou fazer uma caminhada na neve, para aproveitar que esfamos aqui. Hoje fui na loja da Nevados em San Pedro de la Paz (cidadezinha mt feia perto de Conce) e consultei os preços da estação e das aulas. Mas eles nao foram mt seguros qt ao aluguel de equipamentos. Saberia dizer qt vou gastar para alugar por um dia, considerando que preciso até de luvas? Dependendo do que disser (se vir meu post hj.. Hehe) vou ao shopping hj ainda e compro as luvas. Vi que vc alugou em las trancas. A pessoa da lojinha da nevados (e tb li isso em outros blogs) me indicou alugar no hotel msm, pq os equipamentos sao de melhor qualidade. Procede? Vou gastar mt mais?
    abs

    Curtir

    • planejandoaviagem disse:

      Oi Henrique, que bom que gostaste do post, pena que só vi agora. De qq forma se estivesse no seu lugar eu faria esse passeio com certeza. Nevados é muito bonito e vale a visita! Também acho que para quem tem pouca experiência com neve mesmo pouca neve é muita neve🙂
      Sem dúvida vocês irão se divertir! Eu aluguei os equipamento no El Frances e foi super tranquilo. Pelo meu calculo saiu em torno de 50 reais o dia, mas foi um pacote de varios dias e ja tem um certo tempo. Ah, não aluguei roupas, somente equipamento e achei a qualidade boa. Lembro que do lado do mercadinho local existia uma outra loja que tinha melhor preço porém não a mesma qualidade. De qq forma é bem difícil no início do aprendizado a qualidade fazer muita diferença, a menos que seja uma bota muito pesada ou que esteja machucando tudo é meio imperceptível, a gente começa a notar mais que um equipamento é melhor que outro quando o nível de esqui começa a subir. Alias, os equipamentos para iniciantes costumar ser mais pesadinhos e menos delizantes…hehe. Imagino que nos hotéis a qualidade também seja boa mas baseada em experiências anteriores diria que tem chance de serem um pouco mais caras. O El Frances fica na rua principal, se eu fosse você parava ali para um orçamento sem compromisso. Como a temporada ainda está baixa acho que consegues negociar. Bom, desculpa ter respondido só agora. Espero que consigas aproveitar e se puderes voltar e contar um pouquinho como estão as coisas por lá seria ótimo! Abraços!

      Curtir

      • Henrique disse:

        Acordei pela manhã bem cedo em Concepción (umas 6h30) e me empolguei pra ir só por ler a resposta. Fui no risco no Hotel e aluguei td lá, inclusive as luvas, que só encontrei na lojinha na parte de trás do hotel Nevados. Foi pouco tempo, mas foi bom demais! Valeu a pena (até msm a carteira apreendida pelos carabineiros na volta por excesso de velocidade 😒). Aliás, é uma boa dica pra quem vai de carro: não ultrapasse os limites de velocidade das vias, principalmente das autopistas, pois os carabineiros carregam sensores.
        Muito obrigado!

        Curtir

      • planejandoaviagem disse:

        Olá Henrique!!! Que inveja de você, inveja branca ok? Estou morrendo de vontade de esquiar. Que bom q deu tudo certo. Você alugou roupas além do equipamento ou somente as luvas? Abraços, obrigada pelas dicas e, cuidado nas estradas🙂

        Curtir

  11. Bruna Veiga disse:

    Olá, Michele

    Adorei o seu blog.
    Estou indo para Chillan dia 25/07. Pego um voo de SP a Santiago e depois de Santiago até Concepcion, e depois vou pegar um trem até Chillan. Fechei minha hospedagem no hostel Chil’in em LAS TRANCAS. Olhando pelo mapa parece que são 2KM até Nevados de Chillan, o que parece ser bom, mas gostaria de saber se chegou a ver este hostel por lá e se sim se a distância é esta mesmo.

    Eu li que em Chillan neva toda semana, e pode fazer mais frio que em Valle Nevado, você também achou? Gostaria de saber sobre o clima e se a pista de esqui é boa.

    Obrigada!

    Curtir

    • planejandoaviagem disse:

      Olá Bruna,
      me lembro de ter visto um local com esse nome Chil’in. Até o incluí na minha lista de hotéis. Você pode ver aqui se é o mesmo.
      No entanto, se for, acredito que esteja a 7Km de Nevados. Acho que peguei dias mais frios em Valle Nevado no entanto, pelo que li, a estação de inverno é mais longo em Nevados de Chillan/Valle Las Trancas.
      Abraços,

      Curtir

      • planejandoaviagem disse:

        Olá Bruno, tudo bem? O hostel a que ela se refere é esse mesmo. O que causa confusão é que se você olhar no Booking.com e mesmo Googlemaps a
        localização parece ser distante do centrinho de Las Trancas. No entanto o endereço é no km 72, no centro do lugar.
        Além disso a Bruna foi informada que o local ficava a 2 km da estação de esqui, quando na verdade, se estiver no centrinho de Las Trancas
        ele estará a 7km. Olhando as opiniões das pessoas sobre localização (que são boas) e também um video do local no site deles não me resta
        muita dúvida de que o mesmo se encontra no centro. No entanto em função dessas contradições eu ligaria para eles.
        Abraços e desculpa não poder ajudar mais!

        Curtir

  12. Pedro Rocha de Abreu disse:

    Estou em santiago do dia 23 de Junho até 03 de Julho. Como não haverá neve neste período nos centros de esqui próximos a santiago, estamos querendo ir para Las trancas.

    Será que daria certo ver o local para ficar quando chegarmos em las trancas, ou melhor fazer uma reserva antes?

    Curtir

    • planejandoaviagem disse:

      Olá Pedro,
      eu sempre, como o próprio nome do blog já diz hehe, prefiro planejar e reservar com antecedência quando é possível. Acho que hoje em dia, com a ajuda da internet, é tão fácil ter acesso às informações e isso dá uma economia enorme de tempo no local de destino.
      No entanto, não sei e chegaste a ver, tenho um post (aqui) com dicas de hospedagem. Foi justamente depois de fazer esse levantamento que cheguei a conclusão de que se não for alta temporada talvez não seja o caso de reservar com antecedência pois existem inúmeras opções.
      Dessa forma o que posso recomendar é que caso você tenha tempo ou se fores chegar à noite, em final de semana ou em época de alta temporada que faças a reserva com antecedência. Além disso acho que seria bom sondar se a procura por Nevados não irá aumentar em função da Copa America ou do fato das demais estações estarem fechadas.
      Abraços,

      Curtir

  13. Pedro Rocha de Abreu disse:

    Boa noite!!

    Primeiramente, gostei muito do seu blog, da maneira que expôs sua experiência.
    Estou indo para Santiago e a princípio praticaria snowboard no valle nevado, mas infelizmente a meteorologia mudou e a neve deve demorar até o dia 3 de julho pra cair, que é bem na data de retorno ao Brasil.

    Enfim, estamos planejando ir para las trancas passar pelo menos 3 dias e voltar para santiago. Compensa alugar o carro?

    Curtir

    • planejandoaviagem disse:

      Olá Pedro, muito obrigada! Fico feliz em dividir a informação com os demais viajantes desempacotados🙂 Eu recomendo o aluguel do carro porque achei os tranfers para a estação muito caros e a ligação de ônibus entre Chillan e Las Trancas bem escassa. Abraços!

      Curtir

  14. Sergio Marques disse:

    Olá!
    Estou seguindo pelo mesmo caminho que vc trilhou. Suas informações são preciosas. Mas tenho curiosidade de saber o que aconteceu de tão ruim com a locação do carro no Chile. Quais são as dicas?

    Curtir

  15. Alexandre disse:

    Muito boas as dicas, estao me ajudando muito.
    Qual a diferença de Nevados de Chillan e Termas de Chillan ?
    Qual a distancia de Las Trancas até as estações de ski ?

    Curtir

      • Debora disse:

        Eu tenho essa mesma dúvida, qual seria a diferença, pois no site do Termas de Chillan eles tem preços de ski, que são mais baratos do que no site de Nevados. Estou um pouco confusa ainda porque achei que Termas de Chillan era um resort que possuia algumas pistas e que Nevados era outro resort com outras pistas. Você sabe me explicar?

        Curtir

      • planejandoaviagem disse:

        Olá Débora, até onde sei Termas de Chillan é o antiga estação de Nevados de Chillan. Hoje ela se chama Nevados e todos os resorts ficam lá dentro. Qual é o site de Termas de Chillan que você se refere? É o Chilleanski.com? Se for, eles são um operador de turismo de esqui no Chile e vendem pacotes para todos os resorts. Pode ser que tenham uma parceria com Nevados com bons preços. Abraços!

        Curtir

Deixe aqui seu comentário ou dúvida

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s