Roteiro Roma: Segundo dia – Museus Vaticano, Basílica São Pedro e Arredores.

O segundo dia de roteiro sugerido por Roma, depois de um primeiro dia passeando pelo centro histórico da cidade, sugere a visita ao Vaticano e arredores. Quando falo em passeio ao Vaticano me refiro à Basílica de São Pedro e ao conjunto de museus denominado “Museus Vaticanos”.

Sem dúvida é o passeio mais cansativo desse roteiro. Afirmo isso porque os Museus do Vaticano e a Basílica de São Pedro costumam atrair muitas pessoas. Mesmo que você reserve com antecedência o burburinho e as filas no interior das atrações serão inevitáveis. Esteja com a expectativa correta.

PLANEJE-SE:

  • Reserve com antecedência o bilhete para entrada nos Museus Vaticanos. Para comprar os ingressos você pode utilizar esse link ou comprar com a TicketBar, parceira do blog. A TicketBar, além do Passeio “fura a fila” ao Museu Vaticano e Capela Sistina, tem um passeio com acesso VIP a Capela Sistina. Deve ser uma experiência e tanto!

TB_MuseusVaticanos e Capela Sistina

  • lembre-se de vestir-se adequadamente para visitar a igreja. Não use roupas muitos curtas e/ou decotadas;

  • não esqueça que os museus fecham aos domingos, exceção do último domingo do mês quando a visita é gratuita. Evite esse dia;
  • toda a quarta tem audiência Papal então as coisas ficam mais caóticas ainda. Para maiores informações sobre a audiência Papal clique no link.

Bom vamos ao roteiro:

A dica é que você divida o passeio em duas partes. Pela manhã de uma passadinha rápida para ver o Castel Sant’Angelo e a maravilhosa ponte que dá acesso ao mesmo para quem vêm do outro lado do rio.

Fachada Castel Sant'Angelo

Fachada Castel Sant’Angelo

Se quiser conhecer o castelo por dentro não deixe de apreciar a vista de Roma lá de cima.

Vista de Roma a partir do Castelo Santo Angelo

Vista de Roma a partir do Castelo Santo Angelo

Do castelo se dirija até à Basílica são Pedro. A entrada na Basílica gratuita. A fila se forma devido aos procedimentos de segurança.

Fachada da Basílica de São Pedro

Fachada da Basílica de São Pedro

No entanto, se você quiser furar a fila e ainda por cima fazer um tour guiado, considere a opção de fazer o passeio com a TicketBar.

TB_Basilica_Sao_Pedro

NA BASÍLICA DE SÃO PEDRO, não deixe de ver:

  • o baldacchino de Bronze de Bernini;

  • Pietà do Michelangelo;

  • o túmulo João Paulo II.

outras atrações NA BASÍLICA DE SÃO PEDRO:

Na Basílica de São Pedro você poderá optar por fazer alguns passeios adicionais. É possível subir na Cúpula projetada por Michelangelo assim como conhecer a Necropoli (Catacumbas) e Grotte (Grutas).

Para visitar a cúpula existe uma entrada ao lado da entrada da Basílica. Essa visita é paga e tem preços distintos. Quem encarar subir os 551 degraus sem elevador paga 6 euros enquanto com o elevador (que poupa 231 degraus) são 8 euros. Confesso que nunca subi! A dica que tenho é que o elevador te poupa da parte mais fácil do trajeto porém te faz encarar uma fila maior. O passeio à Necropoli deve ser reservado com antecedência e custa 13 euros por pessoa. A reserva pode ser realizada através deste link.

A Grotte fica entre o piso da Basílica e a Necropoli (em preto na figura abaixo). Nella se encontram capelas e tumbas de importantes figuras da igreja. Quando a visitei em 2007 o túmulo do papa João  Paulo II ainda estava aqui.

Níveis Basilica São Pedro (foto: vatican.va)

Níveis Basílica São Pedro (foto: vatican.va)

Necropoli, redescoberta graças a escavações conduzidas entre 1939-50, está um andar abaixo. Essas escavações trouxeram à tona algo que já se sabia, que a Basílica tinha sido construída em cima do local onde São Pedro tinha sido sepultado. Visitar a Necropoli é voltar a 1600 anos atrás e refazer o caminho percorrido pelos cristãos da época quando sepultaram São Pedro.

Na parte da tarde, de preferência com a reserva em mãos, vá aos Museus do Vaticano. Sugiro desta forma porque conheço algumas pessoas que me disseram que à tarde, como todos costumam ir pela manhã, os museus são mais vazios. Como nunca fui na parte da tarde o que posso dizer é que sempre que fui de manhã e estava lotado! Então #ficaadica.

Interior dos Museus Vaticanos

Interior dos Museus Vaticanos

Afrescos na Capela Sistina - Criação de Adão ao centro

Afrescos na Capela Sistina – Criação de Adão ao centro

Afrescos na Capela Sistina - Juízo Universal

Afrescos na Capela Sistina – Juízo Universal

No final do dia sugiro ir até o Trastevere e aproveitar para conhecer um pouco de um dos bairros boêmios da cidade. Sugiro mais ainda esse passeio caso você não consiga visitar o bairro durante o dia devido à falta de tempo.

SUGESTÕES PARA ALMOÇO, CAFÉ, GELATO, APERITIVO E JANTAR:

Como sugestão para almoço entre uma atração e outra fica a dica da Osteria dell’ Angelo (Via Giovanni Bettolo, 24), conhecida pelo Cacio e Pepe, uma das massas mais famosas de Roma, e do L’angoletto ai musei (via Leone IV , 2a).

Para um bom café, sorvete ou mesmo aperitivo o Portofino Café (Piazza Cola di Rienzo, 116) é uma ótima opção. O bairro também possui uma das melhores gelaterias de Roma, a Gelateria dei Gracchi (Via dei Gracchi, 272).

Na saída dos Museus Vaticanos, se sobrar energia, uma dica é caminhando até a Piazza del Popollo para visitar a Basílica de Santa Maria del Popolo (obra Caravaggio). Vá pela Via Cola di Rienzo assim você aproveita para conhecer uma das ruas de compras da cidade muito apreciada pelos romanos. Se você chegar na Piazza del Popollo com gás pode encarar a Via del Corso e arredores.

Sugestões de restaurantes para o jantar: No Trastevere tem o  Gino (Via della Lungaretta, 85), o Roma Sparita (Piazza Santa Cecilia in Trastevere, 153) e o  Da Enzo al 29 (Via dei Vascellari, 29). Se estiver cansado, e quiser ir direto para um restaurante mais próximo ao centro/Piazza del Popolo, fica a dica do ‘Gusto (Piazza Augusto Imperatore).

considerações sobre esse dia do roteiro:

  • Não faça a visita ao Castel Sant’ Angelo caso pretenda fazer algum dos passeios adicionais na Basílica São Pedro;

  • Não faça a visita ao Castel Sant’ Angelo caso a sua manhã seja muito curta. Dentre as três atraçoes recomendadas para esse dia o considero a menos prioritária;

  • Se optar por ir direto à Basílica e não estiver hospedado nas proximidade recomendo que faças uso do metro, estação Cipro ou Ottaviano;

  • Se estiver muito cansado e não for ao Trastevere, não deixe de ir em alguma outra noite em que você estiver em Roma. O bairro  merece uma visita.

MAPA DOS PONTOS DE INTERESSE DESTE DIA DE ROTEIRO

31 comentários sobre “Roteiro Roma: Segundo dia – Museus Vaticano, Basílica São Pedro e Arredores.

  1. CC disse:

    Olá Michele!
    Por favor pode-me indicar se ao Domingo de manhã não dá para visitar a basílica (interior) e cúpula? Disseram-me que provavelmente não dá uma vez que existe a aparição do Papa… 😦

    Muito obrigada.
    P.S: Sou fã do seu blogg tem-me ajudado muito no planeamento da viagem que irei fazer a Roma já no inicio de Outubro!!!

    Curtido por 1 pessoa

    • planejandoaviagem disse:

      Olá Thatiane! Infelizmente não. Confesso q não sabia que eles forneciam cupons de desconto. Os únicos descontos são os da própria TIcketbar. De qq forma irei verificar com eles se eles fornecem cupons. Obrigada pelo toque e pela visita! Abraços!

      Curtir

  2. Carolina Bravalhieri da Silva Marques disse:

    Olá, Michele! Tudo bem? Aqui é a Carolina, sou esposa do Gustavo, amigo do Nelson, nos conhecemos caminhando na avenida aqui em Bauru dias atrás! Eu mandei uma mensagem por outro caminho, não sei se chegou corretamente, por isso escrevo por aqui. Já li praticamente todo o blog no que diz respeito à Itália e adorei as dicas. Inclusive vou utilizar sua sugestão de roteiro, achei organizada e didática. Gostei muito das sugestões de restaurantes, achei que os locais sugeridos propiciam uma experiência legítima da cozinha italiana, com bom custo-benefício. Por gentileza, gostaria de tirar uma dúvida sobre os passeios no Vaticano e Coliseu. Você acha que é mais bacana fazer os passeios do Vaticano (Museus, Capela Sistina, Necrópole e Basílica) com tours guiados? Pergunto o mesmo em relação ao Coliseu… Há algum desse passeios que dispensaria o tour guiado ou realmente valeria mais a pena?
    Muito obrigada,
    Abs,
    Carol

    Curtir

    • planejandoaviagem disse:

      Olá Carolina, olha eu aqui!
      Primeiramente mil desculpas pelo atraso! Em função dos feriados acabamos fazendo algumas viagens e não consegui responder antes.

      Essa questão dos passeios com tours guiados depende bastante do perfil da pessoa. Eu não sou muito fã porque acho que você fica muito no ritmo do guia.
      Nos Museus Vaticanos isso fica mais complicado ainda porque o passeio é praticamente um circuito, você entra e vai indo em fila indiana. É difícil voltar ao início depois que o guia te libera.
      Costumo usar um guia de viagem que pontua os principais pontos para não deixar que nenhuma grande atração passe em branco (online no meu Iphone ou em papel mesmo) ou então comprar o audioguide.

      Acho que vale o mesmo para o Coliseu ou São Pedro. No entanto o Coliseu tem uma visita ao “underground e ao terzo anello” que nunca fiz e que acho que pode ser uma experiência bem legal.
      Nesse caso não tens escolha, tens que comprar o tour porque é a única forma de fazeres o passeio. Primeiramente eles visitam o subterraneo, onde ficavam os gladiadores antes das lutas, e depois sobem ao terceiro andar que é praticamente um terraço com uma vista linda da área do Forum Romano e do proprio Coliseu.
      Caso queiras fazer esse passeio tens que comprar em http://www.coopculture.it/en/events.cfm?id=6. Além disso precisarás também do bilhete normal para entrares.
      Como ele é muito concorrido terás que ver direitinho se ainda existe disponibilidade para as datas que tens disponíveis.

      Bom, espero ter ajudado. Se precisares de algo mais estou a disposição.
      Ah, estaremos em Bauru para o dia das mães, quem sabe não nos encontramos novamente.
      Ciao!!

      Curtir

  3. Luciana Mota disse:

    Achei seu blog maneiríssimo. Já estive em Roma e revivi com suas palavras muita coisa. Espero lá voltar agora em maio com meus pais, irmã e marido. Minha mãe não pode andar muito e estava pensando em ficar num hotel mesmo na cidade do vaticano, pois fiquei lá da outra vez. E como funciona mesmo essa audiência papal? E como podemos saber a agenda dele, pois não consegui entender muito bem. Desde já, obrigada, Luciana Mota

    Curtir

  4. Andrea Klein disse:

    Oi Michelle,
    Estou por aqui outra vez (antes foi para te solicitar ajuda para a região de Firenze) mas agora é somente (e não menos importante) para te agradecer. Tenho 3 dias em Roma e não sabia por on de começar. Agora sei! Obrigadíssima. 🙂

    Curtir

  5. Ariani Impieri disse:

    Encontrei seu blog por acaso e adorei
    Estou me programando para conhecer a Itália!
    Sempre tive o sonho de conhecer o sul da Itália porque meu avô (italiano) veio de lá de uma pequena cidade chamada “Trechna” – nem encontro no mapa! rs.
    Claro que também vou querer conhecer Roma!
    Voce teria alguma dica de viagem para o sul da Itália? E Trechna? (kkkk)
    obrigada

    Curtir

    • planejandoaviagem disse:

      Ola Ariani, tudo bem? Acho que a cidade a qual você se refere chama-se Trecchina e fica na Basilicata, uma pequena região do sul da Itália. Ali fica uma cidade de interesse turístico importante chamada Matera. É a Capadócia Italiana.
      Além de Matera, a Basilica é bastante procurada pelas cidades litoraneas (está voltada tanto para o Adriático quanto para o Tireno), pelo interesse em antigas cidades romanas e por cidades com influência da Magna Grécia. É bastante visitada pelos italianos. Dependendo da época e do número de dias pode ser bem bacana fazer um giro de carro por ela.
      A Basilicita tem de tudo, litoral, colina e montanhas (apeninos). Matera fica a 180 km de Trecchina porém é uma região mais montanhosa.

      Fora a Basilicata tem a Campania – próxima a Roma – você pode ir até Nápoles, Pompéia e a Costa Amalfitana.
      Tem também a Sicília, ilha e região de grande interesse turístico e que dispõe de voos baratos a partir de Roma para as cidades de Catania e Palermo.
      E ainda a Puglia, onde a região próxima à Taranto, também próxima da Basilicata, tem parais muito bonitas e cidade de interesse turístico.

      Era isso, precisando de algo mais avise. Abraços

      Curtir

  6. Carolyna disse:

    Muito legais as suas dicas. Estou indo para Roma em maio de 2014 com minha irmã e uma amiga. Somos jovens de 27 anos e gostaríamos de ficar em algum bairro charmoso que não seja tão carro e que tenha facilidade de transporte. Recebemos indicações para nos hospedarmos em Travetere, mas queria saber se lá há facilidade de transporte para os principais pontos, tais como o Coliseu, a fonttana de Trevi…

    Curtir

    • planejandoaviagem disse:

      Oi Carolyna, o Trastevere, se você procura por aquele charme mais antigo é uma boa opção. Ali os prédios são pequenos, mais baixos, as ruas estreitas e a noite, boemia e bastante conhecida e concorrida. Não é servido pelo metro mas tem onibus e tram acessíveis a poucas distâncias, nas avenidas que cirundam o bairro. Como vcs são jovens vai ser tranquilo até mesmo caminhar a pontos como o Coliseu e a Centro Historico. Abraços.

      Curtir

  7. joao carlos andrade disse:

    ola, vou a roma em fevereiro de 2014 qual o transporte do aeroporto para o centro hitorico pois o hotel e nesta área.

    Curtir

  8. Haialla disse:

    Olá, eu outra vez. Segui seu link para reservas do Vaticano e pede para eu selecionar uma hora… Isso quer dizer que tenho de estar lá a hora marcada? Se eu comprar para de manhã, não posso ir a tarde? Vou perder a compra? Obrigada.

    Curtir

  9. Gustavo Schmitz disse:

    OI Michele, tuas dicas cairam do céu, pois eu e minha esposa estamos organizando uma viagem para Itália para o final de setembro e à Roma certamente dedicares uns 3 ou 4 dias. Valeu mesmo, abraço !

    Curtir

  10. Ligia Jácome Formiga disse:

    Oi Michele tudo bem?
    Viu meu e-mail de ontem dia 30/10?Hoje tenho uma dúvida (outra!!!)em relação a visita ao Vaticano: faz alguma diferença ir na sexta ou no sábado !?um destes dias é mais cheio(apesar de que eu vou fazer a reserva daqui com antecedência) ou tem alguma particularidade?Por favor me ajude!
    Obrigada mais uma vez.
    Beijos da amiga
    Ligia

    Curtir

Deixe aqui seu comentário ou dúvida

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s