América do Sul, Antonio Prado, Brasil, Flores da Cunha, Rio Grande do Sul, Tema Enoturismo

Visita à Vinícola Luiz Argenta em Flores da Cunha

Esse vai ser um pequeno post sobre um passeio enogastronômico na Serra Gaúcha. Uma visita de algumas horas com direito a almoço e vinho delícia na Vinícola Luiz Argenta na Cidade de Flores da Cunha.

A Vinícola Luiz Argenta

Eu já conhecia muito da vinícola e sou apaixonada pelas garrafas de diferentes formatos que de certa forma se tonaram marcas registradas deles. Mas não é somente pelas garrafas que curto a vinícola não, o conteúdo delas também é muito bom 😊

Já era vontade antiga visitar vinícolas um pouco fora do circuito Garibaldi/Bento Gonçalves e quando soube que a Luiz Argenta oferecia uma experiência com direito a um belo menu de almoço fiquei com muita vontade de fazer esse passeio. Demorou um pouco mas aconteceu. Fui visitar minha família nas férias de julho e ao invés de ficar o tempo todo na minha cidade natal convidei meus pais para fazerem essa viagem conosco.

A chegada já impressiona, a vinícola é praticamente dentro da cidade, não esperava por isso mas ao mesmo tempo a cidade é pequena e charmosa, uma combinação perfeita.

Vinícola Luiz Argenta - entrada e acesso ao Restaurante Clô
Vinícola Luiz Argenta – entrada e acesso ao Restaurante Clô

Depois de cruzar o portão de entrada, à direita você encontrará uma das lojas e o Bistrô Clô.

Vinícola Luiz Argenta - Bistro Clô e loja
Vinícola Luiz Argenta – Bistro Clô e loja

O Bistro e sua área externas jã são tão lindos que achamos que era ali mesmo que o restaurante funcionava. Estacionamos, entramos e na sequência fomos orientamos a andar um pouco mais acima, até um prédio de arquitetura super moderna, onde funciona o Restaurante Clô – motivo na nossa visita , uma outra loja e também a vinícola. Que mico!!! kkkk…

E lá fomos nós, já preocupamos em perder a nossa mesa pois estávamos em cima do lance. Eles foram categóricos ao solicitar, durante a reserva, que a gente chegasse com quinze minutos de antecedência. E não podíamos perder essa reserva de forma alguma 🙂

Luiz Argenta - prédio do restaurante, loja e vinícola
Luiz Argenta – prédio do restaurante, loja e vinícola

A reserva para Almoço na Luiz Argenta – Clô Restaurante

Falando em reserva, nossa reserva era para às 13 horas e foi realizada pelo site da Luiz Argenta. O processo é simples. Você escolhe data e a quantidade de pessoas e na sequência confirma e recebe a confirmação por email.

Através do email é possível administrar a reserva realizada. Recomendo fortemente a reserva, no dia em que fomos era um domingo e estava cheio, algumas pessoas esperaram mas a maioria tinha reservas, outras observei que acabaram indo ao Bistro, o que não deixa de ser uma opção.

Nosso Almoço na Luiz Argenta – Clô Restaurante

O almoço foi muito agradável. O restaurante é extremamente confortável, o serviço muito atencioso, os pratos muito bons, a vista muita bonita.

Luiz Argenta - Restaurante Clô - chegada e interior do restaurante
Luiz Argenta – Restaurante Clô – chegada e interior do restaurante

Vontade de ficar horas ali, só curtindo a paisagem. E de certa forma ficamos, fomos um dos últimos a sair naquela tarde. Coisa boa viajar sem pressa, adoro o estilo low-travel mas nem sempre é possível não é mesmo?

Luiz Argenta - Restaurante Clô - vista da vinícola e cidade a partir do restaurante
Luiz Argenta – Restaurante Clô – vista da vinícola e cidade a partir do restaurante

O almoço no Restaurante Clô é na realidade é um menu fixo, não existem opções ala carte e a única exceção é a existência de pratos kids 😊

O almoço é servido em cinco etapas: couvert, entrada, prato 1 (massas e afins), prato 2 (pratos de carne) e sobremesa. De entrada, pratos e sobremesa você pode escolher entre 3 opções distintas. O menu é bem variado, difícil não encontrar algo que agrade a todos os gostos.

A partir de 6 pessoas existe a possibilidade de almoço harmonizado, no entanto eles possuem diversas opções de meias-garrafas o que permite que você acabe conduzindo uma pequena harmonização privada caso deseje. Nós optamos por uma espumante, adoramos as espumantes deles, achamos que harmonizava bem com todos os pratos e como estava um dia lindo, praticamente um verão no meio do inverno, combinou muito.

Depois que todos escolhem eles começam a servir, o couvert chega antes. O serviço tem um timing bom. Não é rápido e tampouco demorado.

Luiz Argenta – Restaurante Clô – entrada e espumante

Ah, quando fiz a reserva o menu no site era o de outono, alguns dias depois ele foi alterado então provamos o menu de inverno. Agora temos que voltar para provar os demais (risos).

Luiz Argenta - Restaurante Clô - entradinhas
Luiz Argenta – Restaurante Clô – entradinhas
Luiz Argenta - Restaurante Clô - primeiro prato - massa recheada e gnhocci frito
Luiz Argenta – Restaurante Clô – primeiro prato – massa recheada e gnhocci frito
Luiz Argenta - Restaurante Clô - segundo prato - peixe, ovelha e porco
Luiz Argenta – Restaurante Clô – segundo prato – peixe, ovelha e porco
Luiz Argenta - Restaurante Clô - sobremesas
Luiz Argenta – Restaurante Clô – sobremesas

O menu completo tinha um valor fixo por pessoa. Além da espumante, finalizamos com cafés Nespresso. Gastamos em média 220 reais por pessoa com, menu, bebidas e serviço incluído.

Nosso passeio na Luiz Argenta – Clô Restaurante

Depois de almoçar pegamos o elevador para descer até o nivel da loja, que é na realidade por onde se acessa o prédio onde está o restaurante, no entanto o elevador subiu ao invés de descer e ao abrir a porta nos deparamos com o interior da vinícola em sí. Ficamos um tempinho ali, observando os tonéis e um tour guiado e depois fomos às compras na lojinha. Eh na loja que fica também essa varanda linda da foto abaixo que garante belas imagens da vinícola.

Luiz Argenta - loja e varanda no predio do restaurante
Luiz Argenta – loja e varanda no predio do restaurante

Saímos desse prédio e fomos andar entre os parreirais, sendo inverno eles estavam secos, mas a experiência é bem interessante. Fomos de carro e simplesmente exploramos as vinhas, uvas e pequenos recantos do lugar,

Luiz Argenta – interior e exterior vinicola
Luiz Argenta – interior e exterior vinicola

Terminamos o passeio na loja e no Bistrô Clô onde tiramos algumas fotos antes de ir embora.

Luiz Argenta – Loja e área externa do Bistro Clô

Minha vontade era de ficar para o chá da tarde, já eram 17 horas e o sol estava se pondo, vale lembrar que no inverno os dias são curtos no RS e ainda tínhamos 30 minutos de viagem até nossa base em Antônio Prado. Sem falar que nosso filho já estava com soninho, nossa ideia era que ele dormisse no caro um pouco e chegássemos no hotel ainda a ponto de curtir a piscina térmica 😊

Fomos embora com aquela vontadinha de ficar, quem sabe em outra oportunidade não voltamos. Por enquanto o que faço é recomendar o passeio para amigos e para os leitores do blog porque achei que vale muito a pena.

Onde se hospedar para visitar a Vinícola Luiz Argenta

Escolhi a cidade de Antônio Prado por uma questão de oferta hoteleira e a combinação foi uma grata surpresa. Irei fazer um post sobre a cidade é muito pitoresca e italianíssimama e merece um registo à altura.

Pra quem pretende se hospedar em Antônio Prado recomendo do Hotel Travel Inn, que foi justamente onde nos hospedamos. Hotel novo em folha, estilo executivo mas que atende bem ao público do turismo também. Quartos amplos, clean, vista da cidade, bom restaurante, área kids e uma piscina aquecida para relaxar no final do dia.

Hotel Travel Inn em Antonio Prado - fachada e piscina aquecida
Hotel Travel Inn em Antonio Prado – fachada e piscina aquecida

Já para hospedagem em Flores da Cunha tenho boas referências do Hotel Letto e a dica de solicitar, durante a reserva, que a hospedagem seja na ala mais nova 😉

A cidade de Flores da Cunha também é uma gracinha e vale muito considerar uma estadia por lá para conhecer as vinícolas que ficam nessa região da Serra Gaúcha chamada região de Vinhos de Altos Montes,

Como Chegar em Flores da Cunha e na Vinícola Luiz Argenta

Flores da Cunha pode ser acessada facilmente a partir de diversas cidades da Serra Gaúcha e mesmo de Porto Alegre. Nós optamos por chegar um dia antes do passeio e dormir duas noites em Antônio Prado – 30 minutos de carro passando de Flores da Cunha. Deixamos Antonio Prado em direção à Gramado onde pernoitamos mais três noites 😊

No entanto você também pode optar por pernoitar em Flores da Cunha mesmo ou fazer um bate de volta. O problema do bate e volta é o álcool afinal é um passeio que envolve vinhos, nesse caso, tenha um motorista da rodada. Sem falar que as distâncias são curtas mas muitos trechos são urbanos e ao cruzar cidades a velocidade desenvolvida é baixa. As estradas são boas porém muitos trechos são de serra e com bastante movimento de turistas, moradores e caminhões. Para quem está viajando o segredo é não ter pressa e curtir a estrada pois existem ainda mirantes, restaurantes e muito comércio pelo caminho.

Eu recomendaria bate e volta até 100km, depois disso o ideal é escolher uma cidade para pernoitar. Assim também será possível curtir um pouco mais das cidades bucólicas da Serra Gaúcha.

E aí, gostou do passeio? Eu só posso dizer que adorei, que a expectativa era altíssima e foi atingida com louvor. Quem acompanha o blog sabe que visitei várias vinícolas nos caminhos entre Garibaldi, Pinto Bandeira e Bento Gonçalves, eu adorei os passeios que fiz por lá mas achei que esse da Luiz Argenta é diferenciado dos demais, não que seja superior e os outros inferiores mas é diferente e com isso complementa a viagem.

Se quiser ver mais imagens e dicas acessa nossos destaques de Flores da Cunha e Antonio Prado no insta. Nos destaques você irá perceber os detalhes que posso ter deixado passar aqui no post.

E se você chegou aqui procurando por passeios envolveldo o mundo dos vinhos não vai embora não! Temos posts sobre esse assunto que amo e logo logo vou postar contéudo das vinícolas portuguesas. Pois eh, enquanto escrevo esse post arrumo as malas para passar uma temporada em Lisboa! Vai rolar muito conteúdo de Portugal em breve embora já tenhamos dois posts muito completos sendo um deles sobre o Algarve e outro sobre do Porto.

Um comentário em “Visita à Vinícola Luiz Argenta em Flores da Cunha”

Deixe aqui seu comentário ou dúvida

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s