Um dia no Snowland em Gramado (Serra Gaúcha)

Fechando 2014 com um post que acho que é a cara do Natal e do Final de Ano no Hemisfério Norte! O melhor de tudo é que esse lugar fica no Hemisfério Sul e mais do que isso: no Brasil! Esqui, Parque de Neve, Diversão, Família, Vilarejo de Montanha e Snowboard, tudo isso à vontade no Snowland em Gramado. Curti!

Entrada do Snowland

Entrada do Snowland

Fui conferir o Snowland no primeiro semestre de 2014 e adorei. Me diverti muito e até hoje não conheço ninguém que tenha ido e não tenha gostado.

Como comprar os ingressos para o Snowland

Fiz a compra do ingresso direto pela internet no próprio site do Snowland. A compra dos ingressos, por eles chamados passaportes, foi super simples. Você escolhe a data, informa e quantidade de adultos e crianças e por último faz o pagamento com o cartão de crédito. Confirmado o pagamento você recebe o voucher no seu email. Chatinho aqui é que eles ainda não parcelam. Tem que ser à vista.

Decidi comprar pela internet para ter meu acesso garantido. Como éramos um grupo de 6 adultos e 1 criança não queria correr o risco de não ter mais ingressos quando chegássemos. No entanto logo ao chegar ao local e fazer uma espécie de check-in tive uma surpresa: o passaporte comprado pela internet nos daria direito a usufruir da parte nevada (por eles chamada Montanha de Neve) sem limite de tempo. Pelo que entendi os passaporte comprados direto na bilheteria davam acesso de apenas duas horas nessa parte do parque.

Como funciona o Snowland

Você chega, entra na fila e faz essa espécie de check-in. Tens que apresentar o voucher com os passaportes (caso tenhas comprado pela internet) e fazer um cadastro. Após o cadastro você recebe uma pulseira e tudo aquilo que gastas no estabelecimento põe na sua conta mostrando a pulseira. Não é necessário pagar nada na hora basta apresentar a pulseira que o sistema vai computando. Adorei o sistema, muito prático e coisa de parques de países desenvolvidos.

Check in e out no Snowland

Check in e out no Snowland

Nesse mesmo momento você também recebe um número e é com esse número que é contralada a fila que dá acesso à Montanha de Neve. Naquele dia fomos informados que a fila para acesssar a área nevada era de aproximadamente 1 hora. Com esse tramite feito você está liberado para entrar.

O Vilarejo Alpino e a Pista de Patinação no Gelo

Logo na entrada fica a vila alpina com suas várias lojinhas. A vila se concentra ao redor da pista de patinação no gelo o que dá um charminho especial. Ali lojas de roupas de inverno como Columbia, estão ao lado de lojas de couros, balas e de chocolates como a Lugano.

Vilarejo Alpino no Snowland

Vilarejo Alpino no Snowland

Logo ao entrarmos vimos que a fila da pista de patinação estava muito grande e como o nosso tempo de espera para acessar a montanha de neve era em torno de 1 hora decidimos que deixaríamos a pista de patinação para o final.

Ficamos um tempo no vilarejo e depois fomos até o segundo andar conhecer o restaurante e o bar. Logo após fomos chamados para a área de preparação para entrada na montanha de neve.

A Área de Preparação para a Montanha de Neve

Na Vila Alpina e no segundo andar a temperatura fica em torno dos 18 graus. No entanto na Montanha ela cai e vai para 0-3 graus e portanto antes da entrada você deve colocar roupas apropriadas.

Area de preparação para entrada na Montanha de Neve

Area de preparação para entrada na Montanha de Neve

Entrando nessa área o primeiro passo é pegar a calça e o casaco. Depois de colocados você pega as botas e por fim as luvas e o capacete. Eu optei por ir com minha roupa própria (calça, casaco, bota de neve impermeável e luvas) porém minha família utilizou a do Snowland e eu achei a qualidade boa.

Aqui existe a possibilidade de alugar um armário para deixar suas bolsas, casacos e sapatos. Como fomos no inverno tínhamos muitas coisas e a solução do armário foi providencial.

Eles recomendam que você coloque a calça deles por cima da sua, nesse caso, para quem pretende fazer algum esporte de neve eu recomendo ir com um calça mais flexível e confortável do que a jeans. O mesmo vale para a parte de cima do corpo, o ideal é utilizar uma segunda pele e uma blusa mais leve para só então colocar o casaco. Isso é importante porque ao praticar esse tipo de esporte se faz muito esforço e não é bom transpirar muito sem deixar essa transpiração respirar; caso contrário você fica muito suado e pode pegar um resfriado. Recomendo um também cachecol porque é comum sentir muito frio no colo e na boca.

A Montanha de Neve no Snowland

Como estávamos em 7  optamos por entrar na área de montanha inicialmente sem os equipamentos de esqui. Só depois os interessados em esquiar iriam encarrar a pista🙂

Montanha de Neve no Snowland

Montanha de Neve no Snowland

Começamos então conhecendo a área que fica na parte esquerda (foto acima). Ali tem um castelinho nevado e a opção de fazer esqui bunda tanto para crianças quanto adultos. Também tem um caminho interessante com réplicas de animais que vivem em regiões frias. Os animais fazem movimentos e emitem sons. Interessante para crianças pequenas.

Esquibunda no Snowland

Esquibunda no Snowland

Para aquecer uma cafeteria com um chocolate quente e cafés que cairam como uma luva.

Hot Cafe no Snowland

Hot Cafe no Snowland

Curtimos essa área por quase 1 hora. Depois disso meus pais foram almoçar com minha sobrinha e os demais foram para o esqui. Sorte nossa que optamos pelo esqui! Os equipamentos de snowboard naquele dia/hora estavam esgotados e tinha fila de espera. Sorte nossa também que compramos o passaporte pela internet caso contrário teríamos somente mais uma hora no local.

Para esquiar precisamos trocas as botas de neve pelas de esqui e alugar o equipamento (esqui e bastões). O pessoal que trabalha alugando os equipamentos é bem prestativo e também fornecem instruções básicas para quem nunca esquiou. Os equipamentos eram de uma marca muito boa, infelizmente não consigo lembrar a marca, acho que eram Rossignol.

Aqui tive um pequeno problema de logística, minha mãe tinha saído da área de montanha junto com a chave do armário e eu precisava dela para guardar a minha bota já que tinha ida com minha propria roupa. Assim fica a dica: cuidado com a logística para o compartilhamento da chave😉 . O ideal seria que todas as nossas pulseirinhas abrissem o armário mas acho que já estou pedindo demais…risos.

Com tudo alugado partimos para a pista.

Pista de esqui e snow no Snowland

Pista de esqui e snow no Snowland

Tudo começa na esteira rolante, na Itália chamada tapetino (à esquerda na foto acima).  A esteira também é coisa de primeiro mundo, na América da Sul são poucas estações de esqui as possuem. Acho elas ótimas para que está aprendendo.

O problema no entanto no Snowland era a saída do tapetino, acho que ela já exigia um nível de esqui avançadinho e como a galera caía a esteira mais parava que andava. Lá pelas tantas, descíamos a pista, tirávamos os esquis, subíamos carregando e descíamos de novo. Ótimo para gastar as calorias do chocolate quente e também uma prática muito normal quando se está aprendendo. Como estávamos ensinando minha irmã e meu cunhado não foi algo chato, foi divertido.

A neve também me surpreendeu, era boa, achei legal pelo fato de ela não ser tão escorregadia. Estava preocupada com a segurança na montanha, sabe como é, muita gente que nunca esquiou na vida em um mesmo lugar poderia ser acidente na certa mas não foi isso que vi. Vi muita gente cautelosa, que contratou inclusive aulas. Vi também monitores com alto nível de esqui e bem preparados. Outra dica é reservar as aulas pela internet caso tenha interesse, naquele dia as aulas estavam esgotadas. Sempre recomendo aulas para quem nunca esquiou e não vai com quem sabe esquiar. Acho que se aproveita muito mais o passeio com algumas técnicas básicas.

É claro que não dá para comparar o Snowland com uma estação de esqui, não seria nem justo. O que posso dizer é que sem dúvida foi um dos parques de diversão que fui em que mais me diverti. Em que outro lugar poderia ter esquiado ao lado da minha família de maneira tão fácil?

O Restaurante

Saímos da montanha umas duas horas depois, varados de fome! Nessa altura já eram umas 15 horas. Minha irmã foi direto para a pista de patinação onde meus pais já estavam na fila com a pequena.

Enquanto eles encaravam a fila fui até o restaurante, comprei uns sanduíches e pedi para que embalassem. Aqui senti falta de algo mais prático, tive que sentar na mesa, pedir ao garçom, etc. Mas não sei se é sempre assim, vi uma área com cara de lanchonete porém naquele dia parecia estar fechada. Meus pais almoçaram no restaurante e gostaram bastante.

Restaurante no Snowland

Restaurante no Snowland

O restaurante é muito pomposo, tem um ar super invernal e algumas mesas viradas para a área da montanha. A comida é muito saborosa e os preços acessíveis, sem dúvida poderiam ser bem mais salgados considerando que você não tem muita opção.

Outra coisa muito legal é o bar. Ele fica ao lado do restaurante, é pequeno mas super aconchegante e também tem uma vista da montanha.

Enquanto eles estavam na fila, comeram os sandubas e logo entraram no ring de patinação. A fila da patinação é bastante organizada. Tudo é controlado, desde o tempo – 45 minutos para cada grupo – quanto a quantidade de pessoas por grupo.

Pista de Patinação no Snowland

Pista de Patinação no Snowland

Terminada a última atividade era hora de ir embora. Chegamos por volta das 11 e saímos por volta das 17. Foi um dia longo e super bem aproveitado, você nem sente o tempo passar.

Na saída bastou passar a pulserinha no quichê e fazer o pagamento. Aqui mais um detalhe eles não aceitavam cartão de crédito – apenas débito – ao menos quando fui.

Para dar um ideia, seguem os preços das coisas que cosumimos no Snowland:

– armário (R$ 10,00)

– chocolates quentes/cafés (R$ 4,00 – 6,00)

– aluguel equipamentos de esqui (R$ 35,00)

– sanduíches (R$ aprox. 15,00 cada), almoço para 2 pessoas  (aprox. R$ 80,00)

Bom acho que era isso. Um ótimo natal e feliz ano novo a todos, até 2015!

 

6 comentários sobre “Um dia no Snowland em Gramado (Serra Gaúcha)

  1. Laís Schwarz disse:

    Oi! Olha eu por aqui de novo! Na verdade estou muito ansiosa, pois marquei uma viagem para Gramado em outubro. Daí já viu, né? O tempo que posso estou lendo dicas de viagens, de passeios, de restaurantes na internet.
    E lembrei do seu blog, gostei muito da sua descrição acerca das viagens e vim remexer nos seus textos para ver se achava algum sobre Gramado, encontrei dois! rsrs
    Já os li.
    Estou ansiosíssima para ir ao Snowland.
    Adorei os textos!
    Já estou te seguindo!

    Curtir

    • planejandoaviagem disse:

      Oi Laís, tudo bem? Legal te ver por aqui novamente. Acabei de ver que comecaste a me seguir, fico feliz.
      Você vai adorar Gramado, acho que é um destino super completo, que tem muito a oferecer. Eu amei o snowland…hehe.
      Se precisar de algo mais específico pode me escrever, já fui muito a Gramado mas tenho poucos posts. Grande abraço!!

      Curtir

      • Laís Schwarz disse:

        Oie! Pode deixar que se precisar tirar alguma dúvida te escrevo sim. Escreva mais posts sobre Gramado… Lá parece ser tão lindo e ter tanta diversidade de escolhas para passeios e gastronomia. Eu não vejo a hora de fazer minha resenha. Esse fim de semana vou fazer uma resenha sobre Porto de Galinhas – PE, passa lá no meu blog depois para conferir, se quiser e puder! Abraços.

        Curtir

  2. Romulo Murdock disse:

    Muito bom seu relato, bastante informativo, especialmente informando os precos que, sinceramente, enquanto lia, achei que era muito mais caro. Mas para minha surpresa os precos sao otimos, ate mais barato que em algumas chocolaterias do centro (no caso do chocolate quente). Mas o que mais me impressionou foi o preco do almoco. Absurdamente barato para os padroes de Gramado.

    Obrigado por compartilhar

    Feliz 2015!

    R.M.

    In God we trust!

    Curtir

    • planejandoaviagem disse:

      Olá Romulo, tudo bem? Que bom que gostaste do post. Mil desculpas em relação a questão do preço do almoço, estava errada! Tinha colocado o preço para uma pessoas porém citava que era para duas. Já ajustei. Sorry🙂

      Curtir

Deixe aqui seu comentário ou dúvida

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s