Alguns Restaurantes em Buenos Aires

Um post com algumas informações, dicas e fotos dos restaurantes que conheci ou revisitei nessa última ida a Buenos Aires.

O Happening no Puerto Madero

Fui pela segunda vez no Happening e gostei mais do que na primeira. Acho essa parrilla ótima e o serviço super bom. Tem um ambiente elegante, discreto e bem localizado, com uma vista muito bonita do porto. Eles se intitulam cozinha portenã porém a eu sempre provei as carnes da parrilla. Apesar do restaurante ser em uma área super turística ele não tem um atmosfera tão turística assim. Não fizemos reservas e não tivemos problemas. Também acho q carta de vinhos do lugar boa. Já foi mais barato mas na minha opinião ainda tem um excelente custo benefício.

Happening

Entradas, pratos principais para dividir, acompanhamentos, águas, uma garrafa de vinho e serviço saíram em média 60 reais por cabeça.

O San Juanino na Recoleta

O San Juanino (Av. Callo 1515) é famoso pelas empanadas então não deixei passar, fiz uma degustação de empanadas. Gostei muito de todas: carne picante, verduras e milho com creme. Gostei particularmente das duas últimas. Se você comer apenas as empanadas o almoço fica muito econômico. Meus companheiros de viagem, estávamos em 4 pessoas, além das empanadas provaram dois pratos. Ambos simples e muito bons!

Pratos San Juanino

Pratos San Juanino

Empanadas, 3 pratos, acompanhamento, águas, vinho da casa e serviço saíram em média 50 reais por cabeça.

Quem não estava bem humorado naquele dia era o garçon. Também pudera, era um só para umas 10 mesas e a galera mandando ver nos pedidos.

O Loteus Neo Thai em Belgrano

Já tínhamos ido no Lotus Neo Thai em 2008 e adorado então decidimos aproveitar a oportunidade para introduzir o maravilhosos mundo da cozinha tailandesa ao tios do meu namorado. Já no taxi tivemos a impressão de que a corrida não tinha sido tão longa em 2008 e estávamos corretos, o restaurante mudou de Las Cañitas para Belgrano, o bairro chinês de Buenos Aires, isto é: Looonge!! Demoramos uns 2o minutos do centro até lá. Praticamente um city tour.

Lotus Neo Thai - Fachada

Lotus Neo Thai – Fachada

Chegamos sem reserva e demos muita sorte. Estávamos praticamente indo embora quando uma mesa foi liberada. Antes tivéssemos ido. O problema principal foi que entre a entrada e os pratos o serviço demorou quase 1 hora. A garçonete chegou a nos informar nesse meio tempo que a cozinha estava fechando, achamos muito estranho demorar tanto nessas condições. Pedimos pratos para dividir mas os pratos eram bem pequenos enquanto os preços mais altos, ambas as coisas também diferentes de 2008.

Pedimos para reduzir a pimenta mas não era possível porque a maioria dos currys já estavam prontos. Assim, os tios do meu namorado não tiveram muita escolha e optamos por pedir para eles o Pad Thai. Criei um parâmetro de qualidade que chamo de índice Pad Thai, o arroz com feijão da Tailândia, enfim, um restaurante tailandês que se preze tem que executar bem o esse prato, infelizmente não achei que foi o caso, na minha opinião poderia estar melhor.

Achei o prato deles não tão bem executado enquanto o nosso foi na verdade mal escolhido.Assim, não tivemos uma experiência tão boa, uma pena. O diferencial é que fomos atendidos por uma brasileira. Muito simpática e que nos disse que são poucos os brasileiros que aparecem por lá. No momento não sei se daria uma terceira chance.

Entrada, 2 pratos, águas, uma garrafa de vinho e serviço saíram em média 80 reais por cabeça.

O Sarkis (Villa Crespo)

Adoramos o Sarkis (Thames 1101)! Não deixa nada a desejar aos melhores árabes de São Paulo. O ambiente é super familiar e o serviço rápido. A comida além de boa é super em conta. Ótimo para um almoço. Ideal para unir a um passeio pela região dos outlets.

Restaurante Sarkis

Restaurante Sarkis

Entradinhas, 2 pratos, águas, uma garrafa de vinho e serviço saíram em média 25 reais por cabeça.

O Las Cabras (Palermo Hollywood)

O Las Cabras era o restaurante mais cheio quando chegamos na rua Fitz Roy (esquina com El Salvador). Olhamos para o ambiente, gostamos e pensamos que seria uma boa opção caso tivéssemos problemas com o Green Bamboo. Dito e feito! Quando voltamos pegamos a última mesa disponível no lado de fora do restaurante. E a fila que já comecava a se formar só cresceu e rapidamente.

Ambiente Esterno Las Cabras

Ambiente Esterno Las Cabras

O Las Cabras é BBS – bom, barato e bem servido – bem servido até demais. Olha o tamanho dos pratinhos aí. Acho que comparando com o tamanho do copo dá para ter uma boa idéia.

Pratos Las Cabras

Pratos Las Cabras

Eu comi ali um prato típico chamado Locros, a feijoada deles, um tipo de caldo grosso com milho, abóbora, batata, porco, lingüiça, cebola, sal e pimenta. Eu adorei ainda mais em com aquele clima friozinho. A tia do meu namorado também pediu esse prato mas não gostou, acabou pedindo outro. Para ajudar na quantidade de comida ainda pedimos 4 morcillas enormes de entrada, não gostei muito achei que tinham muita gordura, nem se comparavam às do Happening. Tudo esse banquete saiu muito em conta. O Las Cabras faz aquele estilo bastantão (grandes porções a preços pequenos) porém acho que não compromete a qualidade da comida, que é mais simples e oferecida em um ambiente descontraído, informal e barulhentinho.

Entrada, 5 pratos, águas, uma garrafa de vinho e serviço saíram em média 30 reais por cabeça.

La Cabrera (Palermo Soho)

O La Cabrera é uma parrilla com uma decoração bem bonita. O ambiente e serviço chamam muito a atenção. Chamam tanto que o pessoal não resistiu ao passar na frente no sábado e quis fazer uma reserva para o domingo.

Chegamos 20 minutos depois do horário reservado e perdemos a reserva por 5 minutos porém ainda em tempo de conseguirmos um mesa no lado de fora. No fim gostamos de ter almoçado meio que na varanda, o pessoal coloca aquecedores e fica bem confortável.

Pedimos dois pratos da parrilla pra dividir. Pedimos também uma salada mas o graçon nos disse que não era necessário porque os pratos acompanhavam salada. Qual não foi nossa surpresa ao vermos tantos mini baldinhos com saladinhas e temperos. Era praticamente um fondue de parrilla.

Pratos La Cabrera

Pratos La Cabrera

Achei muito criativo mas acho que eles tiram a atenção do principal que é a carne e também achei que alguns molhinhos e saladinhas não combinaram muito. De qualquer forma a apresentação é criativa, o couvert bom, o serviço muito curado e os pirulitos de brinde no final super divertidos.

Naquele dia pedimos um vinho que adoramos e para nossa surpresa eles tinham uma promoção, pedia um ganhava outro. No final ao pagar a conta ganhamos um vinho. O Don David Malbec, recomendo, um vinho simples mas muito bom da região de Cafayate.

Courvert, 2 pratos, acompanhamento, águas, uma garrafa de vinho e serviço saíram em média 70 reais por cabeça.

La Parolaccia (Puerto Madero)

Gostei do La Parolaccia, mas depois da Itália, fiquei super chata para restaurantes e pratos italianos. Dei falta de sorte com meu prato, decidi pedir um ingrediente mais local, jamon, porém isso deixou o prato muito salgado. Os outros pratos estavam bem melhores do que o meu. O spaghetti negro com frutos do mar, na foto em cima e à esquerda, foi de longe o melhor.

Pratos La Parolaccia

Pratos La Parolaccia

Ah… fomos até lá achando que tinham pizzas porém pizza eles não servem.

Ambiente Interno La Parolaccia

Ambiente Interno La Parolaccia

Courvert, 4 pratos, águas, uma garrafa de vinho e serviço saíram em média 60 reais por cabeça.

Leia mais:

4 comentários sobre “Alguns Restaurantes em Buenos Aires

Deixe aqui seu comentário ou dúvida

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s