Passeio pelas Cinque Terre: Riomaggiore e Manarola

Dando continuidade ao roteiro pela Liguria vou contar um pouco do passeio pelas Cinque Terre.  As Cinque Terre (cinco terras) são cinco cidades localizadas na Liguria entre as cidade de Levanto e La Spezia. Essas cinco cidades estão localizadas nas saliências e reentrâncias de uma área de montanha com forte pendência em direção ao mar e juntas formam uma paisagem única e muito bonita. Esse post vai falar um pouquinho da primeira parte do passeio do primeiro dia de viagem, isto é, das duas primeiras das cinco cidades que compõem as Cinque Terre para quem vem de La Spezia que são Riomaggiore e Manarola.

Como comentei no post sobre meu Roteiro de 3 dias na Liguria, chegar em Riomaggiore vindo de La Spezia foi muito fácil. De trem, da estação ferroviária de La Spezia até Riomaggiore, foram em torno de sete minutos. Para facilitar o deslocamento compramos o Cinque Terre Card Treno, um passe, válido até as 24 horas do dia corrente em que foi validado, que incluí um dia inteiro de deslocamento de trem entre todas as cidades atendidas no trecho Levanto-La Spezia além do ingresso ao parque nacional das Cinque Terre e mais algumas outras vantagens. O passe, além de ser conviente do ponto de vista econômico também o é do ponto de vista logístico uma vez que não é necessário enfrentar nehuma fila seja para ingressar no parque seja para comprar os tickets de trem.

Compramos o passe de 1 dia tranquilamente na bilheteria da estação ferroviária de La Spezia a um custo de 10 euros por pessoa. Importante aqui é estar atento a questão da validação do passe nas máquinas eletrônicas (foto abaixo) antes da primeira utilização.

Convalidando o Cinque Terre Card

Convalidando o Cinque Terre Card

Daquilo que tinha planejado a única coisa que tinha certeza ao sair de Roma era que a forma mais tranquila de acessar Rimomaggiore a partir de La Spezia seria com o trem. A partir daí tinha deixado o resto meio que em aberto pois não sabia  se usaria as trilhas e se  faria o trajeto de volta de barco. Bem, o que aconteceu comigo em relação a isso foi que em todos os dias que passei pela região o mar, como dizem os italianos, estava mosso, isto é, bravo e portanto, não era possível o acesso por mar. Assim, comprei o passe do trem e deixei a questão das trilhas para ver no caminho.

Tanto Riomaggiore quanto Manarola são cidades muito bonitas e muito parecidas. É difícil dizer qual das duas é mais bonitinha ou agradável. Acho que na verdade ambas se complementam ao mesmo tempo que em se unem através da Via dell’Amore. De comum em respeito às demais 5Terre, como exceção de Corniglia, que fica no alto, tem o fato de que foram poupadas pelas enchentes do ano anterior. Além disso ambas tem um parte mais alta de onde é possível ter uma vista da cidade e dos terraços utilizados na agricultura e possuem uma forte pendência em direção ao mar.

Eu fazendo caras e bocas em Riomaggiore

Eu fazendo caras e bocas em Riomaggiore

Não tem muita coisa para se fazer a não ser andar pela cidade, visitando as igrejinhas e lojinhas, curtindo o dia e a paisagem sem compromissos, com direito a uma paradinha para  um café e para provar as iguarias locais. Aqui fica a dica da focaccia genovesa, típica da região.

Riomaggiore

Riomaggiore

Riomaggiore

Riomaggiore

Na direção da Via dell'Amore

Na direção da Via dell’Amore

A tal da trilha Via dell’Amore, como o próprio nome já diz, é na verdade uma caminhada muito tranquila que, partindo de Riomaggiore, desemboca diretamente na estação ferroviária de Manarola. É muito fácil e rápida de ser percorrida. No próprio site a informação é que o tempo para percorre-la é de 25 minutos, imagino que já contem inclusive o tempo para as fotos🙂

Via dell'Amore

Via dell’Amore

Via dell'Amore

Via dell’Amore

Via dell'Amore

Via dell’Amore

Via dell'Amore

Via dell’Amore

Via dell'Amore - Chegada ou ponto de partida em Manarola

Via dell’Amore – Chegada ou ponto de partida em Manarola

Chegando na estação ferroviária de Manarola, que tem um centro de informações turísticas bem organizado, tivemos a confirmação do fechamento da trilha turística entre Manarola e Corniglia e Corniglia e Vernazza. Aliás, abrindo um parêntesis, aproveito para elogiar a organização turísticas em todos os pontos da Riviera Ligure por onde passei. A trilha azul, a chamada trilha turística, é a que percorre todas as 5Terre no nível do mar, portanto mais plana e mais curta. Ela estava fechada em duas das suas partes devido às fortes chuvas do ano anterior e como no nosso caso as demais trilhas estavam fora de cogitação, pois não tínhamos ido até alí para perder muito tempo em trilhas, queríamos mesmo era aproveitar o pouco tempo que tínhamos para conhecer as cidades, desancanamos de qualquer dúvida que tínhamos em relação a fazer ou não a trilha turística.

Para os trilheiros e fotógrafos de plantão a dica é se informar bem porque ao que parece o parque é muito bacana e organizado para a atividade de trilhas, sem falar que das trilhas mais altas as fotos devem ser maravilhosas. No entanto acho fundamental se informar sobre as condições do clima e o grau de dificuldade e tempo para percorrê-las. Alguma informação pode ser encontrada aqui.

Demos um giro rápido por Manarola e voltamos até a estação ferroviária para ir até Corniglia.

Manarola

Manarola

Manarola

Manarola

Manarola

Manarola

Fui na primavera e recomendo, no outono chove bastante e no verão imagino que o calor atrapalhe o principal passeio que é justamente o de caminhar curtindo a paisagem. O chatinho será a quantidade de turistas, hordas e mais hordas principalmente americanos e europeus do norte. O mais estranho de tudo foi que não ouvi português em nenhum dos dias pela Liguria. Fiquei impressionada, saí de Roma encontrando com um a cada esquina e alí não vi, ao menos não ouvi, nenhum.

Manarola - Tunel de acesso a estação ferroviária

Manarola – Túnel de acesso a estação ferroviária

Leia mais:

16 comentários sobre “Passeio pelas Cinque Terre: Riomaggiore e Manarola

  1. adriani m stock disse:

    Parabéns pelo Blog e adorei seu jeito alegre e direto em escrever.
    Farei uma viagem um pouco mais ousada 10 dias de carro entre Florença, as 5 Terres, Gênova, Nice e Arles com retorno á Florença.Uma maratona né?
    Seu post me ajudou bastante para tirar dúvidas e aceitei muitas de suas dicas.
    Um grande abraço e continue com muiitas viagens maravilhosas para nos contar aqui depois.
    Paz e Luz

    Curtir

    • planejandoaviagem disse:

      Olá Adriana, tudo bem? Muito obrigada! São palavras como as suas que tornam meus dias com muito mais luz🙂
      É um pequena maratona considerando que terás que voltar a Firenze, no entanto acho que o mais difícil vai ser escolher o que visitar com tantos lugares lindos pelo caminho. Separe bem o que você quer ver na ida e na volta e com certeza será uma viagem inesquecível. Fiz algo parecido pela Provence e Languedoc a partir de Nice até Agde e foi bom demais, aliás esse foi o primeiro post do blog.
      Grande abraço, obrigada pela visita e se precisares de algo mais estou por aqui. Ciao!

      Curtir

  2. Beatriz disse:

    Olá! Adorei suas dicas! estou planejando uma viagem pra conhecer a 5 Terre! Estou morando em barcelona e vou pra Italia na pascoa. Minha dúvida é onde se hospedar. Obrigada

    Curtir

    • planejandoaviagem disse:

      Oi Beatriz, muito obrigada. Não entendi bem se sua dúvida era uma pergunta então achei melhor responder. Boas opções de hospedagem você encontra em La Spezia, utilizei ela como base como fui e não me arrependi. Opções mais econômicas e em maior quantidade que as 5Terre. Se eu fosse optar por uma das “terre” acho que optaria por Monterosso pois é maior e as praias são amplas. Abraços

      Curtir

    • planejandoaviagem disse:

      15 dias é bastante tempo; conseguirás aproveitar bem não só nas 5Terre mas a Liguria e mesmo a Toscana.
      Você poderá:
      – visitar com calma as Terre e fazer trekkings (se for época);
      – visitar Portofino e Santa Margherita Ligure;
      – visitar PortoVenere;
      – visitar as ilhas da região, como aquelas próximas de PortoVenere;
      – conhecer cidades praianas próximas como Lerici e Sestri Levante;
      – fazer day trips até Carrara, Pisa, Lucca.
      – um pouco mais distante ficam Genova e Firenze.
      Abraços!

      Curtir

    • planejandoaviagem disse:

      Ola Jose Wellington,
      a primavera é o melhor período, seguido pelo verão se quiseres ou preferires curtir as praias (pode ser melhor para você já que terás bastante tempo).
      A primavera na Itália é quando é outono no Brasil e o verão é quando no Brasil é inverno.
      Aeroportos próximos são:
      -de Pisa ( G. Galilei, 1-1.30h de trem);
      -de Genova (C.Colombo, 1-2h de trem);
      -de Milão (Malpensa, 3-4 h de trem);
      -de Roma (Fiumicino ou Ciampino, 4-5h de trem).
      Saindo do Brasil Milão é a melhor opção.
      Abraços!

      Curtir

Deixe aqui seu comentário ou dúvida

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s