O que fazer em Bergen e o passeio pelo Fiordes Noruegueses

Depois de escrever sobre o roteiro e o planejamento da viagem pela Noruega e sobre os 3 dias em Oslo, chegou a hora de escrever sobre Bergen, porta de entrada para os passeios pelos fiordes Noruegueses. Chegamos um dia antes e no outro dia cedinho fizemos o passeiom que durou um dia inteiro; voltando para Oslo no final da tarde.

Bergen – Bryggen

nosso roteiro na cidade de Bergen

A cidade de Bergen é muito pitoresca. Assim como Oslo, fica localizada em meio a uma paisagem natural linda.  No dia que voamos de Oslo até lá estava muito nublado mas o pouco que vi do avião deu uma ideia do que é ver a Noruega do alto. A cidade tem um mirante com uma vista que parece ser deslumbrante. Não vistamos por questões climáticas.

A cidade é pequena em poucas horas você consegue conhecer os principais pontos. Visitamos o Bryggen, área de grande valor histórico que pertenceu a mercantes da Liga Hanseática (imagem acima e abaixo) entre o final da idade média e o inicio da era moderna.

Bergen – Bryggen – interior

Essa área foi revitalizada e hoje abriga museus, restaurantes e lojas. A maioria das estruturas foram reconstruídas porém alguns poucos prédios são do ano de 1700.

Visitamos também o mercado de peixes, a parte coberta e a que fica na rua onde se concentram a maioria dos vendedores e seus pequenos restaurantes improvisados.

Bergen – Mercado – Parte Coberta

A estrutura coberta é organizada e com boa infra, os cardápios são dominados por opções “all you can eat” e contém um pouco de toda a variedade de pescados que se encontra por lá. Na parte externa quase toda barraca/quiosque tem seu pequeno restaurante.

Bergen – Mercado de Rua e comidinhas

Gostei de ter visto alguns pescados que nunca tinha visto, os caranguejos gigantes e a carne de baleia acho que foram os mais diferentes, no entanto, achei turístico demais. Os donos e empregados das bancas eram das mais diversas nacionalidades e tentavam a todo custo adivinhar de onde você era para falar sua língua. Também faziam o maior esforço para que você provasse diversos tipos de ovas, algumas que nem sequer eram da região. Em função do grande número de turistas, tinham vendedores ambulantes por toda a parte e, como estava chovendo, o ambiente estava uma aventura :).

Não esperava dias assim em um pequena  e pacata cidade na Noruega. Fizemos um almoço rápido por ali, comemos os lanches que aparecem na foto acima. Gostei, mas nada assim (aprox. 50 NOK cada).

Bergen – Byparken

Saindo do circuito mercado-porto as coisas mudam. A cidade possui muitos restaurantes, praças, igrejas e e lugares charmosos.

Bergen – Praça Ole Bulls

Infelizmente não tenho dica de restaurantes. À noite fomos a um Pub assistir ao jogo da Eurocopa entre a Itália e a Alemanha e o jogo se estendeu, prorrogação, penaltis, etc. Quando acabou todos os restaurantes estavam fechados. Fomos salvos por um a kebaberia. Um kebab muito estranho, com milho e ervilha. Definitivamente não foi um dia muito gourmet.

O compra do passeio (em parte por conta-própria) pelos Fiordes Noruegueses

Durante o planejamento da viagem tentei fazer o passeio pelos fiordes por conta própria mas não consegui. Na internet, só encontrava  informações sobre as empresa Norway in a Nutshell  e Norled. Enquanto a Norway in a Nutshell é voltada ao turismo, a Norled é uma empresa que faz transporte das pessoas na região. Alguns passeios da Norled são em parceria com a Norway in a Nutshell (NN).

Ao pesquisar gostamos do passeio Norway in a Nutshell, da NN, ele parecia oferecer um pouco de tudo e fazia muito marketing sobre o um fiorde muito estreito, Nærøyfjord, e também sobre a rodovia cênica Flambasana. Ficamos interessados porém desconfiados de que fosse muito turístico, também achamos caro. Como as informações iniciais não estavam claras optamos por deixar para comprar o passeio diretamente em Bergen.

No entanto, depois de entender a dinâmica do passeio Norway in a Nutshell (imagem abaixo) decidimos comprar a perna que nos levaria de volta à Oslo diretamente com a cia ferroviária NSB (fiz um post sobre como realizar essa compra, acesse aqui).

Tour Norway in a Nutshell da NN

Como compramos com antecedência o trecho Voss à Oslo com a NSB, conseguimos um preço muito bom na tarifa promocional (sem direito a alteração). Ainda não sabíamos qual passeio comprar, mas uma coisa era certa, teríamos que estar em Voss no horário de partida do trem. No entanto, como Bergen e Voss são muito bem conectadas isso não nos pareceu um problema.

Logo ao chegarmos em Bergen começamos nossa busca por informações sobre passeio. Primeiramente fomos ao porto, local onde tínhamos visto barcos da Norled, ali nos informaram que os passeios da Norled eram vendidos no centro de informações ao turista. Fomos então ao centro, tudoorganizado com amplo material de apoio e diversos guichês.

Bergen – Centro Info Turística

O centro estava lotado e ficamos um bom tempo na fila. Acho que isso explica a rapidez no atendimento. Foi impossível entender como fazer os passeios por conta própria. O centro nos pareceu muito voltado a vender os passeios empacotados. Também pudera, acho seria impossível acomodar os inúmeros turistas que visitam a região em um único dia na infraestrutura oferecida para o transporte público. Após uma breve análise da nossa necessidade nos recomendaram o passeio que já tínhamos previamente visto.

Existiam outras opções, tanto de curta duração como Bergen- Skjerjehamn da Norled ou Bergen-Mostraumen da NN, que não me pareceram o ponto alto para quem tem somente um dia para explorar a região; além de opções de um dia inteiro como Bergen-Flam pelo Sognefjorden da Norled, o Sognefjord in a Nutshell da NN e o Hardangerfjord, tanto da NN quanto da Norled. Os passeios pelo Hardangerfjord não eram uma opção pois não passavam por Voss na volta.

Ficamos entre o Sognefjord e o Nærøyfjord. Como o primeiro tinha um tempo longo de navegação e não passava pelo Nærøyfjord, escolhermos o Norway in a Nutshell. Compramos o passeio na opção Voss-Voss e o trecho de trem entre Bergen e Voss compramos na estação ferroviária naquele mesmo dia à tarde.

Depois de analisar tudo que vi por lá afirmo que é possível sim fazer tanto o Sognefjord quanto o Nærøyfjord de forma desempacotada ou semi-desempacotada – que foi o nosso caso. Nesses casos os cruzeiros devem ser comprados com a Norled ou no site VisitFlam, os trecho de ônibus podem ser consultados nesse site aqui (porém devem ser comprados em coroas norueguesas diretamente no ônibus) enquanto os trechos de trem devem ser adquiridos no site da NSB.

Segue uma pequena tabela comparativa com os preços encontrados no sites citados em abril/2017:

Comparativo Passeios Fiordes

Fazer o passeio desempacotado, ou semi, será econômico se você conseguir comprar o bilhete de trem na tarifa promocional; outra vantagem de fazer por conta própria é fugir da horda de turistas (não deixe de ver meu relato logo abaixo). No entanto empacotá-lo, ou mesmo empacotá-lo parcialmente, oferece despreocupação tanto na compra quanto na execução do passeio.

Muito do que escrevi acima pode ser confuso em uma primeira leitura; são muitos fiordes, muitos passeios e passeios flexíveis em termos de locais de partida/chegada, horários e duração. No entanto, se você está planejando visitar os fiordes recomendo que faça uma análise detalhada antes da viagem e que faça a compra antes de viajar. Se for fazer empacotado não perca tempo indo ao centro de informações turísticas, compre pela internet, se for desempacotar, compre com antecedência para ter acesso as tarifas ferroviárias com desconto.

Como foi o nosso passeio pelos fiordes noruegueses com a Norway in a Nutshell + NSB

Não preciso nem falar que estava com a expectativa alta não é mesmo? E eu acho que esse foi um dos problemas. Não é que não tenha gostado não, gostei muito do passeio! Porém cada parte foi distinta, algumas muito boas outras nem tanto.

trecho Bergen – Voss (trem)

Foi bem tranquilo, trem pontual, paisagem muito bonita. É um trecho curto (aprox. 1 hora) e o passeio está só começando.

Passeio Fiordes – trem de Bergen a Voss

Na estação ferroviária de Bergen compramos um lanches para comer no barco pois o passeio sairia em torno do meio-dia e seriam duas horas de navegação.

Trecho Voss – Gudvangen (ônibus)

Chegamos na estação ferroviária de Voss e os ônibus que nos levariam até Gudvangen já nos esperavam. Embarcamos e começamos e descer fiorde abaixo, lindo demais.

Passeio Fiordes – onibus de Voss a Gudvangen

Muitas curvas na estrada, todas feitas com muita calma e com pausa para fotos. Ponto alto da viagem!

Em Gudvangen tem um restaurante com uma loja e alguns serviços para os turistas que aguardam a partida do barco até Flam. Preços para turista.

Passeio Fiordes – Gudvangen Kai – Restaurante e Barco

Trecho Gudvangen-Flam (barco)

O passeio pelos fiordes é incrível mas poderia ser melhor. Partimos com chuva e os assentos que ficavam na área coberta do barco foram beeeeem disputados. As janelas eram pequenas e a visibilidade não era boa. No caminho cruzamos com outros barcos que me pareceram mais apropriados.

Passeio Fiordes – vista do barco

Depois de alguns minutos de navegação a situação ficou estranha;, o restaurante começou a operar e ele vendia refeições instantâneas asiáticas. O cheio começou a tomar conta e fiquei me perguntando: onde estou mesmo? Não gostei, sou contra esse tipo de customização, imagina se resolvem servir arroz e feijão #nadaaver.

Para nossa sorte o tempo melhorou e foi possível curtir a paisagem e o ar fresco.O gigantismo dos fiordes compensa quaisquer que sejam os “inconvenientes”.

Passeio Fiordes – vista do barco e barco

Não esqueça um casaco quente e de preferência impermeável.

Passeio Fiordes – vista do barco

Trecho Flam – Myrdal(flambasana – rodovia cenica)

A chegada em Flam é tranquila, a cidade é minúscula e só não é pacata porque são muitos os turistas, nada mais nada menos que dois transatlânticos atracados:)

Passeio Fiordes – Chegada em Flam

Nela você tem a possibilidade de fazer esse passeio, e muitos outros. Ali também se encontra a estação ferroviária de onde partem os trens da rodovia cênica Flambasana. Não deixe de visitar o site do Visit Flam, outra empresa que oferece tours de barco Flam-Gusvangem é a Lustrabaatane.

Ainda bem que tínhamos os tickets do trens, alguém com certeza dormiu em Flam naquela noite por falta de um.

Passeio Fiordes – Trem da Rodovia Cênica – Flambasana

Achei o passeio dispensável, um marketing bem feito. A rodovia é cênica sim, o trem antigo, todo em madeira, confortável e bem conservado. Muito interessante a ideia de tornar turística uma rodovia que parece em desuso.

Passeio Fiordes – Paisagem Rodovia Cenica

O que descaracteriza são os excessos. Todos os pontos altos do trajeto – que é curto – são anunciados em inúmeras línguas; na minha opinião já bastava o ruído dos turistas e do próprio trem.

Passeio Fiordes – Cachoeira na Rodovia Cenica

Em um certo momento o trem pára, todos são orientados a descer para apreciar a cachoeira (foto acima) e, em cima dela, surge uma mulher em um véu branco, no maior frio, cantado uma música típica #desnecessario.

Não existem alternativas a esse trecho, a única é a rodovia. Recomendo fazer mas com a expectativa controlada.

Trecho Myrdal – Voss (trem)

Myrdal é ainda mais minúscula que outros vilarejos por onde passamos. Está localizada no alto e estava bem frio no vilarejo. É um ponto de divisão, quem vai para Bergen pega o trem em um sentido, quem vai para Oslo na direção contrária.

Como nosso bilhete era promocional só poderíamos embarcar no trem que passaria em dentro de 1 hora; optamos então por ir até Voss. Passeamos pela cidade, fizemos um lanche e compramos uns snacks para a viagem que ainda teríamos pela frente.

Trecho Voss-Oslo (trem)

Como os dias são longos, tinha luz natural durante quase toda a viagem. Ótimo para apreciar as paisagens que são uma loucura.  Mais cênico que a rodovia cênica. Não recomendaria fazer esse trecho durante a madrugada.

Passeio Fiordes – Trem de Voss a Oslo

O trem é confortável, com vagão restaurante impecável e área kids. Em alguns vilarejos você pode descer e esticar as pernas, achei o maximo. Passamos por lugares inóspitos mais ainda assim desenvolvidos, cidades e vilas com excelentes opções para as mais diversas atividades esportivas. Além disso essa é uma das ferrovias mais altas do mundo.

Passeio Fiordes – Trem de Voss a Oslo

Vimos paisagens com neve, cachoeiras, lagos (alguns parte congelados) e áreas muito verdes. Vivenciamos quase as quatro estações do ano, além da chuva e do sol que nos brindaram com esse gran-finale 🙂

Passeio Fiordes – Trem da Voss – Oslo

Anúncios

3 comentários sobre “O que fazer em Bergen e o passeio pelo Fiordes Noruegueses

Deixe aqui seu comentário ou dúvida

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s