Passeio pelas Cinque Terre: Vernazza

Dando continuidade ao passeio pelas Cinque Terre, depois de visitar Corniglia, fui para Vernazza. Vernazza foi a mais lotada de todas as Cinque Terre que visitei naquele dia. Descer do trem já foi difícil porque muitas pessoas no lado de fora aguardavam para entrar. Somado ao grande número de pessoas está também o fato de que boa parte dos trilhos da estação ferroviária onde pára o trem ficam dentro de um túnel, o que reduz bastante o espaço disponível.

Imagino que a cidade estava lotada não só porque é considerada a mais bonita das Cinque Terre e portanto, provavelmente, a mais famosa, mas também porque foi a mais atingida pelas chuvas de alguns meses antes e com certeza isso juntou turistas, com curiosos e volutários somados à uma estrutura mais precária para recebê-los.

O que devo dizer em relação às fotos desse post é que são imagens fortes da destruição que atingiu a região. Foi impossível fotografar qualquer coisa sem que alguma ligação ao “alluvione” causado pelas chuvas não fosse perceptível. Logo que desci da estação de trens me deparei com o outdoor da foto abaixo, imagem que ainda veria em vários pontos da cidadezinha naquela tarde.

Outdoor, título: Alluvione 25 ottobre 2011

Outdoor, título: Alluvione 25 ottobre 2011

O outdoor colocado logo na entrada já causava um impressão do que estaria por vir. Mesmo com as imagens forte acho que no ar ficava uma idéia de união, de organização, de um esforço conjunto de cidadãos e voluntários, italianos ou não, com o objetivo de reerguer a cidade.

A rua principal, que desce da estação ferroviária em direção ao mar, foi muito atingida, foram mais de 4 metros de lama acumulados, e justamente alí ficavam inúmeras estruturas receptivas e lojas do comércio local.

Vernazza – Rua Principal

Vernazza – Rua Principal

Vernazza - Rua Principal

Vernazza – Rua Principal

Muito poucos negócios abertos, mais a maioria já com as reformas iniciadas ou por terminar.

Loja de produtos locais em pleno funcionamento

Loja de produtos locais em pleno funcionamento

Padaria em reformas

Padaria em reformas

Fiquei impressionada com a quantidade de turistas visitando a região não esperava que tante gente fosse considerar a possibilidade de ir até lá mesmo sabendo que não veriam a cidade exatamente como ela costumava ser.

Vi muitos americanos. Parece que muitos deles se estabeleceram, veraneam ou tem casa na riviera Ligure. Ainda essa semana prestei atenção ao fato de que o New York Times incluíu Vernazza na lista dos lugares para se visitar em 2013. É a primeira colocada da Itália, ficando em 18 lugar na classificação geral.

Vernazza

A rua principal culmina na praça central, onde naquele dia, uma exibição das fotos da tragédia (as mesmas do outdoor) e também venda de camisetas com as imagens e das próprias imagens estava acontecendo. Achei muito mórbida aquela coisa e coitado de quem tentasse tirar uma foto das fotos, tinha uma senhorinha que estava controlando atentamente e dando inúmeros esporros nos pobres turistas desavisados, bem à moda das nonnas italianas…risos. Uma experiência mais típica impossível!!!

Exibição

Exibição

Exibição

Exibição

De qualquer forma ninguém parecia se incomodar e o dia de sol, que às vezes nublava🙂, deixava o lugar muito charmoso, próprio para sentar nas mesinhas da praça e curtir a tarde.

Vernazza - Praça Central

Vernazza – Praça Central

Vernazza - o mar visto da Praça Central

Vernazza – o mar visto da Praça Central

Vernazza - Praça Central

Vernazza – Praça Central

De certa forma era impressionante constatar a grandiosidade do trabalho que tinha sido realizado alí. Apesar da destruição que tinha sido causada o que se via por todo lado era reconstrução e acho que isso faz uma grande diferença no ânimo.

E pensar que durante a chuva foi assim:

E que no verão de 2012 já estava assim! Ah, muitas das imagens desse vídeo estavam expostas pela cidade naquele dia e faziam parte do outdoor.

Foi depois de ver esse vídeo que vi que quando fui não estava tão cheio quanto pensava. Continuo com minha recomendaçao de ir na primavera.

Pelo que tenho lido ainda tem muito trabalho por fazer mas nada que impeça a visita ou estrague o passeio pelas Cinque Terre. Além disso por que não ira até lá e colaborar com os esforços deixando alguns trocados?

Leia mais:

4 comentários sobre “Passeio pelas Cinque Terre: Vernazza

Deixe aqui seu comentário ou dúvida

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s