Polônia – Bate e Volta à Auschwitz a partir de Cracóvia

Nesse post irei escrever sobre como fomos de Cracóvia até Auschwitz e visitamos o campo de concentração de Auschwitz por conta própria. Antes de entrar em maiores detalhes sobre o passeio em sí acho importante que todos saibam que o que conhecemos pelo nome de Auschwitz são na realidade dois campos de concentração denominados Auschwitz Birkenau 1 e Auschwitz Birkenau 2. Na atualidade o lugar é conhecido como Museu Memorial Auschwitz Birkenau.

Museu Memorial Auschwitz – Birkenau 1

Dessa forma, uma visita à Auschwitz por conta própria compreende ir de Cracóvia até o campo de concentração Auschwitz Birkenau 1, de lá pegar o ônibus do museu até Birkenau 2.

Como ir de Cracóvia até o Museu Memorial Auschwitz Birkenal

O Museu Memorial Auschwitz Birkenau está localizado na cidade medieval de Oswiecim (66 km de Cracóvia). Auschwitz é na realidade a tradução para o alemão do nome Oswiecim.

Existem basicamente três opções para se chegar a Auschwitz – Birkenau1: com tours guiados que incluem inclusive o transporte e você não se preocupa com nada, de trem (até a cidade de Oswiecim  e depois de 20/30 minutos de caminhada) e de ônibus (que deixa você em frente a entrada do museu).

Onibus até o Museu Memorial Auschwitz Birkenal

Nossa experiência foi com o ônibus e é sobre ela que darei detalhes. Optamos pelo ônibus porque não queríamos ter que caminhar em torno de 20 minutos da estação ferroviária de Oswiecim até Auschwitz – Birkenal 1. Não esqueça que fizemos a visita no início de outubro porém com temperaturas congelantes.

Fomos de ônibus com a empresa Lajkonikbus, que parte da estação MDA em Cracóvia. A estação fica próxima à estação ferroviária e nos fundos do shopping center.  Além disso ficava ao  lado do hotel onde ficamos hospedamos. Isso foi ótimo porque passamos no supermercado antes e, ao chegarmos exaustos, jantamos ali mesmo e fomos para o hotel direto.

Saímos no ônibus das 13h55, nossa reserva era às 16h. A viagem dura entre 1,5 e 2h. Compramos os bilhetes de ida e volta direto na estação, pagamos 28 PLN por pessoa.

Como compramos os ingressos e agendamos os horários para conhecer Auschwitz

O Museu Memorial Auschwitz Birkenau organiza as visitas turísticas de uma forma distinta da qual estamos habituados. Todos os visitantes devem realizar o agendamento de suas visitas individuais no entanto existem horários específicos caso você deseja uma visita individual guiada ou não.

Se a sua visita individual for sem “educator” (por conta própria total) os horários disponíveis serão logo no início da manha ou logo depois do almoço, por volta das 14. Não irei colocar os horários exatos porque eles variam de acordo com a época do ano. O mais importante a se saber é: as visitas individuais guiadas demoram 3,5 horas e custam 50 PLN enquanto as visitas por conta são gratuitas e você controla o seu tempo. Calcule no mínimo 3 horas para fazer o circuito completo por conta própria.

Fiz a compra (simbólica) e o agendamento através do site do Museu Memorial Auschwitz Birkenau. Escolhia opção para visitas individuais (imagem abaixo), fiz a criação do login e depois escolhi a data e horário.

Imagem Site Reserva Museu Memorial Auschwitz Birkenau

Ao chegar apresentamos o voucher eletrônico que estava em nossos celulares. Passamos o controle de segurança e entramos em uma loja que ficava próximo a ela. Na loja compramos um guia do lugar. Achei interesse para ajudar na visita e também uma forma de contribuir com a instituição já que nossa visita foi gratuita. O livro custou 15 PLN.

Livro sobre o Museu Memorial Auschwitz Birkenau

Como só conseguimos reservar para as 16:00 horas  – não cogitamos a parte da manhã devido ao frio que fazia – nossa visita foi corrida.  A dica que dou é: se você já sabe que irá realizar esse passeio faça a  reserva com alguma antecedência pois os horários são concorridos. O único problema da visita por contra própria será ter que realizar o controle dos horários caso sua reserva seja feita como a nossa, no final da tarde. Fora isso acredito que seja bem tranquilo visitar o local.

Como foi a visita ao Museu Memorial Auschwitz Birkenau

Primeiramente visitamos o Birkenau 1, o local era um antigo prédio militar que foi convertido em campo de concentração. Ele é relativamente pequeno e com inúmeros prédios de três andares.

Entrada Museu Memorial Auschwitz Birkenau 1

Museu Memorial Auschwitz – Birkenau 1

Hoje em dia cada um desses prédios possui uma instalação que conta um pouco das coisas que aconteceram ali. No início era pra ser um campo de trabalho forçado mas no final virou um campo de extermínio.

Museu Memorial Auschwitz – Birkenau 1

Quando esse campo ficou pequeno demais foi então construído Birkenau 2, uma verdadeira máquina de matar.

Museu Memorial Auschwitz – Birkenau 1

Ficamos em torno de 1,5 horas em Birkenau 1. Ao sairmos estavam entrando os últimos turistas. Tivemos dificuldade em encontrar a parada de ônibus do Museu  que nos levaria até Birkenau 2 (muito mal sinalizada), quando a encontramos começamos a rezar para que o ônibus aparecesse. Logo ele chegou, ufa! Fomos os únicos a entrar no ônibus.

Birkenal 2 é imenso! Lá é possível ver a entrada do campo e um vagão do trem que levava os presos até o campo de concentração. Impossível não lembrar do famoso filme de Steven Spielberg.

Museu Memorial Auschwitz – Birkenau 2

Museu Memorial Auschwitz – Birkenau 2

Quando a guerra terminou os alemães tentaram esconder as provas da existência deste campo e portanto muita coisa foi destruída. Sobre os escombros dos fornos foi criado um Memorial em nome das vítimas.

Algumas instalações foram preservadas. É impressionante o tamanho do lugar. E pensar na quantidade de pessoas que ali foram submetidas às mais terríveis experiências.

Museu Memorial Auschwitz – Birkenau 2

Quando chegamos em Birkenau 2 tínhamos uma hora para conhecer o lugar, não existem muitas coisas para ver ou ler como em Birkenau 1 mas as distâncias são grandes, tivemos que caminhar a passos largos e sempre atentos ao relógio.

Museu Memorial Auschwitz – Birkenau 2

Visitamos o campo em outubro, naquele final de tarde e outono faziam 2° centígrados. Passamos muito frio mesmo dentro das nossas roupas com tecnologia de último tipo; fico imaginando o sofrimento daqueles que se amontoavam naquelas instalações precárias sem roupas, alimento e sob tortura.

Não foi nada fácil realizar esse passeio – se é que podemos chamar de passeio – mas no final de tudo tenho que concordar com uma frase que li em Birkenau 1: “aquilo que não é visto não é lembrado”. Fazer um museu memorial como esse e estimular as pessoas a visitarem não é somente manter viva uma história recente mas também uma forma de retornar à Polônia muito daquilo que lhe foi tirado.

Anúncios

Um comentário sobre “Polônia – Bate e Volta à Auschwitz a partir de Cracóvia

Deixe aqui seu comentário ou dúvida

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s