Retrospectiva: 2017 em 17 viagens

1 – Rivera (Uruguai)

Como já é tradição, o ano começou com uma ida ao Uruguai. em janeiro. Uma pequena trip, sempre em família, para ver as novidades dos free-shops de Rivera e saborear a gastronomia Uruguaia.

Rivera -Shopping Melancia

2 – Porto (Portugal)

Em fevereiro chegou a hora de voltar para Dublin. Utilizamos a cidade do Porto como hub devido a um precinho camarada que encontramos na TAP. Ficamos alguns dias curtindo a cidade antes de partir para a Irlanda.

Em Vila Nova Gaia com o Porto ao fundo

Foi uma ótima aclimatação. O inverno no Porto é bem menos rigoroso e a cidade tem muito a oferecer.

3 – Barcelona (Espanha)

No final de fevereiro fomos para Barcelona. Foi nossa terceira ida a esta cidade que sempre nos impressiona. Passamos dois dias nela antes de ir esquiar em Andorra. Saímos do frio e dias nublados da Irlanda para o “inverno” ensolarado de Barcelona 🙂

Barcelona

Foram dois dias entre tapas e tapas. Ainda estou devendo um post com dicas de gastronomia ao estilo tapas. Aqui você encontra dicas de hospedagem.

4 – Principado Andorra

No início de março, feriadão de carnaval, finalmente tiramos o plano de esquiar no Principado de Andorra do papel. Nunca tínhamos esquiando em um lugar tão ensolarado. Andorra surpreendeu pela oferta de compras e serviços e pelos preços mais camaradas e pelo esqui é claro.

Esqui no Principado de Andorra

Continuar lendo

Anúncios

Hotéis Econômicos em Londres

Hoje resolvi fazer um post um pouco diferente dos habituais; queria dividir aqui no blog minhas experiências recentes em busca de hotel/hospedagens baratas em Londres. Logo abaixo você vai encontrar uma listinha com sugestões de hotéis/grupos hoteleiros/albergues que costumam ter preços econômicos em Londres. Eu considero informações infalíveis para que você não durma de baixo da ponte na terra da rainha 🙂

Morei dois meses em Londres pulando de hotel em hotel e atualmente, morando em Dublin, visitar Londres tem sido recorrente. No momento planejo uma ida até Londres com meus pais no feriadão do primeiro de maio – aqui a busca é por um bom quarto triplo – e, no meu aniversário, em julho, irei para Londres em um final de semana que além do show do U2 terá o torneio de Wimbledon. Loucura total neh? Eu sei, mas ainda assim, estipulei um budget e conseguir ficar dentro dele. E quero te dar dicas de como fazer o mesmo.

Continuar lendo

Curso de Inglês em Londres

Outro dia escrevi sobre curso de italiano aqui em Roma e como vejo que esse é um item bastante pesquisado achei importante deixar minha recomendação sobre um curso de inglês que tive a oportunidade de fazer em Londres e que também gostei bastante.

Na época, 2007, fiz um curso de inglês na escola Bloomsbury e achei muito bom. Um dos representantes deles no Brasil é a Upward, ao menos foi com eles que na época comprei o curso. Na verdade ganhei uma bolsa de algumas semanas e comprei outras semanas. Sem dúvida isso foi um diferencial na minha escolha mas, ainda bem que isso aconteceu porque realmente achei que o aprendizado foi ótimo.

Adorei a escola, não haviam muitos brasileiros, ao menos na época em que fiz o curso, junho e julho, a média de idade não era muito baixa, os professores bons, muitas atividades extra classe e uma infra-estrutura ótima, desde as salas de aula, biblioteca, laboratório e cafeteria. E, o melhor de tudo, realmente praticavam o “only speak english”, aí de você se falasse na sua própria língua…rs…, acho que isso pode parecer besteira mas no final faz muita diferença na hora de aprender um novo idioma. Eles eram também muito rígidos com horários, isto é, você tinha 15 minutos para entrar depois da aula ter começado e caso estivesse atrasado mais do que isso só entrava no segundo período. Eu sei, parece coisa dos tempos de escola, mas é muito útil caso você fique naquela lenga lenga do “só mais 5 minutinhos na cama”..rs…

Não é uma das top 5 de Londres consequentemente tem um mais em conta mas nao é uma pechincha. Com certeza indo a Londres e andando pela Oxford Street haverão uma série de escolas com preços melhores mas acredito que não com a mesma qualidade. Falando em Oxford Street a localização dessa escola também é muito boa. Fica próximo a Oxford Street mas em um bairro diferente e de muito fácil acesso com metro e ônibus.

Minha dica final pra quem quer passar um período estudando lá e já está a um tempo sem contato com o idioma é fazer um curso de “desenferrujamento” antes de ir. Acho que se tira mais proveito do curso. Foi uma coisa que na correria não tive tempo de fazer e que acho que teria feito toda a diferença.