América do Sul, Brasil, Canela, Gramado, Rio Grande do Sul

Gramado e Canela – o que fazer, onde se hospedar e viagem durante o Natal na pandemia

Meu post natalino esse ano chegou atrasado. Nossa família foi duramente atingida pela pandemia do Covid e faltava motivação para escrever 😢. No entanto relembrar viagens sempre me alegra e finalmente me animei para compartilhar com vocês essa trip gostosa que fizemos em dezembro de 2020 para curtir o Natal em Gramado e Canela.

Gramado - cidade decorada para o Natal
Gramado – cidade decorada para o Natal

Como estávamos no RS por motivos familiares desde outubro, em dezembro escapamos até a serra gaúcha. Queria levar o filhote para ver a magia do Natal e o namorido para visitar a cidade nessa época. Depois de vivermos na Europa sentimos muita falta desse calor natalino. Apesar de neste ano não terem sido realizados os eventos do Natal Luz, as cidades esbanjaram nas decorações e na iluminação e com certeza fizeram vibrar as pessoas que tiveram a oportunidade de ir até lá (e olha que não foram poucas… rindo de nervosa, achei as cidades beeem cheias).

A viagem durou quatro dias e foi realizada durante a pandemia com as restrições impostas pela bandeira vermelha; restrições diferentes das restrições bandeira vermelha que vivenciamos em cidades de SP como Campos do Jordão e Ilhabela. Em Gramado e Canela as atrações ao ar livre estavam abertas assim como os restaurantes (com protocolos de distanciamento e restrição de horários até as 22 horas). Já a obrigatoriedade de utilizar máscaras e a restrição de ocupação nos hotéis eram pontos em comum com SP.

Adoramos a viagem, curtimos muito a paisagem com as hortênsias tomando conta das cidades, decorações natalinas e a oportunidade de realizar uma viagem em família; meus pais estavam isolados desde o início da pandemia e tiveram a oportunidade de compartilhar a viagem com o neto que não viam desde fevereiro.

Mas o lugar estava muito cheio de turistas de todas as partes do Brasil e tivemos que redobrar os cuidados. Chegamos a trocar de restaurante, solicitar que uma janela fosse aberta e a alterar a ida a um museu por causa da fila, isso mesmo, fila (e sem o distanciamento correto). Nem as atrações e nem os restaurantes trabalhavam com reservas.

As dicas que posso dar para viajar com mais segurança são: visite os museus no horário de almoço, almoce e jante cedo, até porque  com o fechamento dos restaurantes às 22 ninguém que chegasse após as 21:30 era admitido.

Serra Gaúcha: Gramado e Canela

As cidades de Gramado e Canela, juntamente com outras cidades adjacentes, formam a chamada Serra Gaúcha. Se você ainda não conhece eu diria que você está perdendo uma oportunidade de ver um Brasil que dá orgulho; além de inúmeras ofertas de hotéis e atrativos turísticos (mais detalhes abaixo) a região é um destino incrível tanto para famílias quanto para casais e as cidades encantam pela limpeza, organização, beleza, natureza, segurança e qualidade de vida.

Não à toa que cada vez mais prédios são construídos e vendidos à famílias de todo o país. Canela em 2018 foi uma das cidades brasileiras onde os imóveis mais se valorizaram. É claro que essa valorização toda se reflete no custo de vida e do turismo. A Serra Gaúcha não é um destino com preços de RS e sim com preços de capitais do sudeste porém como a infra de hospitalidade e restauração é muito variada é sempre possível encontrar algo que caiba no bolso.

O que visitar/atracões e passeios em Gramado e Canela

Nesta viagem tínhamos quatro atrações em mente (Lago Negro, Mini Mundo, SkyGlass e Aldeia do Papai Noel) e uma vinícola mas as cidades de Gramado e Canela oferecem muito atrativos. Segue abaixo uma lista com as atrações e links para as mesmas:

Em Gramado

  • Catedral de Gramado e a Rua das Renas – a Catedral para mim é o ponto central a partir do qual se explora o centrinho de Gramado. Aqui no Natal a rua lateral se transforma da Rua das Renas.
Gramado - Catedral e Rua das Renas
Gramado – Catedral e Rua das Renas

Ponto de encontro dos turísticas para apreciar o acendimento das luzes natalinas, todos os dias no período do Natal Luz, às 19 horas.

  • Rua Borges de Medeiros – com suas lojas, cafés e galerias e impossível passar por Gramado e não passar pela Borges;
  • Rua Coberta – ponto de encontro dos turistas com seus diversos restaurantes. A rua também é agitada no inverno pois sua cobertura protege do frio;
 Gramado - Rua Coberta e Largo da Borges
Gramado – Rua Coberta e Largo da Borges
  • Palácio dos Festivais , onde acontece o festival de cinema está em frente a rua coberta enquanto a charmosinha Prefeitura logo atrás.
Prefeitura e Palacio dos Festivais
Prefeitura e Palácio dos Festivais
  • a Praça das Etnias e a Rua Torta – estão próximas ao centro e valem a visita, ambos os locais são praticamente transformados no período natalino, fica tudo lindo demais;
Praca das Etnias e Ruas Torta no Natal
Praça das Etnias e Ruas Torta no Natal
  • Lago Joaquina Rita  Bier um pouco adiante da Rua Torta encontra-se esse pequeno lago, ótimo para caminhadas ou passeio no final de tarde;
Lago Joaquina Rita Bier
Lago Joaquina Rita Bier
  • Lago Negro – o Lago Negro fica mais distante do centro, no bairro Planalto, é um lindo lago cercado por uma natureza exuberante, paisagens da floresta negra da Alemanha (o que explica o nome). Uma vez lá e possível andar de pedalinhos no lago ou caminhar ao seu redor;
Pedalinhos no Lago Negro
Pedalinhos no Lago Negro
Gramado - Lago Negro
Gramado – Lago Negro
  • Mini-Mundo frequento o mini-mundo desde que ele era “mini” (risos). De lá prá cá a quantidade de atrações aumentou mas o charme ainda é o mesmo. Lá você encontrará réplicas de ícones arquitetônicos de vários países e em especial da Alemanha;
Nossa chegada no Mini Mundo em Gramado
Nossa chegada no Mini Mundo em Gramado
Mini Mundo - Miniatura Castelo Neuschwansteincae Escorrega no Parquinho
Mini Mundo – Miniatura Castelo Neuschwanstein e Escorrega no Mini Parquinho “Chá da Tarde”
  • Snowland esse enorme parque focado em atrações de inverno é demais! Aqui no blog temos um post exclusivo dedicado a ele. Não deixe de conferir se possível. O snowland infelizmente abriu um dia depois de termos ido embora, peninha, queria muito ter visitado e atualizado nosso post ☹
Montanha de Neve no Snowland – fotinho #tbt de 2014 🙂
  • Aldeia do Papai Noel – parque quem quer curtir o natal o ano inteiro.
  • Olivas de Gramado – um parque e restaurante com plantações de oliveiras e degustação de azeite. Não faltam atividades tanto para crianças quanto para os adultos. Tudo isso em meio a paisagem linda que o local oferece.

Em Canela

  • Catedral de Pedra de Canela – um dos cartões postais da cidade de Canela e de toda a Serra Gaucha;
  • Mundo a Vapor – um pequeno museu que já tem história na cidade. Além de ensinar sobre várias coisas ligadas ao vapor também oferece espaço kids e um passeio em um pequeno trem;
  • Alpen Park– um parque de diversões para crianças e para os adultos que as acompanham. Como a entrada é gratuita (exceção o estacionamento), você pode entrar e depois decide o que visitar. As atrações podem ser pagas avulsas.
  • Castelinho do Caracol – uma casa histórica e também casa de chá que serve o melhor apfelstrudel da região. Verifique os horários e tente encaixar uma parada aqui no dia em que você for visitar uma das atrações abaixo pois todas ficam na mesma estrada;
  • Parque do Caracol – um parque com uma das maiores quedas de água do país. Até um tempo atrás você só acessava descendo (e depois subindo) uma escada de 780 degraus, a escada da perna bamba! Hoje em dia é possível observar a cachoeira de um mirante e/ou de um observatório (acessível por elevador panorâmico);
  • Bondinhos Aéreos Parque da Serra – uma outra forma de avistar a Cascata do Caracol e o parque ao seu redor, através de plataformas de observação acessíveis por um teleferico com cabines ou cadeiras;
  • Parque do Vale da Ferradura/SkyGlass – até dezembro de 2020 era um parque com trilhas e com uma vista linda para o rio em formato de ferradura. Hoje em dia abriga o SkyGlass, uma plataforma de vidro que avança em direção ao vale e além da paisagem oferece fortes emoções. Tive a oportunidade de conhecer em primeira mão, em breve um post só desta atração!
SkyGlass - Plataforma de vidro e Abusado
SkyGlass – Plataforma de vidro (acima) e Abusado (em baixo)
  • Terra Mágica Florybal – um parque mais voltado ao publico infantil, uma mistura de cavernas, atrações de parque e mundo encantado. Eu particularmente acho os personagens meio exagerados e optei por esperar um pouco para levar nosso pequeno.

Vinícolas em Gramado e Canela

Gramado e Canela não tem o charme do enoturismo das cidades próximas como Garibaldi e Bento Goncalves, mas possuem algumas vinícolas que podem ser visitadas e onde são oferecidas degustações e compras de vinhos. Dentre elas destaco a Jolimont (Canela) e a Ravanello (Gramado).

Vinicola Ravanello em Gramado
Vinicola Ravanello em Gramado

Visitamos todas as atrações planejadas com exceção da Aldeia do Papai Noel. No Lago Negro não foi possível usar os pedalinhos enquanto no Mini Mundo tivemos que voltar em um horário que estivesse menos cheio. Visitamos também a vinícola Ravanello mas não os vinhedos e tampouco fizemos degustação devido às restrições de horários imposta pela bandeira vermelha. Ah compramos vinhos na loja os vinhos são excelentes #ficaadica.

Day-tours na Serra Gaúcha

Se por acaso você tiver dias livres e quiser conhecer outras cidades recomendo os seguintes destinos:

  • Nova Petrópolis – uma pequena cidade muito proxima de Gramado, na praça principal existe um labirinto verde que é uma das principais atrações do lugar;
  • Garibaldi, Bento Gonçalves e Pinto Bandeira – enquanto Gramado e Canela fazem a cabeça dos mais jovens eu brinco que Garibaldi e Bento são o playgraound dos adultos, onde o enoturismo é o grande diferencial. Clique no link para acessar osso post índice sobre a região!
Vinicola Geisse - Open Lounge
Vinicola Geisse – Open Lounge
  • Aparatos da Serra – o destino é famoso pelos cânions, dentre eles o Itaimbezinho onde é possível fazer uma trilha fácil e de curta duração que permite admirar a paisagem de um dos principais cânions do Brasil.

Onde ficar/se hospedar em Gramado

Opções de hotelaria em Gramado e Canela são muitas e variadas, por esse motivo temos aqui no blog um artigo com dicas de hospedagem em Gramado para todos os gostos e bolsos. Acesse o post clicando aqui!

Nessa viagem optamos por alugar um apartamento por temporada, e acho que foi uma escolha muito boa. Estávamos em 4 adultos e seria legal ter uma área de convivência; viajar com criança de colo e ter uma cozinha à disposição é sempre muito prático, soma-se a isso a pandemia que a qualquer momento poderia nos forçar a fazer refeições na hospedagem.

Edificio Paradiso - Hospedagem em Apartamento por temporada em Gramado
Edifício Paradiso – Hospedagem em Apartamento por temporada em Gramado

O local onde nos hospedamos, o Edificio Paradiso, é na realidade um prédio inteiro de imóveis por temporada então o serviço e o próprio prédio são otimizados para isso. O apartamento era novíssimo, moderno, silencioso, bem equipado, com ar-condicionado e TV em todas as peças apesar de somente a TV da sala ser Smart e limpo. Gostei tanto da experiência que já incluí na minha lista de preferidos.

Reservamos através do AirBnb porém também é possível alugar através do Booking.com. No AirBnb a reserva é realizada diretamente com o proprietário de um dos apartamentos enquanto no Booking é feita com a empresa que administra o prédio como um todo e portanto as acomodações são diferentes apesar de estarem no mesmo prédio e oferecerem o mesmo serviço. Clique nos links para ver as acomodações e valores.

Minha intenção inicial era ficar no hotel do grupo Wyndham que inaugurou tem pouco tempo, o Wyndham Gramado Termas Resort & Spa. Me hospedei em um hotel do grupo em Ilhabela amei a experiência e queria repetir porém o hotel não tinha disponibilidade nas nossas datas. Então aqui fica outra dica 😉 Ah, importante: esse hotel dista 7 kms centro e apesar do BusTour passa por lá ele não funciona 24 horas.

Restaurantes em Gramado e Canela

Tem muito restaurante interessante na Serra Gaúcha. Para comida alemã não deixa de ir até o Restaurante Hoppner , localizado no hotel Rita Hoppner, um restaurante sofisticado com uma gastronomia maravilhosa.

Restaurante Hoppner - entradinha
Restaurante Hoppner – entradinha

A família dona do hotel é também proprietária do Mini Mundo, que ao ser criado era uma atração do hotel. Nós visitamos o museu à tarde e jantamos no restaurante à noite, achei que ficou um ótimo roteiro. Foi o jantar do último dia de viagem então encerramos com chave de ouro.

Restaurante Hoppner - principais (eisbein e schnitzel)
Restaurante Hoppner – principais (eisbein e schnitzel)

O Wood Lounge Bar & Restaurante e o Duo Cozinha, tem uma linha contemporânea com uso de ingredientes locais. Almoçamos no Duo, o serviço foi atencioso e a comida saborosa, com destaque para o prato que pedi, o stinco de cordeiro. Sem falar que o lugar é lindo!

Duo Cozinha Contemporanea - ambiente e pratos (stinco e truta)
Duo Cozinha Contemporanea – ambiente e pratos (stinco e truta)

A serra gaúcha está para a gastronomia suíça assim como qualquer destino de inverno no Brasil. Quem não curte um fondue ou uma raclette nessa época não é mesmo? Opções não faltam. Eu gosto do St Gallen (na linha bom, arrumadinho, econômico e boa carta de vinhos), da Maison de la Fondue (para aquele clima de serra) e do Belle du Valais (quando o fondue é o ponto alto da viagem).

Quando o assunto é gastronomia italiana na Serra Gaúcha isso significa galeto, massas e polenta 😊 Para galeto ala carte tem o Casa Muttoni (antigo Per Voi), e na linha do rodízios/coma à vontade tem o Mamma Mia, tradicional restaurante do RS. Para massas a Cantina Pastaciutta (que também tem um Bistrot na Rua Coberta e um restaurante chamado Pasta & Vino na Borges de Medeiros). Na cantina o forte são as massas servidas nessas panelas de ferro da foto abaixo. Segundo eles servem 2 mas eu achei as porções fartas.

Cantina Pastaciutta - ambiente e pratos para compartilhar
Cantina Pastaciutta – ambiente e pratos para compartilhar

As carnes estão bem representadas pelo La Caceria (sofisticado restaurante do sofisticado Hotel Casa da Montanha), pelo Malbec (que serve de tudo um pouco além da parrilla) e pelo Toro (informal, estilo pub, música mais alta, bons hambúrgueres, espetinhos e cerveja artesanal).

Para um almoço leve em Canela tem o Containner Bistrot, que fica dentro do Galpao da loja Maos do Mundo.

Bistrot Containner - ambiente e pratos leves
Bistrot Containner – ambiente e pratos leves

Para lanches tem o Gnomo, onde eu almoçava, jantava e bebia eh claro, quando ia a Gramado na época da faculdade (risos). Hoje em dia o Gnomo está presente em Gramado e Canela. Não deixe de provar o famoso Xis (cheese burger) gaúcho. Se desejar um hambúrguer tradicional em Gramado tem a Le Grand Burguer, considerada uma das melhores hamburguerias de Porto Alegre.

Se estiver em busca de pizzas, eu indico as verdadeiras (vera) napolitanas. Já escrevi muito sobre esse tipo de pizza aqui no blog, para mais detalhes acesse esse post. A serra gaúcha está bem representada pela Boska (Gramado) e Abbiamo Fatto (Canela).

Pizza na Abbiamo Fatto
Pizza na Abbiamo Fatto (margherita e friarelli)

Para café com a cara de Gramado tem a Casa da Velha Bruxa (Gramado e Canela) que é mais famosa pelo chocolate quente do que pelo café. Para café expresso recomendo o Cafe du Centre e a Casa Bauducco, ambas são franquias, acho que a cidade ainda merece uma cafeteria a sua altura. Alo, Café do Mercado!

Na linha mais turística e tem o Hard Rock Café, as famosinhas do momento “as pizzarias temáticas” como a Kongo, Cara de Mau, ect. e os cafés coloniais, indico o Bela Vista.

Como se locomover na Serra Gaúcha: Gramado e Canela

Para quem chega de avião os melhores aeroportos são os de Caxias do Sul e Porto Alegre. A partir dessas localidades é possível alugar um caro ou usar transporte público. Tanto a locação quanto a compra dos bilhetes podem ser feitos por internet ou no próprio aeroporto (sempre sujeito a disponibilidade).

Uma vez em Gramado/Canela e sem carro é possível usar taxi, uber e também serviços de vans de alguns restaurantes. Além disso uma alternativa é o BusTour, um ônibus turístico com diversas linhas e boa frequência.

Clima na Serra Gaúcha: Gramado e Canela

No inverno faz frio e no verão pode fazer muito calor mas as noites podem ser frescas. Além disso não podemos esquecer que o RS está localizado em um país tropical então as vezes faz calor mesmo no inverno e frio no verão. Verifique a previsão do tempo antes de viajar!

Gramado e Canela com crianças

Como já comentei acima, é um destino muito família, inclusive para famílias com bebês de colo. Tinham muitos! Escolha atrações a céu aberto, mais para passear do que brincar ou ver museus, e cuide os horários de sol nos dias quentes.

Todos os locais tinham trocadores e os restaurantes cadeirões. Além disso a Casa do Viajante é uma loja especializada em aluguel de itens por temporada para quem viaja com crianças pequenas.

Compras na Serra Gaúcha: Gramado e Canela

Já escrevi aqui que não sou grande compradora em viagens mas desta vez tinha um certo tempo sobrando e acabei fazendo comprinhas natalinas. Gramado tem inúmeras galerias nas principais ruas do centro então é impossível não visitar nenhuma lojinha. O clima natalino também toma conta do comércio e algumas lojas capricham na decoração. É bonito de se ver!

Vitrines na época do natal em Gramado
Vitrines na época do natal em Gramado (os pinguins, à direita, se moviam e ele ficou encantado)

Eu gosto muito de uma marca de meias chamada Inverness, ela é de Campos do Jordão mas tem filial em Gramado. Para os pequenos a Criamigos tem uma proposta interessante. Essa loja surgiu em Gramado mas hoje em dia já conquistou o país.

Além disso a região é super famosa pelas chocolaterias (Lugano, Planalto, Prawer, Caracol, Florybal), vinhos da serra gaúcha, artigos em couro e vestuário então não deixe de conferir. 

Bom, termino esse post aqui. Quer ver imagens da nossa ultima trip por lá? Acessa nosso destaque no insta, clicando aqui e aqui. Nos stories mostro mais detalhes da hospedagem, atrações e restaurantes além de comentar detalhes, pratos e valores. Abaixo um mapa com as recomendações do PlanejandoaViagem na Serra Gaúcha.

Um comentário em “Gramado e Canela – o que fazer, onde se hospedar e viagem durante o Natal na pandemia”

Deixe aqui seu comentário ou dúvida

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s