América do Sul, Arraial da Ajuda, Bahia, Brasil, Trancoso

Trancoso – O que fazer, como chegar, onde se hospedar, restaurantes e beach clubs

Nessa época de viagens em modo “suspenso” devido ao isolamento social causado pelo coronavirus imagino que muitos, assim como eu, estejam loucos para viajar 😊. Como optamos por um estilo de vida urbano, contamos com as viagens para dar aquela escapada da rotina e ter contato com a natureza e devido a isso fico me perguntando a todo o momento: quando poderemos viajar com segurança? Como? Para onde?

Muito se discute sobre o tema e tendências já despontam: viagens domésticas (no próprio país ou países fronteiriços), viagens terrestres (de carro), a criação de corredores turísticos nas estradas, viagens próximas ao local de residência (não dá para cruzar o Brasil mas é possível ir do sul da Alemanha até a Itália rodando poucos quilômetros), viagens que priorizem atividades ao ar livre e sem aglomerações.

Trancoso - Praia Nativos vista do Mirante do Quadrado
Trancoso – Praia Nativos vista do Mirante do Quadrado

Seguindo essas tendências busco dividir aqui no blog algumas experiências que acho que terão tudo a ver quando pudermos retomar nossas viagens. Um pouco antes do isolamento social começar escrevi sobre um excelente hotel, com cozinha, no Rio de Janeiro, sobre a Serra Gaúcha (local já reaberto a visitação) e Ilhabela (destino próximo a São Paulo). Foi coincidência, mas espero que os posts sejam uteis no pós-pandemia. Neste post divido com vocês minha experiencia em um lugar que amei conhecer e que espero voltar assim que for possível: Trancoso.

Eu morava fora do Brasil quando Trancoso comecou a bombar. Ficava sempre me perguntando de onde vinha tanta fama mas quando conheci o lugar foi ”amor ao Quadrado”. Morando tanto tempo na Europa e frequentanto as praias do mediterraneo comecei a ficar muito exigente com a questão da infraestrutura das cidades e lugarejos de praia. Com a idade também comecei a dar valor a bons beach clubs, restaurantes, baladinhas noturnas com bons drinks, lugares charmosos, bem curados e com um vibe relax.

É claro que o local é um dos paraísos do jet set nacional e mesmo internacional mas você não precisa gastar fortunas para frequenta-lo e usufruir do que ele oferece. Fizemos uma viagem bastante economica, como quase sempre, e por isso quero dividir aqui nesse post nossos “achados” em Trancoso.

Dica de Hotel em Trancoso – A Pousada Villa Bahia

Quando reservamos a Pousada Villa Bahia ela era relativamente nova no Booking, tinha poucas reviews e eu estava preocupada pois o valor me pareceu baixo. Pagamos menos de 200 reais a diária, para 3 noites, com café da manhã, logo após o carnaval. Apesar de tudo que oferecia o lugar me pareceu simples e um pouco afastado do centro e por isso resolvemos pagar para ver se o hotel seria mesmo o BBB que tanto buscamos em hotelaria. E não e que era realmente “bom, bonito e barato”!

Trancoso - Villa Bahia - area piscina
Trancoso – Villa Bahia – area piscina

Reservamos a suite júnior que ficava logo na entrada no hotel, em frente a um pequeno portão pelo qual se acessava a rua e ao lado da recepção. Fiquei com receio do barulho no entanto nenhum barulho nos incomodou nos dias que passamos la.

Nossa suite ficava em uma casa de arquitetura caiçara, o quarto tinha uma porta de acesso e uma janela pequena, a decoração era minima, moveis extremamente rústicos, banheiro pequeno mas com boa ducha. O chão era de concreto queimado e a cama com aquele véu/mosqueteiro que se vê em tantas fotos de hotéis de Trancoso. Tudo confortável apesar da simplicidade.

Trancoso - Villa Bahia - acomodacoes
Trancoso – Villa Bahia – acomodacoes

O único ponto negativo eu diria que foi o ar condicionado, ainda modelo antigo (mais barulhento) e instalado acima da cabeceira da cama.

 Trancoso - Villa Bahia - quarto
Trancoso – Villa Bahia – quarto

Os jardins e a area da piscina na minha visão foram o ponto alto juntamente com a arquitetura do nosso quarto mas pelo que observei nue nem todos os quartos ficam nessas casas caicaras que se espalham pelo jardim. A piscina tinha um tamanho otimo, aquecimento, cadeiras confortaveis e um bom bar. Confraternizamos com alguns hospedes, foi muito agradavel.

O café da manha tinha o basico, bom café, frutas de qualidade, ovos e tapiocas feitas na hora. Em termos de localizacao é um pouco afastada do Quadrado e da praia, tinhamos dois caminhos possiveis e um deles tinha uma ladeira. Gostamos muito da estadia. Queríamos muito ter ficado mais do que 3 dias/noites, até tentamos, mas não conseguimos modificar nosso voo.

Trancoso – Como Chegar

O aeroporto com voos comerciais mais próximo é o de Porto Seguro. Nós chegamos em Porto Seguro, pegamos um ônibus do aeroporto até a balsa, cruzamos a balsa até Arraial d’Ajuda – onde ficamos três noites – e depois fomos de miniônibus de Arraial d’Ajuda até Trancoso.

A viagem de Arraial d’Ajuda até Trancoso foi tranquila. O mais difícil foi conseguir juntar o número mínimo de passageiros para a viagem, nenhuma van parte sem no mínimo 4 pessoas. Apesar da dificuldade em partir de Arraial d’Ajuda depois que partimos a viagem transcorreu normalmente e o motorista inclusive nos deixou em frente ao hotel, o que nos disseram que não era algo muito comum.

Já nossa viagem de volta de Trancoso até a balsa foi completamente diferente, a van estava lotada, o ar-condicionado não funcionava e o motorista foi extremamente imprudente. Nessa viagem sentei-me ao lado de um senhor mineiro que tem casa em Trancoso, ele me disse que andar de van é assim, uma aventura, e que acidentes são muito comuns. Nem preciso dizer que nunca mais pego esse tipo de transporte e também não recomendo, ao menos não naquelas condições.

Ainda bem que acho que hoje em dia já tem Uber por lá porque quando fomos os transfers eram extremamente caros, custavam em torno de 300 reais. Aquela velha máxima de explorar o turista e não o turismo.

Trancoso – O que fazer?

Curtir o Quadrado (o cartão postal da cidade – uma praça com uma igrejinha piotresca e vários locais lindinhos ao seu redor). Aproveitar as praias (todas muito próximas com exceção da Praia do Espelho), relaxar nos beach clubs e provar a culinária local nos restaurantes. Vida ruim não é mesmo?

Trancoso - Quadrado
Trancoso – Quadrado

O Quadrado

O Quadrado, que na realidade tem um formato de retângulo, é a praça central da cidade. O lugar é um charme, muito preservado tanto em relação a arquitetura quanto ao meio ambiente. A praça poderia ser uma praça de qualquer cidade do “interiorzão” do Brasil mas até isso nosso interior perdeu com o excesso de concreto. O entorno da praça é de chão batido e a iluminação super leve fica na copa das arvores. À noite você curte o silencio, até as músicas nos restaurantes são em decibéis agradáveis aos ouvidos, enquanto aprecia a lua, as estrelas, as pessoas circulando e as lojinhas 😊.

Trancoso - Quadrado - casas historicas
Trancoso – Quadrado – casas históricas
Trancoso - Quadrado - Restaurantes
Trancoso – Quadrado – Restaurantes
Trancoso - Quadrado - Lojas
Trancoso – Quadrado – Lojas nas casas históricas

As Praias em Trancoso

As praias “urbanas” de Trancoso não são muitas. Para acessa-las à pé você tem que ir até o Quadrado e descer uma pequena ladeira que fica à direita da igrejinha do Quadrado, a Igreja São João Batista.

Ao chegar lá em baixo você encontrará um ponto de ônibus e depois dele uma passarela que cruza um pequeno mangue e leva até a praia. No final dessa passarela você pode pegar sua mão esquerda para a Praia dos Coqueiros e Nativos ou sua mão direita para a Praia do Rio Verde e Itapororoca.

Não esqueça que o litoral baiano sofre grande influência das marés. Normalmente pela manhã o mar está calmo, sem ondas e as piscinas naturais bem visíveis; ao longo do dia a maré aumenta tanto que pode encobrir grande parte da faixa de areia e tornar o mar agitado. Dependendo da lua essa mudança pode ser mais ou menos radical.

Um pouco além da praia dos Nativos e possível visitar as praias do Rio da Barra e Taipe. E além de Itapororoca as praias de Paratimirin, Itaquena e Rio dos Frades. Eu não visitei essas praias, optamos por não alugar carro justamente para nos deslocamos pouco e poder aproveitar Trancoso e suas praias “urbanas” ao máximo. Confesso que também já fui mais caçadora de belas praias mas hoje em dia prefiro rodar menos e aproveitar alguns lugares ao máximo.

Foi também devido a essa mentalidade que não visitamos nessa trip e praia do Espelho e Caraíva, famosos day tours a partir de Trancoso. Ambas estão na nossa lista de próximas viagens. Além disso quando estávamos por lá o acesso a essas praias não estava bom e vimos muitas pessoas se arrependendo de ter perdido um dia de viagem para tentar acessá-las. Informe-se sobre as condições da estrada antes de decidir fazer ou não esses passeios.

Beach Clubs

Ficamos 3 dias em Trancoso. Em um deles passamos a dia no UXUA Beach Bar e amamos. Alugamos um sofá-cama para chamar de nosso (não sei o nome correto)  e curtimos muito a praia, o sol, a sombra, o conforto, o serviço do lugar (almoço e drinks) e a música.

Trancoso - Uxua Beach Club
Trancoso – Uxua Beach Club
Trancoso - Uxua Beach Club
Trancoso – Uxua Beach Club

Indico muito o lugar, de fácil acesso e com bons preços. Pagamos um pouco mais do que 100 reais por pessoa sendo que 100 reais era a consumação minima por pessoa na data em que fomos.

Trancoso - Uxua Beach Club - comidinhas e drinks
Trancoso – Uxua Beach Club – comidinhas e drinks

Alguns Beach Clubs são muito do estilo para ver e ser visto e custam pequenas fortunas. Era o caso do famoso é o Fly Club.

Trancoso - Fly Club
Trancoso – Fly Club

Café e Restaurantes

Uma coisa que adorei em Trancoso foram os serviços. Um excelente expresso no The Coffe Bar, um restaurante por quilo melhor do que muitos que já frequentei na vida, chamado Rabanete e um bar de drinks simples mas com uma vibe gostosa.

Trancoso - The Coffe Bar (nos e o expresso)
Trancoso – The Coffe Bar (nos e o expresso)

Fomos na Cevicheria e também no Restaurante Cacau. A Cevicheria foi um programa legal porém com serviço muito demorado e aquém das cevicherias que frequentamos em São Paulo. Já o jantar no Cacau foi uma noite agradável em um ambiente com uma decoração linda e pratos ótimos. Na ocasião ficamos entre ele e o El Gordo, neste ultimo ainda queremos voltar.

Os restaurantes sofisticados de Trancoso tem precos salgados mesmo para os padroes paulistas. Para mitigar o problema recomendo fazer um media entre os tipos de restaurantes, alguns mais simples tem precos mais acessiveis. Tambem optamos por almocar no Restaurante Rabanete em dois dias, o preco do quilo era alto mas se comia muito bem e por um valor mais em conta do que nos restaurantes alla carte, sem falar que a maioria destes não abrem no almoço.

Trancoso - Restaurante Rabanete - aerea externa e interna
Trancoso – Restaurante Rabanete – aerea externa e interna

A Feira de Artesanato

A feira de artesanato da cidade tambem era muito pitoresca, realmente artesanato. Não esperava uma feirinha por lá mas ele existe. O problema é que não acontece todos os dias então se gostar de algo compre na hora ou se informe sobre os dias de feira.

Deixe aqui seu comentário ou dúvida

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s