Rivera – Dicas de Compras na Fronteira

Hoje finalmente liberando o primeiro post de 2013! Esse post será dedicado a dicas e roteiro de compras em Rivera, no Uruguai. Com ênfase nas novidades e em alguns free shops/lojas que acho que merecem a visita. Como estou passando um tempo com minha família, demorei a pegar no tranco nesse começo de ano e o blog ficou um pouquinho abandonado. Assim, justamente por falar em família que resolvi escrever uma dicas sobre Rivera, lugar no exterior para onde mais viajei com eles.

Rivera fica a poucos quilômetros da minha cidade natal, na fronteira entre o RS e o Uruguai. É uma região de tax free e portanto ótima para fazer um turismo de compras em seus inúmeros free-shops. É impossível andar pelas bandas do Sul do RS e não dar um pulinho até lá. É um passeio legal, uma oportunidade de conhecer uma região de fronteira diferente e de fugir um pouco da monotonia das cidades da metade sul do estado.

Abaixo algumas dicas do roteiro que constumo fazer em um dia de consumo em Rivera.

Avenida Sarandi – a principal Rua (dentre as poucas ) de Compras

O melhor de tudo foi ver com meus próprios olhos que depois de mais de dois anos sem visitar a região muita coisa mudou e, para melhor. Não só da venda de bebidas alcólicas (e são tantas) e produtos de perfumaria/cosméticos (e são tantos… :0 ) vive a região. A novidade do momento é o Shopping Sineriz, loja âncora do shopping de mesmo nome inaugurado no segundo sementre de 2012. Há poucos quilômetros de distância da Sarandi o shopping oferece uma experiência de compras totalmente diferente do burburinho do centrinho.

O Shopping Sineriz

Tudo já começa logo ao estacionar, com um estacionamento amplo, para 700 carros, não é necessário ficar negociando com empregados da prefeitura/flanelinhas que cuidam das áreas de estacionamento do centro. Dentro do shopping, uma praça de alimentação pequena mas boa, sanitários (outra dificuldade no centrinho), cinema (3D e com filmes em português), farmácia, supermercado e algumas poucas e pequenas lojas de produtos locais complementam a oferta de serviços.

Pequena Praça de Alimentação

Dentro do shopping é um desbunde. Segundo o Jornal Zero Hora são 16 mil metros quadrados, achei bem grande para o que sempre estive acostumada a ver por ali. Estandes montatos por fornecedor e uma grande disponibilidade de artigos impressionam. Marcas conhecidas e muito procuradas pelos brasileiros, como Calvin Klein, Diesel, Ralp Lauren, Crocs, Nike, Ray Ban, Guess, Michael Kors, etc., tem grande visibilidade e bons estoques (que costumam diminuir depois de datas importantes com Natal).

Estante da Columbia

Parede de Escalada na loja

Parede de Escalada na loja

Na primeira vez em que fui estava sendo construída uma adega só para vinhos com valor acima de 100 dólares. Essa informação me foi passada por um sommelier português trazido de Portugal pelo grupo Sineriz justamente para fortalecer a venda de vinhos no free shop.

Vinhos e Adega ao fundo

Além disso o shopping, como a maioria dos free-shops da região, oferece uma gama enorme de tipos de produtos e, em função do seu tamanho, a oferta ali é um pouco maior. Para comestíveis existe praticamente um mini-supermercado com vários produtos italianos, turcos, espanhóis, franceses, argentinos e uruguaios é claro.

Parte pequena da área de venda de vestuário

Interior do Shopping

Interior do Shopping

O conforto também é ótimo. Nada de filas para pagar, muitos caixas, muito espaço, ar-condicionado, horários diferenciados (não fecha no horário do almoço como na loja do centro e fica aberto até às 20 horas) e opção de pagamento com quase todos os cartões de crédito. Uma dica quente é a possibilidade de parcelamento em até 2 vezes para cliente do Banco do Brasil portadores de cartões visa em compras acima de 100 dólares. Já aviso porque os caixas não pergutam. Aconteceu comigo.

Lojas e caixas

E o melhor de tudo: sempre que retorno vejo algo de novo!

Mas nem só do shopping vive a cidade, no próprio centrinho só se vê crescer o número de lojas, tanto Uruguaias como os free-shops.

Avenida Sarandi - a principal Rua de Compras

Avenida Sarandi – a principal Rua de Compras

Uma loja conhecida que não existia até pouco tempo é a Indian. Ocupando o prédio de um antigo cinema na avenida principal, a rede, que vende artigos ao estilo fast fashion, tem um estoque grande, variado e bons preços.

Fachada da Indian

Fachada da Indian

Interior da loja

Interior da loja

Interior da loja

Recentemente foi aberta uma loja argentina bem bacaninha que vende artigos de roupa de cama, mesa e banho: a Arredo Factory. E também na mesma rua tem outra Uruguaia, a Parisien.

Parisien

Parisien

Um misto de loja uruguaia/quejeria/free shops são as lojas dedicadas somente aos comes e bebes. Uma das melhores é a Le Carroussel. Esse tipo de loja é ótimo para a compra de queijos o problema aqui é a logistica já que que o produto é perecível. Minha família, já gato escaldado, sempre leva um isoporzinho para trazer os produtinhos, olha a farofa aí!!!

O doce de leite La Pataia, ótimo doce de leite uruguaio, também pode ser encontrado por aqui. Além disso a oferta de vinhos uruguaios também é sempre boa, tanto nessas lojas como nos supermercados.

Fachada Le Carroussel

Fachada Le Carroussel

Interior Le Carroussel

Interior Le Carroussel

Vinhos Uruguaios à venda no supermercados e queserias

Vinhos Uruguaios à venda no supermercados e queserias

Produtos nas queserias/free shops

Produtos nas queserias/free shops

A loja da Biciclo, que vende artigos para ciclisto da Trek também é muito bacaninha. Imagino que eles funcionem também como um free shop porque vi preços em dólar.

Loja Biciclo

Loja Biciclo

Interior Loja Biciclo

Interior Loja Biciclo

Fora isso ainda é possível encontrar as antigas lojinhas, que antes dominavam a paisagem, dentro das poucas galerias ainda existentes, que vendem produtos típicos como utensílios para chimarrão, parilla e artigos de lã.

Os maiores free-shops do centro também estão cada vez maiores e possuem cada vez maior variedade de produtos. Dentre eles acho que os principais, além da Sineriz, são: o Duty Free Americas, Neutral, Barão, Zebra e Mantra.

No Americas é grande a variedade de canetas e óculos de sol. O segundo andar tem grande oferta de brinquedos infantis, produtos da linha Chicco e de moda. Além disso pequenos quiosques da L’Occitane e da CrabTree & Evelyn podem ser encontrados por ali. Na última vez em que fui os produtos da CK estavam com 50% de desconto. Outra coisa que vêm chamando a minha atenção são os vinhos vendidos no Americas. São poucas quantidades e poucos rótulos. Mas recomendo para vinhos honestos espanhóis e italianos. Outra pequena observação aqui é que compras abaixo de 20 dólares não podem ser pagas com cartões de crédito.

Interior Free Shop Americas

Interior Free Shop Americas

Estante CrabTree & Evelyn

Estante CrabTree & Evelyn

Na Neutral acho que o diferencial são os produtos da Shiseido e alguma novidade ou outra. Ali comprei artigos esportivos com bons descontos, então, sempre vale sempre dar uma olhadinha no segundo andar e na adega. Não custa muito já que a loja é pequena. Segundo algumas amigas minhas só a Neutral e a Americas vendem produtos da Chicco da linha MammaDonna (para gestantes). A Neutral é um free shop forte porém em Rivera a loja é menor que em outras fronteiras. Ah, a Neutral parcela no cartão de crédito em até 4x para clientes visa do Banco do Brasil.

Fachada Neutral

Fachada Neutral

Neutral - interior da loja

Neutral – interior da loja

A Zebra já foi bem mais forte e acho que está perdendo bastante espaço. Porém alguns produtos de bazar como panelas de qualidade, porta retratos da Umbro e artigos  bons para decoração de casas podem ser encontrados por alí.

O free-shop Barão nasceu praticamente focado em bebidas e se tornou um dos mais fortes. É forte para artigos esportivos porém a área está carecendo de uma ampliação. Tenis da Mizuno, Nike e Reebok assim como artigos de para jogar tenis tem bons preços. Estojos de maquiagem da italiana Pupa em diversidade assim como protetores solares da Loreal e dermocosméticos da Endocare só encontrei por ali.

Barão Free Shop

Barão Free Shop

É sem dúvida o melhor para vinhos na questão diversidade e em custo beneficio.  Já em relação aos demais destilados imagino que a briga com o Shopping Sineriz esteja ficando quente. Ótimo! Concorrência é sempre bom para o consumidor!

De qualquer forma acho que os preços variam pouco de um lugar para o outro. Não compensa muito fazer pesquisa de preço para quem tem pouco tempo. Os pacotes que algumas lojas fazem do tipo leve 6 garrafas e pague 5 podem ser atrativos porém não é raro encontrar os mesmos pacotes, com os mesmo produtos, à venda em várias lojas. Outro diferencial são os descontos, como nos free shops não existem grandes liquidações os produtos com desconto em uma loja ou outra são sempre bons achados. Vale a pena olhar o site antes de ir e conferir os descontos, pacotes e as promoções que estão rolando assim como os produtos, preços e a cotação do dólar oferecida pelo estabelecimento.

Tem outros dois free shops menores que acho bacaninhas. Um é o The Place, só ali encontrei os produtos da The Body Shop e uma gama maior de produtos Neutrogena. Me dei bem porque como eles vão reformar a loja estavam queimando o estoque.

Estante The Body Shop na The Place

Estante The Body Shop na The Place

Outro é o Black, o forte dele são games e eletroeletrônicos porém, para agradar às meninas, tem um espaço dedicado para a Victoria Secrets, inclusive com lingeries da marca, e alguns produtos da MAC.

Victoria Secrets no Black

Victoria Secrets no Black

Bom, tudo isso para dizer, que como já dizia minha avó: Quem não tem cão caça com gato. Nesse caso é um gatinho..risos. Acho que o Uruguai, muito perto de algumas regiões do Brasil, representa uma ótima alternativa para umas comprinhas sem precisar ir aos “states”. Melhor ainda, dá para comprar o basicão por ali e deixar para os EUA o que é diferente. Além disso tem a possibilidade de esticar até destinos mais baladados como Punta del Este e arredores ou mesmo de visitar uma capital como Montevidéo.

Fica aqui a dica de Rivera. Uma das regiões de free shop do Uruguai que tem crescido como poucas. No próximo post, para não deixar esse muito longo, vou comentar sobre algumas opções de restaurantes, estadia e entretenimento.

Leia mais:

Anúncios

97 comentários sobre “Rivera – Dicas de Compras na Fronteira

    • planejandoaviagem disse:

      Olá Gustavo,

      a maioria das lojas são amplas, algumas, como os shopping mais afastados são muito grandes e se transita bem com o carrinho. Eu faria um misto, levaria no carrinho e se necessário pegaria no colo. Acho que será mais confortável para ela e para você porque em uma viagem de compras é util ter as mãos livres.
      Abraços e obrigada pela visita!

      Curtir

Deixe aqui seu comentário ou dúvida

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s